Páginas

Minha foto
são paulo, zona leste, Brazil

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Psicologia do Desenvolvimento - Questões de Prova


1 - Explique a dialética idealista e a dialética materialista propostas por Hengel e Marx. Exemplifique com situações do cotidiano escolar:
R - A dialética idealista de Hengel define que as idéias põe o mundo em movimento é a filosofia do vir a ser todas a s coisas estão em constante processo de  mudança.
A dialética materialista de Marx define que o mundo material antecede o espírito.


2 - Explique a dialética idealista e a dialética materialista propostas por Hegel e Marx. Exemplifique com situações do cotidiano escolar.
R - A dialética hegeliana era a dialética do idealismo (doutrina filosófica que nega a realidade individual das coisas distintas do "eu" e só lhes admite a idéia), e a dialética do materialismo (Marx) é posição filosófica que considera a matéria como a única realidade e que nega a existência da alma, de outra vida e de Deus.


3 - Relacione Iluminismo com Revolução Francesa e Revolução Industrial:
R - O Iluminismo foi um movimento intelectual ligado a burguesia que criticava a supremacia do clero e da nobreza, a injustiça e a irracionalidade das instituições da época que culminou na Revolução Francesa, que favoreceu a burguesia rompendo aquela forma de pensar baseada na tradição. E com esta nova maneira de pensar e de ver a realidade trouxe mudanças no campo da técnica, pois com a Revolução Industrial a ciência e a técnica provocaram mudanças na relação do homem com a natureza.


4 - Relacione o Iluminismo com a Revolução Francesa e a Revolução Industrial:
R - A Revolução Francesa só foi possível com o Iluminismo. Com a leitura dos textos de Descartes, Voltaire e muitos outro. Antes a população francesa vivia em miséria absoluta explorada pelos monarcas absolutistas. Quando a população passou a tomar conhecimento desses textos passou a ficar com maior conhecimento de sua situação e seus direitos, ou seja, ficar mais "iluminada". A revolução industrial ocorreu em paralelo a partir da descoberta da máquina a vapor e seu uso na indústria, inicialmente nas fábricas de tecelagem. Depois vieram outras tecnologias como os trens a vapor e muito tempo depois as primeiras idéias da produção em massa


5 - Que aspectos do iluminismo podem estar presentes no processo de organização do meu fazer pedagógico?
R - Acredito que fazendo uso dos meus conhecimentos, dividindo-os e ao mesmo tempo levando os educandos ao caminho da autonomia


6 - Discuta o papel do sujeito a partir da perspectiva de Schopenhauer e articule com sua contribuição para a educação
R - Para Schopenhauer a imagem que tenho do mundo são representações muito particulares reguladas pela vontade que produz movimento na vida , portanto cada individuo possui suas próprias representações , assim como educadores temos que nos interessar em conhecer quais são as representações de nossos alunos para termos uma melhor interação com eles efetivando assim nossa pratica pedagógicas.


7 - Discuta o papel do sujeito a partir da perspectiva de Schopenhauer e articule com a sua contribuição para a Educação.
R - Schopenhauer explica que para o homem ser piedoso não basta apenas que o sofrimento alheio lhe seja exposto. Não é isto que o move para a compaixão, é preciso que ele conheça o que significa o sofrimento e o prazer


8 - O que significa "idade das trevas" ou o "obscurantismo filosófico" no que se refere à produção filosófica.
R - A  Idade das Trevas foi compreendida como uma época de retrocesso do pensamento, de atraso intelectual, científico e cultural. Uma época em que o domínio da fé obscureceu as "luzes" da razão e emperrou o progresso


9 - O que significa "idade das trevas" ou o "obscurantismo filosófico" no que se refere à produção filosófica
R - Para muitos não houve produção de filosofia nesse período porque a máxima era: “Crer para compreender e compreender para crer”(enfatizada por muitos teólogos e padres). Essa frase foi muito forte no período da Patrística, um período em que a preocupação com salvação da alma foi bastante forte. As questões com a sexualidade e as coisas do mundo, eram bastante desprezadas


10 - Conceitue: Silogismo, Lógica, Ética, Política:
- Silogismo:  quando o raciocino é formulado de maneira lógica e ajuda-nos no processo de construção do conhecimento.                                                                                                                 
- Lógica:é a ciência que estuda a estrutura do raciocínio.                                                                                                                                                                                                                                                       
- Ética:é o preparo do individuo para que o mesmo possa viver bem na sociedade.                                                                                                                                                                                               
- Política: enfatiza o homem como um ser social que procura promover o bem comum e a felicidade


11 - Escreva a respeito da importância da filosofia da educação, destaque as questões éticas, morais e de valores
R - A filosofia  proporciona aos educadores reflexões como agir diante de cada educando respeitando seus valores, crenças ou seja suas representações em que venham a ser pré julgadas por opiniões pré estabelecidas pelos educadores, podendo assim tornar-se adultos autônomos e seguros de suas idéias. A filosofia é muito importante para o ser humano, através dela o seres deixam de ser alienados e se tornam seres pensantes e questionadores diante da vida 


12 - Pontue a contribuição de Sócrates para a formação de nossa moral ocidental
R - Um dos valores éticos estabelecidos por Socrates que teve grande influencia para a formação de nossa moral ocidental é a honestidade que foi estabelecida por ele, custando-lhe a própria vida. Outra idéia relevante é a noção de humildade.

13 -  Analise o mito da caverna de Platão de uma perspectiva educativa, como podemos compreender cada elementos em nossa realidade escolar
R - O mito da caverna nos faz refletir sobre as possibilidades que o homem tem de expandir seus conhecimentos e horizontes sendo a educação um caminho fundamental, e cabe não só a escola, mas aos professores, aos pais e aos educando encontrar diversas possibilidades de desenvolvimento, não se limitando apenas ao que é imposto pela sociedade, mas buscar refletir e questionar sua própria realidade, e o professor pode ser formador das mentes criticas por meio do seu processo pedagógico

14 -  Quais são as cavernas em que muitos de nós vivemos?
R - De acordo com minha compreensão sobre o mito da caverna, acredito que muitas coisas que envolvem a sociedade contemporânea podem ser caracterizadas como cavernas, como por exemplo a busca exagerada pela aparência perfeita, a alienação diante da televisão onde as pessoas apenas absorvem as informações sem questioná-las, nossa política que é cheia de corrupção e abusos e as pessoas não buscar uma verdadeira mudança, uma vez que continuam a colocar no poder pessoas que já provaram ser corruptas


15. Como podemos usar a maiêutica, a ironia e a refutação no processo de ensino e aprendizagem?
R - O uso combinado da maiêutica, da ironia e da refutação no processo de ensino e aprendizagem possibilita que o conhecimento seja construído gradualmente, a partir de idéias exprimidas pelo próprio aluno, ao ser indagado com perguntas simples e unidas por seu preceptor (professor). O conhecimento construído dessa forma dá ao aluno autonomia, e leva-o a um nível mais alto da compreensão do “eu” – que passa a ser produtor de conhecimento, ao invés de simples espectador.


16. Apresente a teoria das quatro causas de Aristóteles. Descreva sinteticamente a construção da filosofia de Sócrates a Platão.
Teoriadas4 causas:                                                                                                                                                                                                                                                                                                                        
1ª - Causa material indica do que é feito o ser.                                                                                                                                                                                  
2ª - Causa formal é sua alma, ou seja, é o que nos faz diferentes uns dos outros.                                                                                                                         
3ª - Causa eficiente está relacionada com o motor que nos gerou.
 4ª -  Causa Final  - é o objetivo para o qual o ser humano tende


17 - Apresente as idéias centrais da filosofia de Espinosa e aponte as causas para sua rejeição por parte das religiões que o levaram a ser excomungado de cada uma delas.
R - Ele foi expulso por acreditar que Deus e a natureza eram uma coisa só. Suas idéias são:                                                                                                                                                                                       
 - Deus e a natureza são uma só, é a mesma coisa.                                                                                                                                                                                                                                                             
 - O homem é livre não porque ele possui o livre arbítrio, mas porque ele tem essa força própria interior que o leva a agir de acordo com as suas próprias convicções.
- Deus não é esse super-homem que está olhando para o homem no sentido de castigá-lo, de controlá-lo, ele nega essa idéia.
- A religião é um impulso natural que aproxima o homem da própria criatura e a religião não tem autoridade sobre o homem. Cada um deve ser o senhor de si mesmo
- O poder emana do próprio povo. A democracia é a melhor forma de haver organização entre os homens.
- A teologia difere totalmente da política



18 - Apresente as ideias centrais da filosofia Espinosa. Aponte as causas por sua rejeição por parte religiosa que o levam a ser excomungado
R - Para Espinoza o homem deve tornar-se um ser para-si, ou seja um homem forte capaz de fazer escolhas conscientes e responder por elas. Ele criticou radicalmente a religião e a política de sua época que usava a superstição e o medo como forma de conseguir a obediência e a submissão da massa, por causa da crítica radical para a época ele foi excomungado da igreja



19 - Apresente as ideias centrais da filosofia Espinosa. Aponte as causas por sua rejeição por parte religiosa que o levam a ser excomungado.
Para Espinoza o homem deve tornar-se um ser para-si, ou seja um homem forte capaz de fazer escolhas conscientes e responder por elas. Ele criticou radicalmente a religião e a política de sua época que usava a superstição e o medo como forma de conseguir a obediência e a submissão da massa, por causa da sua critica radical para a época ele foi excomungado da igreja.

20 - Argumento a respeito da importância da filosofia para o ser humano e discuta a respeito da educação.                                                 
R - A filosofia é importante para o ser humano pois desenvolve nossa capacidade de indagar nossa realidade como um todo, ela impede a estagnação e nos coloca dispostos a mudar de opinião. E esta postura é muito importante no ato de educar pois permite que nossa ação pedagógica seja coerente e eficaz, pois a teoria e a prática andam juntas, sendo possível conduzir nossos alunos a questionar sua própria realidade levando modificá-la.



21. Argumente a respeito da importância da filosofia para o ser humano e a respeito da filosofia para a educação.                                      
R - A filosofia é importante para que as pessoas deixem de serem pessoas alienados e se tornem seres pensantes e questionadores diante da vida. Assim como o mito da caverna em Platão, a filosofia possibilita que deixemos as sombras de nossa sociedade rumo a luz do conhecimento, questionamentos e nos torna cidadãos de direitos e deveres. A Filosofia proporciona aos educadores reflexões de como agir diante de cada educando, respeitando seus valores, crenças, ou seja, suas representações sem que haja pré-julgados por opiniões pré-estabelecidas pelos educadores, podendo assim tornar–se adultos autônomos e seguros de suas idéias.

22. Como podemos perceber a presença da maneira positivista do pensar no ambiente escolar?                                                                                                                                                                
Ao refletir sobre o positivismo vemos que ele admite apenas o que é real, verdadeiro, inquestionável, aquilo que se fundamenta na experiência.                                                     
Deste modo, vemos sua influência no ambiente escolar quando ela vem a privilegiar a busca do que é prático, útil, objetivo, direto e claro. Os positivistas se empenharam em combater a escola humanista, religiosa, para favorecer a ascensão das ciências exatas. As idéias positivistas influenciaram a prática pedagógica na área das ciências exatas, influenciaram a prática pedagógica na área de ensino de ciências sustentadas pela aplicação do método científico: seleção, hierarquização, observação, controle, eficácia e previsão.                                                                                                                                                                                                                                                       
Acredito que quando a escola de informatiza cada vez mais, formula materiais cada vez mais simples e prontos nos deparamos com a maneira positivista de pensar no ambiente escolar.



23 - Defina o positivismo e a contribuição para a ciência e descreva a lei dos três estados de August Comte
O positivismo e um conjunto de idéias que se desenvolve na Europa eles acreditavam que os conhecimentos que só são válidos os conhecimentos obtidos pela ciência, August Comte acreditava que a humanidade estava passando por um processo de evolução e para ele o espírito humano passa pelo três estados, 1º  Teológico – as coisas acontecem pela vontade de um deus, 2º Metafísico – é um misto entre a razão e a fé, substituição de um deus por algo abstrato, 3º Positivo  - realidade, certeza e precisão através da ciencia.




24 - Defina o positivismo e a contribuição para a ciência e descreva a lei dos três estados de August comte                                                 
O positivismo é uma corrente de pensamento que se desenvolveu na Europa, no final do século XIX, é a doutrina daqueles que preconizam a idéia de que só são válidos os conhecimentos obtidos pela ciência, August Comte acreditava que a humanidade estava passando por um processo de evolução e para ele o espírito humano passa por três estados, 1º Teológico – as coisas acontecem pela vontade de um deus, 2º Metafísico – é um misto entre a razão e a fé, substituição de um deus por algo abstrato, 3º Positivo – realidade, certeza e precisão através da ciência.

25 - O positivismo apresenta uma concepção de homem. Qual é essa concepção?                                                                      
R - O homem evolui até o estado positivo, ele passaria por três estados, teológico, metafísico e positivo


26 - Discutam os conceitos de citicismo e dogmatismo frente ao estudo filosófico e como  esses conceitos são aperfeiçoados pela religião:
R - Ambos possuem uma visão imobilistica do mundo o dogmático acredita que encontrou a verdade e que a sua verdade e a única já o cetico acredita não ser possível encontrar a verdade. Por isso renuncia de procurá-la . Como a religião cada um acha que a sua e verdadeira.


27 - Discutam os conceitos de citicismo e dogmatismo frente ao estudo filosófico e como esses conceitos são aperfeiçoados pela religião:                                                                                                                                                                                                          
R - Ambos possuem uma visão imobilista do mundo. O dogmático acredita que encontrou a verdade e que ela é única;  já o cético acredita não ser possível encontrar a verdade. Por isso ele renuncia de procurá-la. Exemplificando as religiões são cheias de dogmas, cada um acredita que a sua é a verdadeira.

28 - Discutam os conceito de ceticismo e dogmatismo frente ao estudo filosófico?
R - Cético é aquele que observa a distancia, afirmando não haver conhecimento absoluto a respeito da verdade.
Dogmático é aquele que se funda em princípios que se apega a certeza de uma doutrina. Portanto tanto, o cético como o dogmático tem uma visão imobilista do mundo contrario a filosofia que entende que o mundo é movimento, portanto, a postura filosófica nos coloca dispostos a mudar nossa visão a cerca das coisas.

29 - Fale a respeito da ética Kantiana e sua contribuição para a educação.                                                                                               
R - Para Kant, nós os seres humanos somos o único ser capaz de aprender e de adquirir conhecimento intelectual e por isso através da educação nós podemos formar indivíduos conscientes verdadeiros cidadãos.
                                      
                                                                                                               
30 - Fale a respeito da ética Kantiana e sua contribuição para a educação.                                                                                     
R - Para Kant a ética era puramente racional e universal sendo possível estabelecer princípios universais e imutáveis para a moral. Portanto para Kant o homem só pode vir a ser homem através da educação e hoje as praticas pedagógicas são influenciadas por Kant pois preza a necessidade de disciplina e a classificação de  faixa etária.


31 - Fale a respeito da ética Kantiana e sua contribuição para a educação.                                                                                                          
R - Para Kant nos somos únicos capazes de aprender e de adquirir conhecimentos intelectuais por isso através da educação somos capazes formar seres humanos  conscientes e verdadeiros cidadãos


32 - Fundamentos da Moral: “Age de tal maneira que o motivo que le levou a agir possa ser convertido em lei universal. O que Kant quis dizer?                                                                                                                                                                  
R - Acredito que Kant que era tão defensor da moral e da ética, afirma que nossos atos sejam tão honestos e corretos que se tornem um exemplo universal para todos


33 - Como podemos dispor da Teoria do conhecimento de Kant no processo de ensino aprendizagem?                                                   
R - Kant não nos induz à consideração de uma concepção estática da educação, mas, pelo contrário, ao seu visionamento numa perspectiva que implica, necessariamente, a dinamicidade, o contínuo e o progressivo. O filósofo defende, tal como Rousseau, que o aluno não pode aprender pensamentos, mas aprender  a pensar, que não se deve levá-lo, mas guiá-lo, se pretende que no futuro seja capaz de caminhar por si mesmo


34 - Como a filosofia pode contribuir no processo de organização de nosso processo político-pedagógico?                                        
R - A filosofia permite que sejam levantadas questões cujas respostas podem ser utilizadas no direcionamento e no encaminhamento do processo político-pedagógico. Fundamentar as ações deste processo com base em questões tais como “por que dizemos o que dizemos?” e “por que fazemos o que fazemos?” podem ser determinantes para definir o caminho – ou os caminhos – que serão percorridos no desenrolar do processo de ensino-aprendizagem. Este processo envolve muitos atores e ciências, a filosofia nos ensina a pensá-lo, respeitando e levando em conta todos as suas variáveis.


35 - Analise o mito da caverna de Platão de uma perspectiva educativa, como podemos compreender cada elementos em nossa realidade
escolar?                                                                                                                                                                                                         
R - O mito da caverna nos faz refletir sobre as possibilidades que o homem tem de expandir seus conhecimentos e horizontes sendo a educação uma caminho fundamental, e cabe não só a escola, mas aos professores, aos pais e aos educando encontrar diversas possibilidades de desenvolvimento, não se limitando apenas ao que é imposto pela sociedade buscar refletir e questionar sua própria realidade, e o professor pode ser formador das mentes criticas por meio do seu processo pedagógico.


36 - Como o pensamento iluminista influenciou a formação da cultura brasileira?                                                                               
R - Ao estudarmos, compreendemos que o princípio do iluminismo é o uso da razão como instrumento básico para a melhoria de vida do ser humano em todas as coisas, seja na justiça, seja na ciência, na política, progresso, bem-estar, etc. Analisando dessa forma não vejo muita influência do iluminismo na Cultura brasileira, Já que temos visto tanta corrupção, violência, etc. Entretanto muitas coisas presentes em nossa cultura são um legado do iluminismo se analisarmos sobre o aspecto da educação vemos que a Educação tem como o maior de seus objetivos formar cidadãos o que é puro pensamento iluminista e está presente nos PCN's, outros exemplos seriam a tecnologia e os direitos civis.


37 - Quais os elementos apontam em realidade para iluminista. Descreva os argumentos a respeito.                                                         
R - O conceito Iluminista é muito presente em nossa sociedade pois defende a liberdade, a igualdade e a fraternidade, conceitos aceitos pelos que desejam uma sociedade democrática e se faz presente em nossa constituição quando garante que a educação é direito de todos e dever do Estado e que somos todos iguais perante a lei.


38 - Quais elementos apontam em nossa realidade para a presença do pensamento iluminista, descreva-os e argumente a respeito.                                                                                                                                                                                           
R - O iluminismo pode ser entendido de uma forma bem simples como a luz da razão, ou melhor, como o conhecimento que adquirimos e iluminamos a ignorância do homem. Quando nós deixamos de ser cidadãos ignorantes diante dos problemas encontrados em nosso dia a dia, e passamos a agir de acordo a esse novo pensamento “iluminado”, deixamos por exemplo de votar em um político corrupto pois deixamos de ser “ignorantes” adquirimos o conhecimento por  determinado candidato. Isto é um elemento trazido pelo iluminismo, o conhecimento.


39 - Descreva sobre a questão do valor, moral e ética em nossa sociedade e as nossas escolas.                                                          
R - Valor este que nasce a partir do momento em que algo passa a ter importância para nós, portanto, depende do ponto de vista do sujeito.                                                                      
Ética consiste na reflexão a cerca dos valores.                                                                                                                                                                                                                                       
Moral é o conjunto de regras e normas de conduta de uma sociedade.                                                                                                                                                                                    
Com estas definições podemos chegar a conclusão de que a sociedade moderna está vivendo uma era do individualismo da busca frenética dos prazeres, da permissividade e do narcisismo, portanto os valores, a ética e a moral são extremamente individuais oprimindo o coletivo e o bem de outros, longe de desenvolver virtudes e analisar a influencia de suas ações sobre os outros, características muito presente em nossas escolas.


40 - Como Nietzsche vê a questão da moral?                                                                                                                                                              
R - Ele foi o desmistificador da moral ocidental, criticava todas as formas de hipocrisia religiosa e política, como os políticos beijavam as crianças e levavam comidas nas favelas em épocas de eleições, isso é fácil e conveniente, não é ser bom. Pela moral de Nietzsche, o político sendo uma pessoa "boa", faria isso em qualquer época.


41 - Existe algum ponto de semelhança entre o pensamento de Nietzsche e os objetivos dos PCN´s?                                             
R - Os Parâmetros Curriculares Nacionais - PCN´S, foram elaborados procurando, de um lado, respeitar diversidades regionais, culturais, políticas existentes no país e, de outro, considerar a necessidade de construir referências nacionais comuns ao processo educativo em todas as regiões brasileiras. Com isso, pretende-se criar condições, nas escolas, que permitam aos nossos jovens ter acesso ao conjunto de conhecimentos socialmente elaborados e reconhecidos como necessários ao exercício da cidadania. Referindo-se a Nietzsche acredito que sim, pois vemos que nos objetivos dos PCN´S, existe o objetivo final que é a formação do cidadão, assim como via Nietzsche em sua filosofia onde ele buscava orientar as pessoas para que passassem a pensar sobre a vida, tornando-se conscientes da vida verdadeiros “cidadãos”, por isso fez criticas aos projetos curriculares praticados na Alemanha principalmente ao de História, que era voltado somente aos fatos passados.


42 - Existem pontos de semelhança entre o pensamento dos frankfurtianos e os PCNs? Quais São?                                                          
R - Claro que sim pois assim como no pensamento dos frankfurtinos, os PCN´s tem como objetivo transformar os educandos em indivíduos fortalecidos e desenvolvidos intelectualmente.


43 - Escreva a respeito das correntes filosóficas: Pragmatismo e Existencialismo                                                                       
R - Pragmatismo: “A verdade de uma proposição se define por eficácia”. Algo que só é válido se produzir resultados. Tudo para os pragmáticos está voltado para o mundo real, prático e concreto. “O pragmatismo desvia-se da abstração, de tudo o que torna o pensamento inadequado; soluções verbais, más razões a priori, sistemas fechados e firmes; de tudo o que é por assim dizer, um absoluto ou uma pretensa origem, para voltar-se na direção do pensamento concreto e adequado, dos fatos, da ação eficaz”. (William James).                                                                                                                                                                                           - Existencialismo (Sartre) É um conjunto de filósofos ou de diretrizes filosóficas que tem em comum, não só os pressupostos e as conclusões (que são diferentes), mas o instrumento de que se valem: A Análise da Existência”. Todos os pensadores tinham algo em comum, abordar a questão da existência, ou seja, o modo de ser próprio do homem, enquanto é um modo de ser do mundo. “Existir é estar em relação com o mundo”. O existencialismo baseia-se em três pontos fundamentais:                                                                                                                                                                                                                            
• Necessidade do possível: a cada instante de nossa vida nós precisamos fazer escolhas.
• Possibilidade do possível: é a idéia de que nossas escolhas podem se realizar.                                                                                                                                                                     
• Impossibilidade do possível: nem tudo o que escolhemos poderá se realizar.                      
• Para Sartre, o homem é o único animal que pode escolher.      
• A cada escolha, o homem se torna absolutamente responsável por ela e terá necessariamente conseqüências.


44 - Escreva a respeito das correntes filosóficas: pragmatismo e existencialismo.                                                                                                                                           R - Para o pragmatismo a verdade de uma doutrina consiste no fato de que ela seja útil e propicie algo que possa trazer êxito ou satisfação; a verdade do conhecimento só é válida se produzir resultados práticos; valoriza-se apenas aquilo que tem resultado imediato e que sejam de seu interesse, age de maneira que-lhe é conveniente, sem levar em conta até mesmo valores éticos, para eles, o pensamento e a ação são elementos inseparáveis, não aceitam conhecimentos especulativos e não dão importância à filosofia.                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                - Existencialismo, nascido em 1930, um movimento entendido por um conjunto de filósofos que tem em comum a análise da existência, como o modo de ser próprio do homem. Diferentemente dos demais seres vivos, o homem possui característica fundamental que é a liberdade. Existir significa ter relação com o mundo, só mediante a relação com os outros é possível conhecer a si próprio. Existir é estar num universo e construir nele sua marca e sua figura, compreendendo a importância de suas escolhas assim como seus resultados. Pontos fundamentais do existencialismo:                                                                                                                                                                                                                                                                                                                       - Necessidade do possível – diz respeito à necessidade e à capacidade do homem em fazer sua escolha e acreditar nela;                                                                                                                                                                                                                                                 - Possibilidade do possível – relativo à possibilidade de tornar realidade as escolhas que fizemos;                                                                                                                                                       - Impossibilidade do possível – entender que nem todas as escolhas são possíveis se tornar realidade, quando se trata de escolha para o futuro. 

45 - Nietzche tem como um de suas máximas "se quiser ser um homem forte torne-se mestre de um único objetivo, insista no seu trabalho", discuta esta máxima a partir de sua construção histórica.                                                                                                                          
R - Para Nietzche ao escolhermos algo para fazermos devemos ser o “melhor”, dar o melhor de nós,  por exemplo, um professor deve dar o melhor de si e ser o melhor de sua escola se esta foi sua escolha.

46 - “Se o homem começar com certezas, terminará com dúvidas, mas se ele se contentar em começar com dúvidas, terminará com certezas”, Em que medida essa proposição de Francis Bacon se aplica ao conceito de “epoché”?                                                                                                                                                                                                                                                                                                                    R - Não devemos Criar pré conceitos sobre os nossos educandos antes de conhecê-los devidamente, conhecermos também suas representações diante da vida, para que não sejamos preconceituosos diante da vida.  
47 - O conceito de intersecção de fato faz diferença no processo de ensino? Existe outra maneira de se pensar sobre isso? Qual?                                                                                                                                                                                                               R - Sim, só haverá uma boa resposta no ensino aprendizagem se houver uma boa intersecção entre professor e aluno. É através da boa intersecção que se vai construindo historicamente o processo de ensino aprendizagem que se torna muito mais fácil, tanto para o professor quanto para o aluno.

abraço galera,
nivaldo!