Páginas

Minha foto
são paulo, zona leste, Brazil

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Psicologia do Desenvolvimento - questões de prova

01- Qual a importância dos estudos do desenvolvimento infantil?
Os estudos realizados através da psicologia do desenvolvimento colaboram significativamente para o entendimento dos processos biológicos e culturais envolvidos na formação do indivíduo como sujeito social. Conhecer esses aspectos e a evolução humana permite que os professores compreendam seus alunos nas suas características globais, permitindo desta maneira compreender o modo de agir e pensar da criança e melhorar sua qualidade de trabalho em seu cotidiano.

Outra Resposta - A importância dos estudos do desenvolvimento infantil?
Esses estudos colaboram muito para o entendimento dos processos biológicos e culturais envolvidos na formação das pessoas como sujeitos sociais.
Outra Resposta - A IMPORTANCIA DOS ESTUDOS DO DESENVOLVIMENTO  INFANTIL 
Os estudos dos processos evolutivos da criança através da psicologia do desenvolvimento colaboram para o entendimento dos processos biológicos e culturais envolvidos na formação das pessoas como sujeito sociais. Por isso, conhecer esses aspectos permite o professor a entender e compreender o modo de agir e pensar da criança.

Outra Resposta  Os estudos  do  desenvolvimento  infantil  colaboram  significativamente para o entendimento  dos processos biológicos  e  culturais envolvidos na formação das pessoas como sujeitos sociais. Conhecer esses aspectos e a evolução humana permite que os professores possam entender  os alunos nas  suas características globais. Dessa maneira, o professor que compreende o modo de agir e pensar da criança, com suas especificidades, contribui para uma melhor qualidade de seu trabalho cotidiano.

* O que é Psicologia? Psicologia é a ciência que estuda o comportamento humano e seus processos mentais. Melhor dizendo, a Psicologia estuda o que motiva o comportamento humano – o que o sustenta, o que o finaliza e seus processos mentais, que passam pela sensação, emoção, percepção, aprendizagem, inteligência...


Defina a psicologia do desenvolvimento e seus objetivos:
Objetivos
: A psicologia do Desenvolvimento tem como objetivo a descrição e a explicação de mudanças nos comportamentos e nos processos mentais, ao longo do tempo e através dos ciclos vitais. Essas mudanças ocorrem não apenas na nossa forma de pensar, mas também na organização social e familiar.
ou, descobrir quando e como cada tipo de comportamento vai aparecendo, o que tornam todos os membros da espécie similares e o que nos individualiza e nos torna diferentes uns dos outros

Definição: A Psicologia do Desenvolvimento é um campo da psicologia que descreve as funções psicológicas do ser humano, em especial da criança, como por exemplo: suas reações intelectuais, sociais e emocionais em diferentes idades, buscando descobrir como tais funções mudam com a idade

O que é Psicologia do Desenvolvimento
R. Área de conhecimento da psicologia que estuda o desenvolvimento do ser humano em todos os seus aspectos: físico-motor, intelectual, afetivo-emocional e social – desde o nascimento até a idade adulta. 
A importância do estudo do desenvolvimento humano 
 R. O desenvolvimento humano refere-se ao desenvolvimento mental e ao crescimento orgânico. O desenvolvimento mental é uma construção contínua. 

Estudar o desenvolvimento humano significa conhecer as características comuns de uma faixa etária. Planejar o que e como ensinar implica saber quem é o educando. Existem formas de perceber, compreender e se comportar diante do mundo, próprias de cada faixa etária.


Fatores que influenciam o desenvolvimento humano
 Hereditariedade – a carga genética estabelece o potencial do indivíduo, que pode ou não desenvolver-se. A inteligência pode desenvolver-se de acordo com as condições do meio em que se encontra.  Crescimento orgânico – refere-se ao aspecto físico.
Maturação neurofisiológica – é o que torna possível determinado padrão de comportamento.
Meio – o conjunto de influências e estimulações ambientais altera os padrões de comportamento do indivíduo.
 Aspectos do desenvolvimento humano
Aspecto físico-motor - refere-se ao crescimento orgânico, à maturação neurofisiológica. Ex.: A criança que leva a chupeta à boca.
Aspecto intelectual – é a capacidade de pensamento, raciocínio. Ex.: A criança de 2 anos que usa um cabo de vassoura para puxar um brinquedo que está em baixo de um móvel.
Aspecto afetivo-emocional – é o modo particular de o indivíduo integrar as suas experiências. A sexualidade faz parte desse aspecto.

02 – Como a Psicologia Soviética de Vygotsky define o processo de formação da consciência humana?
Vygotsky compreende que a formação da consciência humana se desenvolve a partir do contexto cultural e das relações sociais. O conhecimento é construído de forma coletiva.

Outra Resposta  Para Vygotsky, a consciência humana é a função mais especializada do cérebro se desenvolve a partir do contexto cultural e das relações sociais. A utilização da linguagem pela criança constitui um dos meios mais expressivos para a formação da consciência. O conhecimento é construído de forma coletiva.

03 – Quais motivos levaram Vygotsky a se interessar pela Psicologia?
Devido ao seu contato com crianças que sofriam de problemas congênitos e ele queria ajudá-las encontrando alternativas para auxiliar no desenvolvimento dessas crianças.

Outra Resposta - O interesse de Vygotsky por Psicologia originou-se do contato com crianças deficientes, com  problemas congênitos e neurológicos. A partir  dos  estudos  com essapopulação,  ele procurava auxiliar  no desenvolvimento dessas crianças.

Outra Resposta  Vygotsky se interessou por psicologia através de contatos que teve com crianças deficiêntes, com 
problemas congênitos e neurológicos. A partir dos estudos com essa população, ele procurava
auxiliar no desenvolvimento dessas crianças.

 
04- Quais as características da psicologia materialista defendida por Vygotsky?
A psicologia materialista procurava entender os fenômenos e o psiquismo humano. A partir da interação dos aspectos biológicos e sociais no desenvolvimento. O homem em uma relação dialética era ao mesmo tempo produto e produtor das relações sociais. O cérebro, para os materialistas, não era somente um órgão, mas também um sistema aberto e flexível cujo funcionamento era construído na própria história dos homens. O desenvolvimento biológico não era descontextualizado, mas pensando em uma relação direta com o desenvolvimento social. Sendo assim, a cultura transformava as pessoas, seus valores e representações.

Outra Resposta  Uma psicologia voltada para os fenômenos e o psiquismo humano a partir da interação dos aspectos biológicos e sociais no desenvolvimento
Outra Resposta  A  psicologia  materialista  de Vygotsky compreendia  o  homem  em uma relação dialética em que ele é, ao mesmo tempo, produto e produtor de sua história. O psiquismo humano é explicado a partir das interações dos aspectos biológicos e sociais no desenvolvimento

05- De acordo com a perspectiva sociointeracionista de Vygotsky, como ocorre a construção da inteligência?
A construção da inteligência ocorre através da complementaridade dos aspectos biológicos e sociais. Essa teoria considera que é por meio das suas interações com outros seres humanos que o homem se constrói. Em outras palavras, o homem não nasce homem e sim com possibilidades de humanizar-se nas interações que estabelece ao longo da vida.

Outra Resposta   A construção da inteligência ocorre através da complementaridade dos aspectos biológicos e sociais. Essa teoria considera que é por meio das suas interações
Outra Resposta  Vygotsky entende  que a construção da inteligência humana se dá a partir da  vertente interacionista, que conjugava o corpo com a alma e a complementaridade dos aspectos biológicos e sociais no desenvolvimento.
Outra Resposta Para ele se dava pela vertente interacionista (corpo+alma) e a complementaridade dos aspectos biológicos e sociais do desenvolvimento humano. A teoria de Vygotsky considerava que o homem não nasce homem e sim com possibilidades de humanizar-se nas interações que estabelece ao longo da vida

Linhas do Pensamento psicologico:
- Funcionaloismo > interessa em compreender  o funcionamento e adaptação da mente dos indivíduos no meio em que se inserem. Estuda as influências das crenças no comportamento emocional e corporal das pessoas e investiga a formação dos conceitos de acordo com as necessidades humanas;
- Estruturalismo > estuda as operações mentais como atenção, intenções e metas. Define que a mente não é algo substancial, mas sim, processos elementares da atividade mental

três correntes teóricas: o Funcionalismo, o Estruturalismo e o Associacionismo.
O Funcionalismo, elaborado por William James que teve a consciência como sua grande preocupação – como funciona e como o homem a utiliza para adaptar-se ao meio.


- Estruturalismo Edward Titchener também se preocupava com a consciência, mas com seus aspectos estruturais – percebiam a consciência , isto é, seus estados elementares como estruturas do Sistema Nervoso Central.


- Associacionismo foi apresentado por Edward Thorndike. Seu ponto de vista era que o homem aprende por um processo de associação de ideias – da mais simples para a mais complexa.


No início do século XX, surgem outras correntes principais, que, por sua vez originaram a diversidade de correntes psicológicas, que conhecemos hoje:


Inatismo define que a personalidade, os valores, os hábitos, as crenças , as reações emocionais e sua forma de pensar é uma questão biológica e já estariam prontas desde o nascimento do indivíduo e o ambiente não provocaria influência no comportamento do indivíduo, ou seja, "pau que nasce torto morre torto"

Behaviorismo – surgiu nos EUA com John Watson. Foi conhecida pela teoria S-R, ou seja, para cada resposta comportamental existe um estímulo. Define os mecanismos reguladores da conduta, os quais podem ser  inibidos ou intensificados pelos mecanismos de estímulo e resposta.

Propõe o estudo das atividades nervosas superiores pelo procedimento do reflexo condicionado.

Gestaltismo – surgiu na Europa, mais precisamente na Alemanha, com Wertheimer, Köhler e Koffka, e nega a fragmentação das ações e processos humanos, postulando a necessidade de se compreender o homem como uma totalidade, resgatando as relações da Psicologia com a Filosofia. 

O gestalt prega que o todo é maior que suas partes e busca uma psicologia integrativa e global.

O gestalt é oposto ao estruturalismo e contra a redução de experiências complexas a elementos simples.

O gestalt é uma corrente muito importante no estudo das percepções e contribui para a compreensão dos indivíduos como parte de um campo mais amplo que inclui o organismo e o meio.            

 Psicanálise – teoria elaborada por Sigmund Freud recupera a mportância da afetividade e tem como seu objeto de estudo o inconsciente.

Considera que os processos mentais não ocorrem ao acaso. Existem razões para os acontecimentos humanos, sentimentos ou ações.

Na educação, a psicanálise tem um papel importante no estudo da afetividade, dos recalques, repressões, projeções, transferencia e mecanismos de defesa vivenciados nas relações entre professores e alunos.
06 – Para Vygotsky, como a criança interioriza o mundo ao seu redor?
Para Vygotsky, a criança interioriza o mundo ao seu redor através da linguagem, o uso dos signos e da imitação.
Outra Resposta  Pelo uso da linguagem e dos signos

07 – Explique o que Vygotsky quer dizer com “formas típicas de comportamento humano”.
Vygotsky considerava que as formas típicas do comportamento humano não estão prontas ao nascimento e se desenvolvem no decorrer da vida. Como formas típicas de comportamento humano temos: a capacidade de solucionar problemas; o uso da memória; a formação de conceitos e o desenvolvimento da linguagem.

08- Para Vygotsky , quais são as funções superiores psicológicas ?
A capacidade de solucionar problemas; o uso da memória; a formação de conceitos e o desenvolvimento da linguagem.

09- Como Vygotsky caracteriza o processo de internalização?
Vygotsky (1984, p. 63) caracteriza o processo de internalização como uma “reconstrução interna de uma operação externa”. Ou seja: a humanidade está sempre em constante movimento de recriação e de reinterpretação de conceitos e significados. Oliveira (1997) considera que a cultura é um “palco de negociações” em que os sujeitos compartilham idéias e conhecimentos e reelaboram significados. Portanto, quando os indivíduos se apropriam da cultura de seu povo, não o fazem de forma passiva e estática.
As atividades externas vão sendo absorvidas internamente, ao que Vygotsky denomina processos interpsicológicos, e também vão sendo reapresentadas em processos intrapsicológicos. Dessa maneira, Vygotsky considera que o desenvolvimento ocorre do social para o individual. Nesse processo, a linguagem exerce um papel expressivo na constituição das pessoas.
Portanto, pode-se verificar que a forma da criança adquirir conhecimento e consciência é através da participação ativa nos elementos simbólicos da sociedade. A linguagem faz com que a criança aprenda a pensar e falar conforme a sua cultura. O pensamento e a linguagem são construídos nas interações com os outros sociais e pela imitação.

11. Vygotsky considerava que os comportamentos humanos correspondentes à história da evolução das espécies são chamados de foligenese. Explique.
O fato de o homem se tornar bípede e usar as mãos são características que foram se impondo ao longo da história. Esse aspecto permitiu ao homem desenvolver a coordenação motora fina e o movimento de pinça, que possibilita a escrita. Outra característica da filogênese humana diz respeito à flexibilidade do nosso cérebro, que permite que ele se adapte às mais variadas situações. O homem não possui um cérebro predeterminado geneticamente ao nascer. Ele se desenvolve partir da maturação biológica e da interação com o meio social.

12- Qual estágio representa um momento expressivo do desenvolvimento do bebê?
No bebê, o controle da cabeça e do tronco é um momento significativo do desenvolvimento humano. Quando o bebê começa a se arrastar e consegue ir ao encontro dos brinquedos que procura, aos poucos ele vai conseguindo conter seus reflexos involuntários e começa a desenvolver o sistema de preensão com as mãos. No momento em que ele consegue se sentar, novas possibilidades interativas vão surgindo no ambiente.

13. O brinquedo foi um instrumento elaborado historicamente para criança brincar e também traz modas aparentes nas suas representações. Descreva os significadossimbólicos dos brinquedos:
a) boneca Barbie;
b) boneca Africana.
Como esses podem ser usados na educação?
A boneca Barbie representa simbolicamente a sociedade norte-americana e seus valores, assim como a boneca africana traz representações culturais de seu povo. Esses brinquedos podem ser usados na educação para se discutir as características de cada sociedade e as implicações dos simbolismos expressos nesses brinquedos.

14. Por que os signos são considerados instrumentos psicológicos na teoria de Vygotsky?
Os signos são considerados instrumentos psicológicos na teoria de Vygotsky porque tornam presente o que está ausente e auxiliam na memória.

A teoria de Vygotsky destaca dois níveis de desenvolvimento: o real e o potencial.
Real: aquela aprendizagem que já se tornou conhecimento, aquilo que a pessoa já sabe.
Potencial: a criança não consegue fazer sozinha, precisa de um auxilio de outra pessoa.
O que destaca na teoria do autor é a zona de desenvolvimento proximal ZDP é um processo intermediário do nível do desenvolvimento real com o potencial.

2. Qual o significado da zona de desenvolvimento proximal (ZDP) na teoria de Vygotsky? Cite um exemplo.
 (ZDP) é um conceito elaborado por Vygotsky que define a distância entre o nível de desenvolvimento real e o nível de desenvolvimento potencial.
A zona de desenvolvimento proximal é a forma compartilhada de construir conhecimentos e auxiliar as pessoas na resolução de seus problemas. Um exemplo é quando um amigo de sala de aula auxilia o outro na resolução de um problema matemático.
O Desenv Real é determinado pela capacidade de resolver um problema sem ajuda;
- O Desnv. Potencial é determinado através de resolução de um problema sob a orientação de um adulto ou em colaboração com outro companheiro

15. Qual o significado da zona de desenvolvimento proximal (ZDP) na teoria de Vygotsky? Cite um exemplo.
A zona de desenvolvimento proximal é a forma compartilhada de construir conhecimentos e auxiliar as pessoas na resolução de seus problemas. Um exemplo é quando um amigo de sala de aula auxilia o outro na resolução de um problema matemático.

18. Resuma a vida de Piaget descrevendo quais foram os motivos que o levaram ao interesse pela Psicologia.
Piaget nasceu na Suíça, em Neuchatel, no ano 1896. Faleceu em Genebra no ano 1980. Ele viveu um período de virada de século e de grandes transformações. Seus 84 anos de vida permitiram que deixasse para a humanidade uma extensa obra científica. O seu comportamento investigativo desde a infância foi resultado de uma influência paterna e de conflitos que possuía com sua mãe, o que o fazia com que ele se afastasse das atividades da infância e se dedicasse aos estudos. Aos 11 anos realizou um trabalho científico sobre os moluscos. Na universidade ele cursou Biologia. Depois foi estudarPsicologia, pois, o seu interesse estava voltado para investigar como ocorre a construção do conhecimento

19. No desenvolvimento infantil, busque exemplos de situações reais em que a criança tem uma compreensão do mundo diferente do adulto – por exemplo, a criança que chora quando a mãe se esconde atrás do lençol, pensando que a mãe sumiu.
A criança não tem noção de parentesco: não sabe quem é o pai do pai e irmão do avô. A criança não sabe por que é mais velha dos irmãos e faz aniversário em dezembro.

20. Por que os professores precisam estar atentos aos estágios do desenvolvimento de seus alunos?
Os professores precisam estar atentos aos estágios do desenvolvimento porque a compreensão desses estágios auxilia na construção de suas práticas pedagógicas. No cotidiano do seu trabalho, o professor precisa realizar planejamento de suas aulas levando em conta as adaptações dos conteúdos às necessidades referentes à faixa etária das crianças e as suas capacidades de raciocínio.

21. Para Piaget, de que forma o desenvolvimento das noções de moral e respeito começam a se manifestar no período operatório concreto?
Nesse estágio, as crianças começam a colaborar mais efetivamente com os colegas em trabalhos em grupo, exercitam mais a reflexão e possuem um sentimento maior de justiça, responsabilidade, respeito e fidelidade grupal.

22. Piaget considerava que a inteligência era herdada geneticamente? Justifique.
Piaget considerava que a hereditariedade influenciava no desenvolvimento, mas era insuficiente para explicá-lo. Ele considerava que nós herdamos geneticamente a inteligência. Nós possuímos um organismo que amadurece em contato com o ambiente.

23. Qual a definição de Piaget para as experiências físicas das crianças?
A experiência física é entendida como toda a experiência que resulta das ações materiais sobre os objetos. 
É quando o sujeito, ao agir sobre os objetos, abstrai, das suas ações, as propriedades físicas e as propriedades observáveis desses objetos.

24. Por que a teoria Walloniana tem como características marcantes a discussão dos conflitos, das contradições e das turbulências no processo de desenvolvimento humano?
Wallon viveu em uma época de muita turbulência política, o que marcou profundamente suas obras. As duas guerras mundiais (1914-1918 e 1939-1945) e o avanço do fascismo fizeram com que ele refletisse sobre a influência do meio no comportamento das pessoas, sobre a questão dos conflitos, do movimento, das contradições e a formação das emoções.

25. Como Wallon considera a emoção?
Wallon a considera possuidora de um papel expressivo no desenvolvimento humano. Ele observa as características visíveis da emoção e afirma que, independentemente de cultura, a emoção é acompanhada de reações orgânicas, batimentos cardíacos e uma série de outras manifestações. Entretanto, ela é contagiosa, representa as manifestações culturais e expressivas de cada povo. Assim, considera as emoções como processos coletivos. Para ele, as pessoas choram ou sorriem em relação a alguém ou alguma coisa.

26. Releia as leis reguladoras e exemplifique de que forma elas se dão na relação entre mãe e ilho nos primeiros seis meses de vida.
Para Wallon, as leis reguladoras do desenvolvimento como a alternância de movimentos (ora para si e ora para o outro), bem como a predominância de ações (afetivas e cognitivas) faz com que os indivíduos se tornem biologicamente sociais. Ex.: quando uma criança é bem pequena – bebê de dois meses, ela ainda está ligada afetivamente com a mãe e não se reconhece como diferente – está voltada para si. Aos seis meses, ela começa a reconhecer o outro, voltando-se para o mundo externo e começando a apresentar condutas mais cognitivas sobre o mundo.

27. Quais os motivos da teoria de Sigmund Freud ser polêmicas desde a sua época até os tempos atuais?
A obra de Freud é discutível até a atualidade por ter trabalhado com a noção de inconsciente e rompido com os moldes e interpretações do comportamento humano propostos pela Psicologia empirista, que defendia que as reações humanas precisavam ser medidas e quantificadas. Os aspectos ocultos e inconscientes das ações humanas eram desprezados pelos empiristas.

28. Quais as primeiras descobertas de Freud em relação às doenças mentais?
Os cientistas da época de Freud acreditavam que a histeria ocorresse somente com as mulheres. Mas Freud descobriu que também era uma patologia masculina e essa doença podia ser causada e anulada e dissociada das pessoas com o auxílio da hipnose.

29. Freud considerava que a noção de instinto para os homens era diferente da noção de instinto nos animais. Explique essa afirmativa.
Freud considera que o homem possui dois instintos básicos que representam forças opostas. De um lado, está o instinto sexual e, de outro, o da agressividade, o instinto destrutivo. De certa forma, para sobreviver, o homem precisa da união desses dois pólos. Ou seja, o homem precisa ser regido pelo princípio da vida, do prazer, mas também precisa se direcionar pelo princípio da realidade, pois não é possível se orientar somente pelo princípio do prazer, nem tampouco apenas pelo princípio da realidade. Na vida, são necessários momentos de fantasia, mas também de enfrentamento dosproblemas e situações.

30. Quais foram as modificações realizadas por Freud da primeira teoria do aparelho psíquico para a segunda teoria?
Nas suas primeiras obras, ele considerava que o aparelho psíquico é constituído do consciente, inconsciente e pré-consciente. Anos mais tarde, acrescentou os conceitos de id, ego e superego.

31. O que são mecanismos de defesa na teoria freudiana?
Para evitar a angústia provocada pelas situações de perigo e ameaça à sua constância, o ego lança mão dos mecanismos de defesa. Portanto, as defesas nada mais são do que operações efetuadas pelo ego visando a reduzir ou suprimir os estímulos externos ou internos que o invadem e lhe causam desprazer. Portanto, as estruturas defensivas não são exclusivas da patologia: elas fazem parte, normalmente, do ajustamento, da adaptação e do equilíbrio da personalidade, enquanto a patologia está na quantidade de defesa utilizada, na sua rigidez etc. Cada estrutura terá tipos especíicos dedefesa e os mecanismos de defesa são mobilizados pela parte inconsciente do ego.

31.1. Escolha cinco mecanismos de defesa, propostos pela psicanálise freudiana, conceitualize e dê exemplos.
- PROJEÇÃO - Quando o indivíduo coloca no outro, sentimentos, desejos ou idéias que são dele próprio. Esse mecanismo ajudaria então a lidar de uma maneira mais fácil com esses sentimentos. A dificuldade em admitir determinadas ‘falhas” em nossa personalidade seria projetada no outro.
DESLOCAMENTO - Ao invés de agredir determinada pessoa (um chefe, por exemplo) a agressão é direcionada à um colega ou à um subalterno
INTROJEÇÃO - O indivíduo toma para si características de outra pessoa. É comum ver adolescentes introjetarem características de seus “ídolos”.
- SUBLIMAÇÃO - O impulso é canalizado a outros interesses. A impossibilidade de ter filhos por exemplo, é sublimada pelo afeto à bichinhos de estimação; cachorros, gatos, etc
- NEGAÇÃO - Quando ocorre algo que nos incomoda profundamente, há a tendencia a não aceitar esse ocorrido, ou lembrá-lo de modo incorreto. Podemos fantasiar também o que houve na tentativa de distorcer e minimizar assim, o impacto do evento


MECANISMOS DE DEFESA
Os mecanismos de defesa do Ego são processos subconscientes desenvolvidos pela personalidade, os quais possibilitam a mente desenvolver uma solução para conflitos, ansiedades, hostilidades, impulsos agressivos, ressentimentos e frustrações não solucionados ao nível da consciência.
O que são mecanismos de defesa?
São ações psicológicas que têm por finalidade reduzir qualquer manifestação que pode colocar em perigo a integridade do ego, onde o indivíduo não consiga lidar com situações que por algum motivo considere ameaçadoras. São processos subconscientes ou mesmo inconscientes que permitem à mente encontrar uma solução para conflitos não resolvidos no nível da consciência
-RACIONALIZAÇÃO - A pessoa encontra respostas lógicas tentando assim afastar o sofrimento.
-IDENTIFICAÇÃO - O indivíduo assimila alguma característica de outra pessoa, adotando-a como modelo.
-REPRESSÃO - Ela afasta de nossa consciencia uma idéia ou evento que poderia causar ansiedade. Esse conteúdo reprimido no entanto, não é eliminado e continua no inconsciente. O resultado seriam algumas doenças psicossomáticas que poderiam estar vinculadas à essa repressão, tais como: asma, artrite, algumas fobias e frigidez.
-NEGAÇÃO - Quando ocorre algo que nos incomoda profundamente, há a tendencia a não aceitar esse ocorrido, ou lembrá-lo de modo incorreto. Podemos fantasiar também o que houve na tentativa de distorcer e minimizar assim, o impacto do evento.
-FORMAÇÃO REATIVA - Há uma inversão do desejo real que é ocultado. Uma pessoa por exemplo, extremamente rígida em relação à moral ou sexualidade, pode estar ocultando seu lado permissivo e imoral. A pessoa justifica, explica e tenta de certa  maneira usar a lógica pra disfarçar os verdadeiros sentimentos. Aquilo que não é facilmente aceito, é “explicado” numa tentativa de tornar o indivíduo mais conformado diante de determinado fato.
-PROJEÇÃO - Quando o indivíduo coloca no outro, sentimentos, desejos ou idéias que são dele próprio. Esse mecanismo ajudaria então a lidar de uma maneira mais fácil com esses sentimentos. A dificuldade em admitir determinadas ‘falhas” em nossa personalidade seria projetada no outro.
-REGRESSÃO - Quando a pessoa, vivendo uma difícil realidade, retorna à atitudes anteriores. O indivíduo busca uma situação ou comportamento mais infantil. A criança pode voltar a esse estágio quando nasce um irmãozinho, voltando à chupeta ou à mamadeira.
-DESLOCAMENTO - Ao invés de agredir determinada pessoa (um chefe, por exemplo) a agressão é direcionada à um colega ou à um subalterno.
-INTROJEÇÃO - O indivíduo toma para si características de outra pessoa. É comum ver adolescentes introjetarem características de seus “ídolos”.
SUBLIMAÇÃO - O impulso é canalizado a outros interesses. A impossibilidade de ter filhos por exemplo, é sublimada pelo afeto à bichinhos de estimação; cachorros, gatos, etc…
Todos esses mecanismos atuam inconscientemente numa tentativa de amenizar a ansiedade e diminuir o conflito interno que a situação real poderia causar ou já estaria causando.

32. O que significa projeção na teoria freudiana?                                                                                
É o mecanismo de defesa por meio do qual os aspectos da personalidade de um indivíduo são deslocados de dentro dele para o meio externo.

33. Analise a frase “Para Freud, a educação deveria ser fonte de prazer, de satisfação, e não de castração ou recalque”. Como seria possível fazer isso nos dias de hoje e como a Psicanálise pode contribuir?
Freud considerava que a educação era transmissora de moral e de valores muito rígidos. Dessa maneira, através de ações da repressão e de recalques, ela incutia nos alunos a noção de pecado e vergonha que se confrontava com o princípio do prazer. A Psicanálise pode auxiliar a educação fornecendo meios para que os professores e alunos encontrem situações prazerosas no ensino e na relação de aprendizagem.

34. Qual a formação universitária de Erik Erickson e quais os motivos que o levaram a estudar a questão da identidade?
Erickson fez seus estudos na Sociedade Psicanalítica de Viena, na Áustria. Estudou principalmente Antropologia, atuou junto a tribos indígenas e se tornou um notável professor de Desenvolvimento Humano na Universidade de Harvard. De acordo com Schultz e Schultz (1992), os conceitos de crise de identidade defendidos por Erickson foram provenientes do desconhecimento do seu pai biológico e dos preconceitos que sofreu na vida pelo fato de ser judeu

36. Quais os dois conceitos mais importantes da teoria de Erikson que facilitaram a compreensão da psique humana?
O conceito do ciclo da vida e a crise da identidade.

37. Qual a diferença entre o behaviorismo e a Psicologia cognitiva?
O behaviorismo se preocupava com o estudo do comportamento humano e a Psicologia cognitiva se preocupa com o estudo do comportamento, assim como dos processos mentais que formam a consciência.

38. Quais as analogias que são realizadas na Psicologia cognitiva entre o modo de operacionalização do computador e da mente humana?
São analisados alguns elementos comuns no que diz respeito aos modos de operacionalização do computador e da inteligência humana: a capacidade de armazenamento de memória, a quantidade, o processamento e a manipulação de informações, a estruturação de linguagens e símbolos.

39. Quais as características gerais do cérebro humano e as principais funções por ele executadas?
O cérebro humano é dividido em dois hemisférios: o hemisfério esquerdo e o hemisfério direito. O hemisfério dominante dos humanos é o hemisfério esquerdo, responsável pelo pensamento lógico e competência comunicativa. Enquanto o hemisfério direito é responsável pelo pensamento simbólico e criatividade. O cérebro também é formado por córtex, responsável pela motricidade, o corpo caloso e a área de broca, responsável pela linguagem. Qualquer acidente em uma dessas áreas pode comprometer a cognição e a motricidade de uma pessoa.

40. De que forma a teoria das inteligências múltiplas de Howard Gardner concebe a cognição humana?
A teoria das inteligências múltiplas de Howard Gardner concebe que a inteligência humana é plural, diversificada e que se compõe de diferentes facetas interdependentes.

41. Quais são os tipos de inteligência descritas por Howard Gardner?
lingüística; musical; espacialidade; corporal-cinestésica; social ou interpessoal; intrapessoal ou pessoal; lógico-matemática. Contudo, alguns estudiosos consideram que Gardner propôs recentemente duas novas dimensões de inteligência: a inteligência naturalista e a inteligência existencialista.

42. A teoria triárquica de Sternberg exalta o fato de a inteligência ser governada por três princípios. Quais? Explique cada um deles.
Os princípios prático, criativo e analítico. No princípio criativo manifestam--se as capacidades para criar, inventar, descobrir, imaginar e supor. Aqui tentamos resolver novos tipos de problemas, que nos exigem ponderar sobre o problema e seus elementos de uma nova maneira. Nas habilidades práticas, as habilidades conquistadas são executadas. Aqui buscamos resolver os problemas que aplicam o que sabemos aos contextos cotidianos. No princípio analítico estão funcionais as habilidades de analisar, comparar, julgar e contrastar. Aqui tentamos resolver problemas conhecidos usando estratégias que manipulam os elementos de um problema ou a relação entre eles.

43. Quais as considerações da teoria de Sternberg para a Educação?
Na educação, é muito importante que os professores se conscientizem de que o ato de educar não envolve somente transmissão de conhecimentos, mas também está voltado para a promoção do desenvolvimento dos processos psicológicos que envolvem os conhecimentos. Por isso, faz-se necessário que os professores conheçam a forma como se constitui a inteligência dos seus alunos e desenvolvam estratégias de aprendizagem eficazes para o aprimoramento do ensino.

43.Quais as características da teoria piagetiana nos estudos sobre desenvolvimento infantil?
Os estudos piagetianos estão voltados para o desenvolvimento biopsicológico, o qual organiza a atividade infantil e o pensamento do sujeito sobre o mundo físico. Eles analisam como as ações são construídas, assimiladas e acomodadas nas estruturas mentais. Ficam claras as construções dos estágios do pensamento infantil enquanto a criança cresce e compreende sua forma de se relacionar com o mundo físico e lógico.

44. Crie uma lista de sugestões que podem ser relevantes para a melhoria do processo educativo, levando em consideração a Psicologia do Desenvolvimento.
Algumas sugestões são: conhecer como a criança se constitui; compreender as diferentes etapas do desenvolvimento; analisar as formas de raciocínio utilizadas na resolução de problemas; entender as diferentes inteligências envolvidas no processo de ensino/aprendizagem; analisar as formas de processamento da informação; investigar o papel dos aspectos motores e afetivos no desenvolvimento; analisar o papel das interações sociais na construção do conhecimento

8 - O que são comportamentos instintivos? cite exemplos
São comportamentos ativados em situações de ameaça, fome, sobrevivência, emoções e medo, como por exemplo: reagir a um assalto, sentir arrepio ao vento e uma mãe que tenta proteger o filho de umaventania. 

Outra Resposta Comportamentos instintivos são comportamentos ativados em situações de ameaça, fome, sobrevivência, emoção e medo. Exemplos de comportamentos instintivos são: reagir a um assalto, sentir arrepio frente a um vento frio e uma mãe que tenta proteger o filho de um afogamento

11- Em relação à construção de conceitos, pode-se afirmar que: 
A construção de conceitos está vinculada ao amadurecimento (experiências individuais) de certascaracterísticas do organismo. 
12 - Qual e a fase empregada na aquisição dos conhecimentos necessários a luta pela vida?
latência

13 -A teoria Defendida por VYGOTSKY ficou conhecida como? 
Teoria socio-historica Ao tratar do desenvolvimento VYGOTSKY deixa claro que?Ao nascer, o homemseria como uma folha em branco e suas características seriam desenvolvidas pela sociedade ao longo da vida
17 - Funções psicológicas superiores:
- capacidade de solucionar problemas;
- Uso da memória;
- formação de conceitos;
- desenvolvimento da linguagem


16. Qual o significado da escola para a sociedade?                                                                                                           

 A escola é criação social e representa um espaço em que as apropriações comuns de uma sociedade podem ser ordenadas e classificadas de acordo com a utilidade e a significação dos conceitos sociais, desde que essas apropriações tenham relevância para o desenvolvimento da criança, sendo utilizadas como ferramenta da interação da criança com o grupo social.

19 - Qual a importância da Função Instrumental para o desenvolvimento da criança?
- Os brinquedos são objetos elaborados historicamente, voltados para as características infantis e
são importantes elementos mediadores  da interação das crianças com o mundo, contribui na
construção do desenvolvimento motor, cognitivo e social na criança


18 - Qual a forma de a criança adquirir conhecimento?É através da participação ativa nos elementos simbólicos da sociedade. A linguagem faz com que a criança aprenda a pensar e falar conforme sua cultura. Pensamento e linguagem são construídos nas interações com outros atores sociais por meio da imitação

15 - De acordo com Vygotsky, como se dá o desenvolvimento da criança? 
Seu desenvolvimento depende tanto de sua maturação biológica como da sua maturação intelectual. 
O desenvolvimento do psiquismo humano se dá com base em uma crescente apropriação dos modos de ação culturalmente elaboradas
Assim, a escola representa os saberes necessários para a participação social, constituídos a partir da realidade conceitual apropriada pelas crianças dessa comunidade e organizados de modo sistemático ou científico, o que é comprovado por meio de sua utilidade social para a participação do sujeito nos mais diferentes segmentos sociais.

17. Qual era o pensamento de Vygotsky em a relação entre escola e educação?
Na escola as relações de conhecimento são intencionais e planejadas. A criança sabe que vai para a escola para aprender. O professor, por sua vez, orienta a criança, apresenta os conhecimentos de forma sistematizada, chama a atenção para a diversidade de aspectos que os conceitos apresentam, ensina a criança a ler, a escrever, a utilizar-se dos instrumentos e materiais escolares e a comportar-se nesse novo ambiente. Enquanto aluno, a criança também procura incorporar essescomportamentos escolares. Ela vai interiorizando formas de agir, pensar e racionar de acordo com os moldes escolares.

Outra Resposta Na escola as relações de conhecimento são intencionais e planejadas o ensino é sistematizado para que o indivíduo viva em sociedade. 

DESENVOLVIMENTO DA CRIANÇA -  (Piaget)

Piaget, quando postula sua teoria sobre o desenvolvimento da criança, descreve-a, basicamente, em 4 estados, que ele próprio chama de fases de transição. Essas 4 fases são :
Sensório-Motor (0 a 2 anos)          
Neste estágio, a partir de reflexos neurológicos básicos, o bebê começa a construir esquemas de ação para assimilar mentalmente o meio. Também é marcado pela construção prática das noções de objeto, espaço, causalidade e tempo. Segundo LOPES, as noções de espaço e tempo são construídas pela ação, configurando assim, uma inteligência essencialmente prática.
Conforme MACEDO, é assim que os esquemas vão "pouco a pouco, diferenciando-se e integrando-se, no mesmo tempo em que o sujeito vai se separando dos objetos podendo, por isso mesmo, interagir com eles de forma mais complexa." Nitzke et alli (1997b) diz-se que o contato com o meio é direto e imediato, sem representação ou pensamento.

Exemplos:  O bebê pega o que está em sua mão; "mama" o que é posto em sua boca; "vê" o que está diante de si. Aprimorando esses esquemas, é capaz de ver um objeto, pegá-lo e levá-lo a boca.

Pré-operatório -(2  a  7,8 anos)      
É nesta fase que surge, na criança, a capacidade de substituir um objeto ou acontecimento por uma representação (PIAGET e INHELDER, 1982), e esta substituição é possível, conforme PIAGET, graças à função simbólica. Assim este estágio é também muito conhecido como o estágio da Inteligência Simbólica.
Contudo, MACEDO (1991) lembra que a atividade sensório-motor não está esquecida ou abandonada, mas refinada e mais sofisticada, pois verifica-se que ocorre uma crescente melhoria na sua aprendizagem, permitindo que a mesma explore melhor o ambiente, fazendo uso de mais e mais sofisticados movimentos e percepções intuitivas.
A criança deste estágio:
  • É egocêntrica, centrada em si mesma, e não consegue se colocar, abstratamente, no lugar do outro.
  • Não aceita a idéia do acaso e tudo deve ter uma explicação (é fase dos "por quês").
  • Já pode agir por simulação, "como se".
  • Possui percepção global sem discriminar detalhes.
  • Deixa se levar pela aparência sem relacionar fatos.
Exemplos:
Mostram-se para a criança, duas bolinhas de massa iguais e dá-se a uma delas a forma de salsicha. A criança nega que a quantidade de massa continue igual, pois as formas são diferentes. Não relaciona as situações.

Operatório-concreto - ( 8 a 11 anos)                                                      
Conforme Nitzke et alli (1997b), neste estágio a criança desenvolve noções de tempo, espaço, velocidade, ordem, casualidade, ..., sendo então capaz de relacionar diferentes aspectos e abstrair dados da realidade. Apesar de não se limitar mais a uma representação imediata, depende do mundo concreto para abstrair.
Um importante conceito desta fase é o desenvolvimento da reversibilidade, ou seja, a capacidade da representação de uma ação no sentido inverso de uma anterior, anulando a transformação observada.

Exemplos:  Despeja-se a água de dois copos em outros, de formatos diferentes, para que a criança diga se as quantidades continuam iguais. A resposta é afirmativa uma vez que a criança já diferencia aspectos e é capaz de "refazer" a ação.

Operatório-formal - (11 a 14,15 anos)                                                   
Segundo WADSWORTH (1996) é neste momento que as estruturas cognitivas da criança alcançam seu nível mais elevado de desenvolvimento. A representação agora permite à criança uma abstração total, não se limitando mais à representação imediata e nem às relações previamente existentes. Agora a criança é capaz de pensar logicamente, formular hipóteses e buscar soluções, sem depender mais só da observação da realidade.
Em outras palavras, as estruturas cognitivas da criança alcançam seu nível mais elevado de desenvolvimento e tornam-se aptas a aplicar o raciocínio lógico a todas as classes de problemas.

Exemplos:  Se lhe pedem para analisar um provérbio como "de grão em grão, a galinha enche o papo", a criança trabalha com a lógica da idéia (metáfora) e não com a imagem de uma galinha comendo grãos.

Construção do conhecimento:                                                                                                                                                                

A construção do conhecimento ocorre quando acontecem ações físicas ou mentais sobre objetos que, provocando o desequilíbrio, resultam em assimilação ou, acomodação e assimilação dessas ações e, assim, em construção de esquemas ou conhecimento. Em outras palavras, uma vez que a criança não consegue assimilar o estímulo, ela tenta fazer uma acomodação e após, uma assimilação e o equilíbrioé, então, alcançado.
quando o equilíbrio se rompe, o indivíduo age sobre o que o afetou buscando se reequilibrar. E para Piaget, isso é feito por adaptação e por organização.
Esquema:                                                                                                                                                      Autores sugerem que imaginemos um arquivo de dados na nossa cabeça. Os esquemas são análogos às fichas deste arquivo, ou seja, são as estruturas mentais ou cognitivas pelas quais os indivíduos intelectualmente organizam o meio.
São estruturas que se modificam com o desenvolvimento mental e que tornam-se cada vez mais refinadas à medida em que a criança torna-se mais apta a generalizar os estímulos.
Por este motivo, os esquemas cognitivos do adulto são derivados dos esquemas sensório-motores da criança e, os processos responsáveis por esses mudanças nas estruturas cognitivas são assimilação e acomodação.
Assimilação:                                                                                                                                                                                  É o processo cognitivo de colocar (classificar) novos eventos em esquemas existentes. É a incorporação de elementos do meio externo (objeto, acontecimento, ...) a um esquema ou estrutura do sujeito.
Em outras palavras, é o processo pelo qual o indivíduo cognitivamente capta o ambiente e o organiza possibilitando, assim, a ampliação de seus esquemas.
Na assimilação o indivíduo usa as estruturas que já possui.
Acomodação:                                                                                                                                                                                      É a modificação de um esquema ou de uma estrutura em função das particularidades do objeto a ser assimilado.
A acomodação pode ser de duas formas, visto que se pode ter duas alternativas:
  • Criar um novo esquema no qual se possa encaixar o novo estímulo, ou
  • Modificar um já existente de modo que o estímulo possa ser incluído nele.
Após ter havido a acomodação, a criança tenta novamente encaixar o estímulo no esquema e aí ocorre a assimilação.
Por isso, a acomodação não é determinada pelo objeto e sim pela atividade do sujeito sobre este, para tentar assimilá-lo.
O balanço entre assimilação e acomodação é chamado de adaptação.
O que são os conceitos de assimilação,adaptação,equilibração e acomodação?                                                                                                                                                                                                   Estes conceitos são atribuidos a Piaget. Jean Piaget foi um psicologo suíço, faleceido em, 1980.

Assimilaçãorepresenta o processo da introdução ordenada de dados conhecidos ou novos na experiência, de acordo com os > esquemas existentes em um indivíduo.

Adaptação: para Piaget, é o equilíbrio dinâmico entre os processos da > assimilação > e da > acomodação. Com isso chega-se a equilibração.

Equilibração: é o processo de assimilação e acomodação.
ocasionando a acomodação. A equilibração é um processo fundamental no desenvolvimento do pensamento e tem origem na necessidade que o homem sente de equilibrío quando a criança se defronta com teses contraditórias e conflitos. Então, através da > assimilação e > acomodação, a criança pode vencer as contradições e estabecer o equilíbrio.

Acomodação: é o processo que ocorre quando o indivíduo se defronta com um novo problem e tenta, através da modificação de seu modo de comportar-se e pensar até então vigente, resolver o novo problema. Os esquemas já existentes no indivíduo são assim modificados pela adaptação aos novos aspectos do problema emergente.
Isto demonstra que a acomodação e assimilação se complementam mutuamente e são elementos do processo de abordagem ativa do ser humano.

Neste sentido, o adulto faz mais acomodações, e as crianças mais equilibrações e assimilações.
O PROFESSOR E A TEORIA FREUDIANA DA APRENDIZAGEM
Freud estudava comportamentos mentais de diferentes pacientes que sofriam de transtornos decorrentes de conflitos mentais por causa do processo de castração ou pulsão da libido. Ficou evidente pra ele que, estas frustrações estavam relacionadas aos valores gerados por uma educação conservadora e moralizante.
Ele acreditava que os conceitos psicanalíticos podiam diminuir estes rigores sociais e morais, pois a psicanálise trabalha e estuda os aspectos e o processo da sexualidade humana.

Assim sendo, a educação deveria ser fonte de prazer e não de castração, poderia exercitar esse conflito, deveria estimular e mediar as relações entre o prazer e o recalcamento desse prazer pela moral.

Freud, acreditando no processo da sublimação na educação, enfatizou que o professor assumiria o papel de questionar cada aluno sobre suas atitudes negativas ou perversas.
Os educadores devem refletir sobre o ato educativo repressor, pensar numa educação desafiadora e prazerosa, direcionando as pulsões parciais dos sujeitos de aprendizagem para valores socialmente superiores e culturais.

Através dos escritos de Freud, percebia-se que a educação produtora de pessoas neuróticas, representava o poder político dos governantes sobre a população.
Para Freud, o educador deveria buscar para seu educando o equilíbrio entre o prazer individual e as necessidades sociais, direcionar as pulsões parciais para objetos culturais.

Na relação entre ensino e aprendizagem, o professor pode ser a figura na qual o aluno transfere seus interesses ou pulsões parciais. Quando esta transferência acontece, fica estabelecido uma relação de troca de significados e como o professor tem o papel de direcionar as pulsões sexuais parciais do aluno, este sublima para as suas necessidades e assume uma relação de poder sobre o aluno.
Enfim, a psicanálise traz à reflexão a questão do que é ensinar e o que é aprender e analisa a relação entre professor e aluno, uma relação transferencial que estaria no ceme do que proporciona o aprendizado.

SUBLIMAÇÃO - Mecanismo de defesa pelo qual a energia psíquica de tendências e impulsos inaceitáveis primitivos se transforma e se dirige a metas socialmente aceitáveis, isto é, o inconsciente desloca energia de certas tendências condenáveis ou inaceitáveis, para realizações consideradas "superiores

Segundo Freud, que criou o termo, a sublimação é responsável por muitas "das nobres aquisições do espírito humano".
Ao contrário de outros mecanismos de defesa, na sublimação os impulsos encontram saída por via artificial. 

O impulso original desaparece quando a sublimação se completa, porque a energia dele lhe é retirada, e encaminhada para o objetivo-substituto.

EGO - centro da estruturação da personalidade , construído através das interações.
AGENTES SOCIALIZADORES FUNDAMENTAIS : família, escola , amigos...
CRISE PSICOSSOCIAL : conflito / ajustamento pessoal
 BIPOLARIDADE atitudes básicas alternativas

EGO é o resultado de uma formação progressiva, inexistente ao recém-nascido. É um produto do desenvolvimento, das experiências contínuas que o indivíduo faz no decorrer de sua existência. Não se trata, pois, de uma realidade acabada, embora atinja certa estabilidade na maturidade. Sua evolução é mais rápida durante os períodos de formação do indivíduo do que durante a idade adulta
o Ego é o resultado de um processo repetido de transformação das tendências inconscientes mais superficiais, ao contato da realidade exterior
Quando refletimos sobre nós mesmos, sobre o nosso "eu", formamos uma noção que representa nossa individualidade, aquilo que faz com que sejamos uma pessoa bem determinada e bem distinta das outras pessoas.

SUPEREGO - É uma das três instâncias da personalidade na teoria freudiana. O Superego é o conjunto de interdições, de defesas e de princípios introjetados que vai se constituindo, progressivamente, no decorrer do tempo.
Ele constitui um sistema defensivo normal e funciona sem que o indivíduo o perceba. Ele tem por finalidade impedir a satisfação de necessidades quando essa satisfação for de encontro ao que é moralmente condenável pela ética social que o indivíduo interiorizou

* Discuta conceitualmente a partir da teoria de Walon a seguinte afirmação de Marroney e Ramalho (2002): A pessoa está em constante processo.
Há um movimento contínuo de mudanças ao longo da vida do sujeito. Em cada instantente desse processo a pessoa é uma totalidade resultante da integração dos conjuntos motor, afetivo e cognitivo. A pessoa é sempre uma totalidade e so pode ser pensada a partir dessa integração, desses conjuntos (cognitivo, afetivo e motor) e os fatores orgânicos e social.

Propõe uma série de estágios do desenvolvimento cognitivo. Porém ele não acredita que os estágios de desenvolvimento formem uma sequência linear e fixa, ou que um estágio suprima o outro. Para Wallon, o estágio posterior amplia e reforma os anteriores. O desenvolvimento não seria, um fenômeno suave e contínuo; pelo contrário, o desenvolvimento seria permeado de conflitos internos e externos.

2. Descreva os estágios de desenvolvimento para Piaget e explique-os citando exemplos.
Piaget, quando postula sua teoria sobre o desenvolvimento da criança, descreve-a, basicamente, em 4 estágios, que ele próprio chama de fases de transição:
Sensório-Motor - Sensório-Motor (0 a 2 anos)  - nesse período a criança terá uma inteligência prática centrada  na percepção e no motor. Ela usa essa inteligência para solucionar problemas imediatos como pegar, jogar ou chutar uma bola. Exemplo:  , é capaz de ver um objeto, pegá-lo e levá-lo a boca

 Pré-operatório -(2  a  7 anos) – Nessa fase o pensamento é caracterizado pela realidade e a fantasia, com uma visão distorcisa da realidade;
- É egocêntrica, centrada em si mesma, e não consegue se colocar, abstratamente, no lugar do outro
- Não aceita a idéia do acaso e tudo deve ter uma explicação (é fase dos "por quês")       
- Já pode agir por simulação, "como se"
- Possui percepção global sem discriminar detalhes.               
- Deixa se levar pela aparência sem relacionar fatos.
 Exemplo: Mostram-se para a criança, duas bolinhas de massa iguais e dá-se a uma delas a forma de salsicha. A criança nega que a quantidade de massa continue igual, pois as formas são diferentes
   
Operatório-concreto( 7 a 11 anos- neste estágio a criança desenvolve noções de tempo, espaço, velocidade, ordem, casualidade, sendo então capaz de relacionar diferentes aspectos e abstrair dados da realidade. A criança já consegue classificar os objetos de acordo com a cor, forma e tamanho. Ela consegue classificar e entender que as rosas vermelhas são subespécies da classe das rosas e já compreende também operações matemática, envolvendo relações entre maior, menor, números crescentes, decrescentes etc.

Operatório-formal (11 a15/16 anos) é neste momento que as estruturas cognitivas da criança alcançam seu nível mais elevado de desenvolvimento. A representação agora permite à criança uma abstração total, não se limitando mais à representação imediata e nem às relações previamente existentes. Agora a criança é capaz de pensar logicamente, formular hipóteses e buscar soluções, sem depender mais só da observação da realidade.
Em outras palavras, as estruturas cognitivas da criança alcançam seu nível mais elevado de desenvolvimento e tornam-se aptas a aplicar o raciocínio lógico a todas as classes de problemas. Exemplo: Se lhe pedem para analisar um provérbio como "de grão em grão, a galinha enche o papo", a criança trabalha com a lógica da idéia (metáfora) e não com a imagem de uma galinha comendo grãos.

3. Descreva quais são os critérios para a existência da inteligência, segundo Gardner, na teoria das inteligências múltiplas.

- Isolamento potencial por dano cerebral que acaba por gerar perda de habilidade ou capacidade de funcionamento inteligente;

- Uma inteligência espécífica com altas habilidades para determinado comportamento inteligente;

- uma inteligência caracterizada por pessoa que apresenta uma atividade operacional essencial para a realização de um tipo específico de comportamento inteligente;

- uma característica de inteligência onde o sujeito se torna, de principiante, um expert, chegando a um determinado nível de conhecimento muito avançado;

- Uma característica onde a inteligência pode estar associada ao processo de adaptação do sujeito no ambiente, onde o sujeito apresenta uma interação fácil e rápida às mais diferentes situações ambientais;

- Uma inteligência relacionada à pesquisas, onde o sujeito manifesta apresentando diferenças de desempenho em tarefas distintas, ou seja, pode apresentar dificuldades em uma, mas facilidade em outra. Isso demonstra a existência dessa inteligência.

- Outra característica, a inteligência se manifesta através de provas de psicometria, em testes de capacidades específicas para cada inteligência;

- Em último caso, a inteligência é sucetível aos sistemas simbólicos, como as linguas ou a matemática ou se manifesta em local socialmente planejado para tal, como palcos, arenas, salas específicas e ambientes próprios

 

Qual o nome atribuído à teoria de Vygotsky? Comente sobre essa teoria.

- Sócio-Histórica ou sócio-construtivista – essa teoria destaca o mundo psíquico está ligado diretamente ao mundo material e as formas de vida que os homens vão construíndo no decorrer da história da humanidade. Para ele, o homem é um ser ativo histórico e social e que sua ação deixa na natureza, marcas e produtos que serão apropriados pelos demais integrantes da sociedade.

 

Qual a contribuição da teoria das inteligências múltiplas para o trabalho do professor em sala de aula? A teoria de Gardner apresenta alternativas para algumas práticas educacionais atuais, onde Gardenr chama a atenção para o fato que, as escolas se limitam as avaliações de raciocínios verbais e lógicos, não preparando o individuo para a vida, propondo assim que as escolas favoreçam o conhecimento de diversa disciplina e que encorajem seus alunos a utilizar seus conhecimentos para resolver problemas e efetuar tarefas relacionadas com a vida favorecendo o desenvolvimento de combinações intelectuais individuais a partir da avaliação do potencial de cada um.

Em outras palavras, cada pessoa pode expressar inteligência variada e em níveis diferentes de uma ou de um conjunto de inteligências, não podendo de maneira alguma ser definida ou medida em um modelo de teste com lápis e papel. E que os educadores, escolas, devem incentivar o aprendizado e desenvolvimento das habilidades de cada um fazendo com que este sinta o desejo de buscar mais conhecimento mudando assim, a forma de como enxergar o aluno e o próprio educador.

Qual é a função da emoção na teoria de Wallon? Como desenvolver a afetividade a partir dos trabalhos com emoções?   Wallon atribui à emoção - que como os sentimentos e desejos, são manifestações da vida afetiva - um papel fundamental no processo de desenvolvimento humano. Quando nasce uma criança, todo contato estabelecido com as pessoas que cuidam dela, são feitos via emoção.
Segundo Wallon, a emoção é o primeiro e mais forte vínculo entre os indevíduos. É fundamental observar o gesto, a mímica, o olhar, a expressão facial, pois são constitutivos da atividade emocional
Para Wallon, a afetividade é desenvolvida através dos gestos expressivos da criança, enquanto não aparece a palavra, é o movimento que traduz a vida psíquica, garantindo a relação da criança com o meio


 
Articule desenvolvimento e aprendizagem para Piaget e Vygostsky.
Para Piaget, os processos de desenvolvimento são independentes da aprendizagem. Eles são condição prévia para a realização da aprendizagem, mas não são alterados por ela. A escola se limitaria á tarefa de facilitar a elaboração dos saberes que as crianças, por si mesmas, já dispõe na construção de conhecimentos, usando a ajuda dos seus instrumentos lógicos.
A teoria de Piaget apresenta mais alguns conceitos importante para a educação e para o nosso contexto de alfabetização que são: equilibração, adaptação, acomodação, assimilação e desequilíbrio.
Vygotsky apresenta como uma teoria histórico-social do desenvolvimento, propondo uma visão da formação das funções psíquicas superiores como internalização, mediada pela cultura.
afirma que devemos pautar nossos esforços educativos em zona de desenvolvimento proximal e trabalhar com três vertentes: a interação, linguagem e ZDP.
Ao contrário de Piaget, para Vygostsky, aprendizagem e desenvolvimento estão intimamente inter-relacionados, envolvendo a interação com os adultos na prática escolar.

Quais os impactos ou contribuições da psicanálise freudiana para a aprendizagem e a educação.
As maiores contribuições da Psicanálise com a educação em geral se deu através do estudo do funcionamento do aparelho psíquico e dos processos mentais, onde ocorre a aprendizagem, do estudo dos vários tipos de pensamento, da aprendizagem através dos processos de identificação e dos processos de transferência que ocorrem na relação professor- aluno.
Na educação, a teoria psicanalista buscou formular interpretações, problematizando assim o excesso de poder e de repressão que o processo educacional atua nos indivíduos, levantando a hipótese de que várias histerias que acontecem em nossa civilização estão ligadas aos tempos em que a criança está desenvolvendo um processo de aprendizagem e de interação social.

O brinquedo é um elemento fundamental para o desenvolvimento da criança. Este conceito é central para qual teoria psicológica? Explique-o e exemplifique.
Vygotsky diz que as habilidades humanas começam pelos três anos de idade. No brinquedo, a criança projeta-se nas atividades adultas de sua cultura e ensaia seus futuros papéis e valores. Assim, o brinquedo antecipa o desenvolvimento que só pode ser completamente atingido com assistência de seus companheiros da mesma idade e mais velhos.
Durante a brincadeira, todos os aspectos importantes da vida da criança tornam-se tema do jogo.

Discuta o conceito de consciência para Wallon, aponte seu processo de constituição e destaque sua importância para o desenvolvimento do indivíduo.
Wallon queria entender a estrutura da consciência o os processos de diferenciação dos sujeitos.
Para ele, a consciência é uma possibilidade de diferenciação dos sujeitos. Sua teoria interacionista, concebia o homem  como um ser integral e pela sua interação com outros sociais possibilitaria essa diferenciação, além de se conhecer melhor ao mesmo tempo.

12. Discuta o uso de instrumentos e a inteligência prática na teoria elaborada por Vygotsky.
Pela teoria Vygotskyana, é fundamental o papel da interação social, em que os instrumentos sociais e culturais (como a linguagem) produzem formas de pensar típicas dos seres humanos, visto que as condições de vida social se tornam cada vez mais complexa. Logo, ensinar requer um conhecimento sobre cada criança, como ela se constitui e como ela aprende.
A Inteligência prática faz com que o ser humano desenvolva habilidades diferenciadas em relação a muitos animais, essas habilidades ainda são compartilhadas por animais mais evoluídos (macacos)

Função Instrumental
.Não basta ofertar o brinquedo à criança, é necessário estimulá-la chamar sua atenção para esses objetos. (O caminho da criança até o objeto e vice-versa passa por outra pessoa). Os objetos permitem às crianças tanto conhecer suas próprias características, como estabelecer vínculos  entre o adulto e ela, fortalecendo os aspectos afetivos


Quais as concordâncias e as discordâncias entre a teoria de Piaget e Wallon?
 Wallon diz que a consciência é a própria limitação orgânica do bebê. São outros que interpretam a as suas reações, movimentos e necessidades, sendo que a cça é incapaz de realizar alguma coisa por si mesma, ela é manipulada por quem a atende. E pra Piaget ele entende que o sujeito deve antes tomar consciência de si do que do outro.  


Analise o caso das meninas-lobo Amala e Kamala a partir da teoria sociocultural de Vygotsky, destaque a questão da cultura.
Essa situação representa a maneira como o convívio social possibilita criar condições para o aparecimento da consciência. Os homens quando transformam a natureza e aprimoram seus instrumentos , estão desenvolvendo suas funções mentais superiores, como percepção, atenção, memória e raciocínio. Nesse processo, também estão formando sua personalidade. Cabe à Psicologia do Desenvolvimento, portanto, conhecer e compreender a forma de estruturação do comportamento humano e dos processos de aprendizagem. 


5. Comente 2 correntes psicológicas, contextualiza e aponte o seu principal representante
1. PSICANÁLISE => FREUD => os processos são de natureza inconsciente e os processos conscientes não são atos isolados ou fracionados da vida total. Considera que os processos mentais NÃO ocorrem por acaso, a psicanálise busca o significado oculto das nossas ações.
A educação assume um papel importante no estudo da afetividade nas relações entre professores e alunos.

2. SOCIOINTERCIONISMO - (Wallon):  o desenvolvimento humano não é um processo composto por estágios lineares, é marcado por preponderância entre estágios cognitivos e afetivos. É marcado por crises e turbulências. O homem é um ser BIOLOGICAMENTE SOCIAL (havendo uma relação entre cognitivo X afetivo X motor)

6. Apresente duas linhas do pensamento psicológico, destaque os conceitos centrais e seus principais representantes.
- Funcionaloismo > interessa em compreender  o funcionamento e adaptação da mente dos indivíduos no meio em que se inserem. Estuda as influências das crenças no comportamento emocional e corporal das pessoas e investiga a formação dos conceitos de acordo com as necessidades humanas;
- Estruturalismo > estuda as operações mentais como atenção, intenções e metas. Define que a mente não é algo substancial, mas sim, processos elementares da atividade mental


10. Discuta conceitualmente a seguinte afirmação:
"A inteligência não começa pelo conhecimento do eu nem pelo conhecimento das coisas enquanto tais, mas pelo conhecimento de sua interação orientando-se simultaneamente para os 02 pólos desta interação, a inteligência organiza o mundo, organizando-se a si mesma. (Piaget apud Feverreiro, 2001).
Sendo assim, Piaget não estava preocupado em apenas conhecer a criança e nem na melhoria dos métodos educativos e sim compreender o homem e a formação dos mecanismos mentais para assim chegar na construção e aquisição do conhecimento


8. articule as condições históricas e a teoria de freud,aponte suas maiores contribuiçoes para a psicologia e para a educação
Freud foi um estudioso nas áreas da fisiologia e da neuropatologia. Considerado pai da psicanálise, se preocupava em estudar os lapsos de memória  sofridos pelas pessoas assim como os comportamentos desviantes das pessoas através de seu método psicanalítico.
A Psicanálise, Método desenvolvido pelo médico neurologista alemão Sigmund Freud, tratava de distúrbios psíquicos a partir da investigação do inconsciente.

Na educação Freud abordava os problemas que afetam as relações na escola e o processo de ensino e aprendizagem, como prazer, desejo, repressão e o papel do professor na dormação do jovem


Howard gardner propõe uma mudança radical no conceito de inteligência. Defina essa mudança:
Antes de Gardner existiam apenas duas inteligências, a linguistica e a matemática. Ele com sua teoria provoca uma revolução. Para ele, os professores devem ter a sensibilidade de entender cada aluno, pois cada sujeito é dotado de inteligências multiplas, uns conseguem resolver fácil uma certa questão que outros pode não conseguir, porém esse, poderá resolver outras com um certo grau de facilidade. Para todos, os educadores precisam criar métodos novos de aprendizagem.


Vygotsky - a consciência é determinada pelo modo de vida dos sujeitos;

Piaget - o processo de construção de conhecimento é um processo de desequilibrações, assimilações, acomodações e adaptações de estruturas

Vygotsky - a forma de a criança adquirir conhecimentos e consciência é através da participação ativa dos elementos e símbolos da sociedade;

Piaget - o conhecimento é resultado da experiência e da interação do sujeito com o meio. A ação é a fonte do conhecimento

Vygotsky - a construção da inteligência se dá através da complementaridade dos aspectos biológicos e sociais "o homem não nasce homem e sim com possibilidades de humanizar-se nas interações estabelecidas ao longo da vida;

Piaget - aspectos que favorecem o desenvolvimento e a inteligência: os de ordem genética absoluta; os influenciados parcialmente pela genética e os que não dependem da genética, além de outros fatores como a maturação, a relação do homem com os objetos, a transmissão social e os processos de equilibração.

Piaget - a inteligência não começa nem pelo conhecimento do eu nem pelo conhecimento das coisas, mas pelo conhecimento de sua interação

Vygotsky - Funções superiores é a capacidade de solucionar problemas, o uso da memória, a formação de conceitos o o desenvolvimento da língua;

Piaget - Compreender a construção dos estágios do pensamento infantil pelos professores auxilia na construção de suas práticas pedagógicas. O professor precisa estar atento ao planejamento que irá construir e às adaptações do conteúdo de acordo com a faixa etária e das capacidades de raciocínio das crianças.