Páginas

Minha foto
são paulo, zona leste, Brazil

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Educação Inclusiva - Provas OnLine (N2)

Parte superior do formulário
Atenção!
Ao responder sua prova confronte as respostas abaixo com o livro para não ser surpreendido com respostas incorretas

Minha N2 - Resultado final : 

EDUCAÇÃO INCLUSIVA

1. A pessoa cuja visão é subnormal


  •  deve proteger os seus olhos da luz, pois pode prejudicar sua visão.
  •  não pode usar óculos, para não prejudicar seu resíduo visual.
  •  deve utilizar sua visão no limite máximo que for possível.
  •  deve evitar a leitura para não prejudicar seu resíduo visual.

2. O currículo escolar deve prover


  •  atendimento especializado ao estudante.
  •  os meios e as linguagens relacionados com o meio ambiente.
  •  ação em prol dos meios de comunicação.
  •  adequação da camada social.

3. Uma escola que oferece um contexto bilíngue para a criança surda tem como princípio o ensino da


  •  Língua Brasileira de Sinais escrita e falada.
  •  Língua Brasileira de Sinais e da Língua Portuguesa.
  •  Língua de Sinais Brasileira.
  •  Língua Portuguesa falada e escrita.

4. Qual é o significado da sigla Libras?


  •  Língua de Sinais Brasileira.
  •  Linguagem Brasileira dos Surdos.
  •  Língua Brasileira de Sinais.
  •  Linguagem Brasileira de Sinais.

N2 da Colega Michele
Resultado final : 2
EDUCAÇÃO INCLUSIVA
1. A proposta de inclusão tem como pressuposto o sucesso de cada criança. Para tanto, a escola deve estar preparada para organizar
o plano de trabalho para o professorado.
 a grade curricular das turmas.
 as atividades comunitárias.
 um currículo centrado no aluno.

2. Caracteriza-se a deficiência mental pela faixa etária em que ela aparece.
Neste sentido, é correto afirmar que uma criança é portadora de deficiência mental quando esta anomalia surge
 a qualquer idade.
 ao nascer.
 antes dos 18 anos.
 após os 18 anos.

3. AS TRAJETÓRIAS ESCOLARES DOS ALUNOS CONSIDERADOS PORTADORES DE ALTAS HABILIDADES/SUPERDOTAÇÃO FORAM INFLUENCIADAS:
pelos currículos que atendem as formalidades da escola.
 pelo esforço das famílias dos alunos.
 por uma lógica de desempenho escolar.
 pelas características individuais dos alunos.

4. PROFESSORES QUE, EM SUAS FALAS, NÃO ACEITAM A INCLUSÃO, APONTAM PARA O:
empobrecimento do currículo.
desgaste das relações escola/comunidade.
descontentamento da comunidade. 
desconhecimento da proposta.


N2 da Colega Andreia - Resultado final : 2
1. A MULTISSERIAÇÃO VEM SENDO CONSTRUÍDA EM ESPAÇOS CIRCUNSTANCIAIS, ATENDENDO, PRINCIPALMENTE, AO ENSINO FUNDAMENTAL.
Essa responsabilidade fica nas mãos dos governos:
estaduais e federal.
municipais e estaduais.
somente municipais. (certa)
municipais e federal.

2. Um dos aspectos apontados quanto à dificuldade de delimitações do distúrbio de conduta é a
referência social envolvida em identificação.(certa)
quantidade de problemas apresentados no diagnóstico.
inexistência de padrão persistente.
falta de referência social na identificação.

3. A proposta de inclusão tem como pressuposto o sucesso de cada criança. Para tanto, a escola deve estar preparada para organizar
um currículo centrado no aluno.(certa)
as atividades comunitárias.
o plano de trabalho para o professorado.
a grade curricular das turmas.

4. COMO O PROFESSOR DEVE ENSINAR O DEFICIENTE VISUAL?
Apontando coisas no quadro e gesticulando.
Permanecendo calado enquanto escreve na lousa.
Falando o que escreve na lousa, para o aluno escutar.(certa)
Através de gestos e de material especial.

N2 do colega Ary

EDUCAÇÃO INCLUSIVA

1. A concretização da ação de inclusão só se efetivará através da busca


  •  aos ideais.
  •  à legislação.
  •  às utopias.
  •  aos direitos.

2. QUAIS SÃO OS PARÂMETROS DA LÍNGUA DE SINAIS?


  •  Fonológico, morfológico, sintático, semântico e expressão facial.
  •  Fonológico, morfológico, sintático, orientação e o semântico.
  •  Configuração de mão, fonológico, morfológico, sintático e semântico.
  •  Configuração de mão, ponto de articulação, movimento e expressão facial.

3. QUAL É O PRINCIPAL ASPECTO DA CULTURA SURDA?


  •  Linguagem de sinais.
  •  Oralidade.
  •  Língua de sinais.
  •  Leitura labial.

4. A formação das turmas multisseriadas se estabelece a partir da heterogeneidade do grupo. Esse dado é útil para o professor


  •  privilegiar o currículo oriundo das Secretarias de Educação.
  •  propor atividades espontâneas de aprendizagem.
  •  propor atividades que possam ser realizadas individualmente. (CERTA)
  •  dispor de recursos destinados ao grupo/escola.


1. NO TOCANTE À DEFICIÊNCIA VISUAL, PODE-SE AFIRMAR QUE:
          se não tratada, leva à morte.
          não atinge crianças, somente idosos.
          é somente de ordem congênita.
          é classificada em cegueira e em visão subnormal.Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário

2. Observe abaixo:
         A Educação Inclusiva coloca como meta para a escola o sucesso de todas as crianças, independentemente do nível de desempenho que cada uma seja capaz de alcançar. Estas metas se traduzem em
          tempo de desempenho na execução das tarefas.
          avaliações de verificação do desempenho escolar.
          retirada de alguns conceitos básicos.
          busca de estratégias metodológicas interativas.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário

3. A EDUCAÇÃO INCLUSIVA É UMA PRÁTICA INOVADORA QUE ENFATIZA:
          uma prática que determina o caminhar dos alunos.
          a qualidade de ensino para todos.
          uma diversidade social contraditória.
          o atendimento especializado aos portadores de deficiência.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário

4. AO GUIAR UMA PESSOA CEGA DEVO:
          segurar em sua bengala, puxando-a para frente.
          apenas ficar ao seu lado e andar devagar.
          deixá-la segurar em meu braço.
          puxá-la pela mão, mostrando o caminho.

1. EDUCAR NÃO É SIMPLES NEM FÁCIL, PRINCIPALMENTE NO CONTEXTO LIGADO ÀS ESCOLAS MULTISSERIADAS. PARA TANTO, O PROFISSIONAL NECESSITA:
  • encontrar alternativas de ação.
  • encaminhar os alunos aos grupos de atendimento terapêutico.
  • organizar grupos para atendimento especializado.
  • buscar identificar-se com os grupos.
2. OS ALUNOS PORTADORES DE PARALISIA CEREBRAL SÃO CAPAZES DE DESENVOLVER SUAS POTENCIALIDADES DESDE QUE O PROFESSOR:
tenha uma prática educativa inovadora.
  • conheça as etapas da deficiência em questão.
  • utilize técnicas facilitadoras de aprendizagem.
  • saiba utilizar recursos metodológicos modernos.

3. Leia abaixo:
  • A dicotomia entre teoria e prática, que sempre aparece nos depoimentos dos professores a respeito da inclusão dos alunos portadores de necessidades educativas especiais, se traduzem em
  • realização de ações que se encontram bastante desarticuladas.
  • restrições e prescrições econômicas.
  • orientações uniformes para o desenvolvimento do trabalho pedagógico.
  • percepções acertadas a respeito do processo de inclusão.

4. O currículo escolar deve prover
  • os meios e as linguagens relacionados com o meio ambiente.
  • ação em prol dos meios de comunicação.
  • atendimento especializado ao estudante.
  • adequação da camada social.

Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
2. CONFIGURAÇÃO DE MÃO EM LIBRAS É:
  • o local onde os sinais acontecem.
  • a datilologia das letras.
  • a forma que a mão assume para realizar os sinais.
  • os sinais em movimento.

Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
3. O ATENDIMENTO DA ESCOLA ÀS CONDUTAS TÍPICAS DEVE OBSERVAR ALGUMAS CARACTERÍSTICAS FACILITADORAS DA INCLUSÃO DESSE ALUNO.
  • Marque a alternativa que indica ser o aspecto facilitador da inclusão.
  • Propor atividades complexas.
  • Desenvolver atividades com muitas instruções.
  • Mapear as competências desejáveis.
  • Executar tarefas que exijam concentração.

Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
4. ATUALMENTE, QUASE NÃO SE UTILIZAM AS DENOMINAÇÕES UTILIZADAS PELA LITERATURA ESPECIALIZADA EM EDUCAÇÃO ESPECIAL, PORQUE ELAS:
  • são preconceituosas e por isso não mais aceitas.
  • caíram em desuso ao longo do tempo.
  • classificam pessoas e não comportamentos.
  • estão extremamente desatualizadas.

Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
1. A discussão sobre Educação Inclusiva leva à crença do processo de integração?
  • Não, os alunos portadores de dificuldades precisam interagir na escola(CERTA).
  • Não, os alunos portadores de dificuldades têm como meta a interação.
  • Sim, os alunos portadores de dificuldades não querem ir à escola.
  • Sim, os alunos portadores de dificuldades precisam se integrar à escola.

Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
2. QUAL O PRINCIPAL PAPEL DE UMA SALA DE RECURSOS?
  • Dar suporte ao aluno deficiente e ao professor da sala regular, complementando a aula através de meios e adaptações.
  • Oferecer a todos os alunos, recursos dos quais precisam para estudar, tais como computadores, biblioteca etc.
  • Substituir as aulas dadas em sala normal, as quais, o aluno deficiente visual pode não compreender.
  • Preparar materiais para utilização exclusiva do professor.

Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
3. O QUE É O BRAILLE?
  • Sistema através do qual os cegos podem ser alfabetizados.
  • Linguagem de sinais, especial para deficientes visuais.
  • Sistema antigo, que foi usado para alfabetizar os cegos.
  • Forma de leitura e escrita diferenciada usada por cegos e surdos.

Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
4. ATUALMENTE, O BRAILLE TEM SIDO SUBSTITUÍDO POR:
  • computadores com softwares de voz e livros sonoros.
  • computadores e livros impressos.
  • livros impressos em tinta e livros sonoros.
  • livros com letras ampliadas e softwares para computador.
Parte inferior do formulário

 2. A Educação Inclusiva é a garantia de acesso contínuo à escola por todos. A escola que está atenta para esse princípio necessita
estabelecer parcerias com a área de saúde para atendimento de seu alunado.
buscar serviços de apoio pedagógico especializados.
proporcionar conforto e alimentação para professores e alunos.
garantir a execução de um currículo a partir de um caminho cultural igual para todos.


3. Quais os sentidos mais utilizados pelos deficientes visuais?
Tato e paladar.
Olfato e audição.
Tato e audição.
Olfato e paladar.


4. O debate entre o inato e o adquirido, que deram origem às discussões sobre o conhecimento da inteligência humana, foi propiciado pelas ideias de
Platão e Sócrates.
Sócrates e Galileu.
Platão e Aristóteles.
Aristóteles e Galileu.


1. A função da escola em buscar condições para que todos os alunos desenvolvam suas capacidades para o exercício da cidadania fez com que se definisse o termo "necessidades educacionais especiais", que
se consolida com o pensamento elitista da sociedade.
aponta para uma maior qualidade do ensino.
se constrói como uma modalidade de ensino.
se originou em função de deficiências ou dificuldades de aprendizagem.


2. Quais os aparelhos utilizados para a ampliação de letras?
Scanners e impressoras.
Televisores e lupas.
Vídeos ampliadores e lupas.
Regletes e punção.


3. o uso da terminologia "necessidades educativas especiais" erradicou os rótulos antigos:
excepcionais, subnormais, superdotados, entre outros, e ainda contribuiu para o processo de inclusão porque coloca o foco do problema:
nas respostas educacionais que eles demandam.
no aluno como responsável pela diversidade.
no campo da psicologia escolar.
nas expressões anteriormente utilizadas.


2. O conhecimento das diferentes necessidades educacionais facilita

na aceitação do aluno.

ao se indicar o tratamento necessário.

no momento do diagnóstico.(CERTA)

ao se estabelecer relações sociais.





3. QUAL É O PRINCIPAL ASPECTO DA CULTURA SURDA?

 Linguagem de sinais.

 Língua de sinais.(CERTA)

 Oralidade.

 Leitura labial.


4. O Atendimento Da Escola Às Condutas Típicas Deve Observar Algumas Características Facilitadoras Da Inclusão Desse Aluno.
Marque a alternativa que indica ser o aspecto facilitador da inclusão.

 Executar tarefas que exijam concentração.
 Mapear as competências desejáveis.(CERTA)
 Propor atividades complexas.
 Desenvolver atividades com muitas instruções.



1. Uma proposta que chegou à escola e tem provocado muitas discussões - os ciclos - poderia estar contribuindo para
camuflar os índices de evasão e de repetência.
encobrir as falhas do sistema educacional.
encontrar caminhos para a educação continuada.
desqualificar propostas de mudança educacional.


2. Um aluno portador de paralisia cerebral possui algumas limitações no processo de ensino-aprendizagem que
impossibilitam sua aprendizagem.
impedem um relacionamento solidário.
indicam recursos adaptativos.
são passageiras.


3. Os mitos criados em relação aos portadores de altas habilidades/superdotação têm contribuído parasuperar os obstáculos que circundam os portadores de altas habilidades. dificultar as estratégias de atendimentoaos portadores de altas habilidades.
alavancar as discussões em torno do conceito sobre altas habilidades.
Buscar saídas para o trabalho com portadores de altas habilidades.


4. Qual é o melhor tipo de texto para trabalhar o conhecimento do aluno surdo?
 Um texto que não chame a atenção do aluno.
Um texto do livro didático.
Um texto sem vinculação nenhuma.
Um texto de cunho social

Parte superior do formulário
1. VYGOTSKY DEFINE A GENIALIDADE COMO:
  • um grau superior de talento.
  • um grau de ascensão social.
  • hereditário, ou seja, herança familiar.
  • garantia de sucesso na vida adulta.

Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
2. A escola é a única instituição social capaz de formar novos valores da sociedade?
  • Sim, na medida em que é ela que transmite a cultura.
  • Não, apesar de ser provocadora de ações sociais.
  • Sim, pois ela assume funções subordinadas a outras instituições.
  • Não, pois mantém relações de reciprocidade com outras instituições.

Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
3. Para o trabalho com texto social, o professor
  • deve fazer perguntas sobre as ideias principais do texto.
  • não deve explorar o conhecimento prévio de léxicos conhecidos.
  • deve trazer o texto solto, desprendido de sua vinculação.
  • deve descartar as respostas dadas de acordo com o objetivo.

Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
4. Pode-se considerar que a proposta de Educação Inclusiva vem sendo desenvolvida de forma satisfatória cenário brasileiro?
  • Não, o processo de inclusão ainda não se desenvolveu de modo eficiente.
  • Sim, as escolas estão se organizando de forma satisfatória.
  • Sim, os professores estão se tornando capazes de indicar as deficiências.
  • Não, a sociedade e os professores não desejam esse tipo de escola.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
2. O currículo escolar deve prover
  • ação em prol dos meios de comunicação.
  • os meios e as linguagens relacionados com o meio ambiente.
  • atendimento especializado ao estudante.
  • adequação da camada social.

Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
3. O INTÉRPRETE DE LIBRAS PRECISA TER FLUÊNCIA EM:
  • Língua Portuguesa e Língua Inglesa.
  • Língua de Sinais Brasileira somente.
  • Língua Portuguesa e Língua Brasileira de Sinais.
  • Língua Portuguesa somente.

Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário

1. Para se alcançar o processo de inclusão escolar será necessária a
  • superação de uma visão padronizada.
  • criação de padrões de normalidade.
  • superação das diferenças quantitativas conceituais.
  • organização de turmas mais homogêneas.

Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
2. A MULTISSERIAÇÃO VEM SENDO CONSTRUÍDA EM ESPAÇOS CIRCUNSTANCIAIS, ATENDENDO, PRINCIPALMENTE, AO ENSINO FUNDAMENTAL.
  • Essa responsabilidade fica nas mãos dos governos:
  • municipais e federal.
  • somente municipais.
  • estaduais e federal.
  • municipais e estaduais.

Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
3. O que deve fazer o professor no primeiro contato com o aluno deficiente visual?
  • Deixar que o aluno, sozinho, busque os meios de que precisará para entender a aula.
  • Esperar que o aluno venha conversar com ele.
  • Pedir ao professor especializado que converse com ele, pois não saberá como se dirigir ao aluno.
  • Conversar, primeiramente com o aluno, e depois com a turma para que saibam lidar com anovidade.

Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
4. O desvio de conduta ou condutas típicas se confundem facilmente com problemas disciplinares.
  • Aponte um dos aspectos que caracteriza um distúrbio de conduta.
  • Excessiva desatenção em relação ao seu material escolar.
  • Dificuldade em compreender a ordem dada.
  • Excessiva brincadeira durante a execução das tarefas.
  • Dificuldade em manter-se envolvido nas tarefas.

1. Existe uma lei de ensino que explicita uma filosofia para a Educação Especial e, de acordo com seu conteúdo, pode-se afirmar que ela é
  • inovadora, pois obriga o atendimento dos alunos com necessidades educacionais especiais somente em escolas regulares de ensino.
  • ousada, em virtude de reconhecer a existência de alunos portadores de diversas necessidades educacionais especiais.
contraditória, porque continua aceitando o ensino segregacionista, se o processo pedagógico assim o recomendar.
tradicional, pois defende o atendimento de alunos com somente alguns tipos de necessidades educacionais especiais na escola regular.

Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
2. O termo "necessidade educacional especial" aboliu
  • a insatisfação da sociedade.
  • a polêmica entre os autores.
  • o desejo dos alunos e professores.
o uso de definições pejorativas.

Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
3. Os mitos criados em relação aos portadores de altas habilidades/superdotação têm contribuído para
  • buscar saídas para o trabalho com portadores de altas habilidades.
  • alavancar as discussões em torno do conceito sobre altas habilidades.
  • superar os obstáculos que circundam os portadores de altas habilidades.
dificultar as estratégias de atendimento aos portadores de altas habilidades.

Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
4. A INFLUÊNCIA DOS OUVINTES SOBRE OS SURDOS É DENOMINADA:
  • oralismo.
ouvintismo.
  • comunicação total.
  • bilinguismo.

1. A concretização da ação de inclusão só se efetivará através da busca
  • aos direitos.
  • às utopias.
  • à legislação.
  • aos ideais.

Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
2. O que é necessário para a realização da leitura pelo aluno surdo?
  • Que o aluno faça a leitura de forma rápida.
  • Que a leitura seja feita em um ambiente ruidoso.
  • Que haja associação com informações anteriores.
  • Que a leitura não tenha elaboração de hipóteses.

Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
3. Com a dissociação entre o pensar e o fazer, tendo que improvisar muitas vezes pela falta de material no local de trabalho,
evidencia-se a desarticulação entre
  • merenda e vida social dos alunos.
  • aprendizagem e realidade da escola.
  • planejamento e prática pedagógica.
  • horário de chegada e de saída dos alunos.

Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
4. Qual é o significado da sigla Libras?
  • Língua de Sinais Brasileira.
  • Língua Brasileira de Sinais.
  • Linguagem Brasileira dos Surdos.

Assinale o papel do professor ao trabalhar com esta criança.
  • Orientador de atividade.
  • Transmissor de informação
  • Treinador de jogos de memória.
  • Facilitador de informação.

2. A Educação Inclusiva é a garantia de acesso contínuo à escola por todos. A escola que está atenta para esse princípio necessita
  • estabelecer parcerias com a área de saúde para atendimento de seu alunado.
  • buscar serviços de apoio pedagógico especializados.
  • proporcionar conforto e alimentação para professores e alunos.
  • garantir a execução de um currículo a partir de um caminho cultural igual para todos.

3. Quais os sentidos mais utilizados pelos deficientes visuais?
  • Tato e paladar.
  • Olfato e audição.
  • Tato e audição.
  • Olfato e paladar.
   
  • 2. Quais os aparelhos utilizados para a ampliação de letras?
  • Scanners e impressoras.
  • Televisores e lupas.
  • Vídeos ampliadores e lupas.
  • Regletes e punção.
  
3. o uso da terminologia "necessidades educativas especiais" erradicou os rótulos antigos:
excepcionais, subnormais, superdotados, entre outros, e ainda contribuiu para o processo de inclusão porque coloca o foco do problema:
  • nas respostas educacionais que eles demandam.
  • no aluno como responsável pela diversidade.
  • no campo da psicologia escolar.
  • nas expressões anteriormente utilizadas.

2. O conhecimento das diferentes necessidades educacionais facilita



 na aceitação do aluno.

 ao se indicar o tratamento necessário.

 no momento do diagnóstico.(CERTA)

 ao se estabelecer relações sociais.





3. QUAL É O PRINCIPAL ASPECTO DA CULTURA SURDA?



 Linguagem de sinais.

 Língua de sinais.(CERTA)
 Oralidade.
 Leitura labial.


1. Uma proposta que chegou à escola e tem provocado muitas discussões - os ciclos - poderia estar contribuindo para
  • camuflar os índices de evasão e de repetência.
  • encobrir as falhas do sistema educacional.
  • encontrar caminhos para a educação continuada.
  • desqualificar propostas de mudança educacional.

2. Um aluno portador de paralisia cerebral possui algumas limitações no processo de ensino-aprendizagem que
  • impossibilitam sua aprendizagem.
  • impedem um relacionamento solidário.
  • indicam recursos adaptativos.
  • são passageiras.


4. Qual é o melhor tipo de texto para trabalhar o conhecimento do aluno surdo?
  • Um texto que não chame a atenção do aluno.
  • Um texto do livro didático.
  • Um texto sem vinculação nenhuma.
  • Um texto de cunho social

1. Observe abaixo


         A Educação Inclusiva coloca como meta para a escola o sucesso de todas as crianças, independentemente do nível de desempenho que cada uma seja capaz de alcançar. Estas metas se traduzem em

          avaliações de verificação do desempenho escolar.
          busca de estratégias metodológicas interativas.
          retirada de alguns conceitos básicos.
          tempo de desempenho na execução das tarefas.


2. QUANTO AOS CÃES-GUIAS, É CORRETO AFIRMAR QUE:

          devem ser distraídos, enquanto guiam os deficientes visuais.
          podem frequentar todos os locais onde seu dono estiver.
          não podem entrar em escolas, teatros e outros locais públicos.
          só podem entrar em escolas para deficientes visuais.


3. A CONTEXTUALIZAÇÃO HISTÓRICA DA REALIDADE BRASILEIRA ACENTUA UM DESCOMPASSO ENTRE:

          educação formal e educação especial.
          valores e expectativas adotados pelo programa de ensino.
          valores e pressupostos adotados no planos de ensino.
          educação pública e educação privada.


4. O termo "necessidade educacional especial" aboliu

          o desejo dos alunos e professores.
          a insatisfação da sociedade.
          a polêmica entre os autores.
          o uso de definições pejorativas.


1. AO GUIAR UMA PESSOA CEGA DEVO:

    puxá-la pela mão, mostrando o caminho.
    segurar em sua bengala, puxando-a para frente.
    apenas ficar ao seu lado e andar devagar.
    deixá-la segurar em meu braço.


2. COMO O PROFESSOR DEVE ENSINAR O DEFICIENTE VISUAL?

    Através de gestos e de material especial.
    Permanecendo calado enquanto escreve na lousa.
    Falando o que escreve na lousa, para o aluno escutar.
    Apontando coisas no quadro e gesticulando.

3. Uma escola que oferece um contexto bilíngue para a criança surda tem como princípio o ensino da

    Língua de Sinais Brasileira.
    Língua Brasileira de Sinais escrita e falada.
    Língua Portuguesa falada e escrita.
    Língua Brasileira de Sinais e da Língua Portuguesa.


4. Se o professor não puder solucionar a dúvida do aluno com deficiência visual, o que deve fazer?

Tentar não voltar ao assunto novamente.
Conversar com os pais para que tentem tirar as dúvidas de seu filho.
Recorrer ao professor especializado e à sala de recursos.
Mandá-lo para uma escola especial.


2. A Educação Inclusiva é a garantia de acesso contínuo à escola por
todos. A escola que está atenta para esse princípio necessita
buscar serviços de apoio pedagógico especializados.

3. Quais os sentidos mais utilizados pelos deficientes visuais?
Tato e audição.

4. O sistema de alfabetização de cegos utilizado atualmente foi adaptado por
Louis Braille.


1. O Sistema Braille é o método criado para a escrita e a leitura de pessoas com
deficiência visual total.

2. A dúvida sobre o que é distúrbio de conduta permanece porque
a literatura acadêmica apresenta divergências.

3. O que os deficientes visuais consideram como videntes?
Todos aqueles que enxergam de forma plena.

4. A CONTEXTUALIZAÇÃO HISTÓRICA DA REALIDADE BRASILEIRA ACENTUA UM DESCOMPASSO ENTRE:
educação formal e educação especial.


1. A estrutura de Libras baseia-se em quais aspectos?
Fonológico, morfológico, sintático, semântico e expressão facial.

2. A CONTEXTUALIZAÇÃO HISTÓRICA DA REALIDADE BRASILEIRA ACENTUA UM
DESCOMPASSO ENTRE:
educação formal e educação especial.

EDUCAR NÃO É SIMPLES NEM FÁCIL, PRINCIPALMENTE NO CONTEXTO LIGADO                                                                                                                    
ÀS ESCOLAS MULTISSERIADAS. PARA TANTO, O PROFISSIONAL NECESSITA:
organizar grupos para atendimento especializado.
encontrar alternativas de ação.

4. Pode-se considerar que a proposta de Educação Inclusiva vem sendo
desenvolvida de forma satisfatória cenário brasileiro?
Não, o processo de inclusão ainda não se desenvolveu de modo eficiente.


2. Ao ingressar no sistema de ensino brasileiro, o aluno surdo é
obrigado a utilizar-se de qual língua?
Língua portuguesa.

3. QUAL O PRINCIPAL PAPEL DE UMA SALA DE RECURSOS?
Dar suporte ao aluno deficiente e ao professor da sala regular, complementando a aula através de meios e adaptações.

4. Leia abaixo:
 * A função da escola em buscar condições para que todos os alunos
desenvolvam suas capacidades para o exercício da cidadania fez com que
se definisse o termo "necessidades educacionais especiais", que
se originou em função de deficiências ou dificuldades de aprendizagem.


1. O Sistema Braille é o método criado para a escrita e a leitura de pessoas com
deficiência visual total.


2. A INFLUÊNCIA DOS OUVINTES SOBRE OS SURDOS É DENOMINADA:
ouvintismo.


4. A Declaração de Salamanca definiu os alunos com necessidades educacionais especiais como crianças 
com deficiências e bem-dotadas.


1. O conhecimento das diferentes necessidades educacionais facilita
no momento do diagnóstico.


2. O que significa interlíngua?
O profundo conhecimento gramatical da língua natural e da segunda língua.


3. O que deve fazer o professor no primeiro contato com o aluno deficiente visual?
Conversar, primeiramente com o aluno, e depois com a turma para que saibam lidar com a novidade.

4. A política de inclusão escolar é diferente da política de integração, implicando em remanejamento e reestruturação da dinâmica da escola. 
Aponte o foco em que a política de integração se apoiava.
Na adaptação do aluno


QUAL É O PRINCIPAL ASPECTO DA CULTURA SURDA?
Língua de sinais.


2. As crianças portadoras de deficiência mental são acentuadamente mais lentas do que seus companheiros da mesma idade.
Assinale o papel do professor ao trabalhar com esta criança.
Orientador de atividade.


3. A deficiência visual pode ser considerada como sendo
uma privação sensorial.


4. PARA SE PRODUZIR UM TEXTO EM BRAILLE, QUAIS INSTRUMENTOS DEVO UTILIZAR?
A reglete e a máquina ou impressora Braille.


Uma escola que oferece um contexto bilíngue para a criança surda tem como princípio o ensino da
Língua Brasileira de Sinais e da Língua Portuguesa.


2. A pessoa cuja visão é subnormal
deve utilizar sua visão no limite máximo que for possível.


3. Existe uma lei de ensino que explicita uma filosofia para a Educação Especial e, de acordo com seu conteúdo, pode-se afirmar que ela é
contraditória, porque continua aceitando o ensino segregacionista, se o processo pedagógico assim o recomendar.


4. OS PRECONCEITOS QUE TÊM PRODUZIDO A EXCLUSÃO PODERÃO SER DERRUBADOS, A PARTIR DA REVISÃO PROFUNDA:
dos currículos escolares.


1. Qual a Lei que reconhece a Língua Brasileira de Sinais (Libras) no país?
  • Lei 8.160/91.
  • Lei 7.405/85.
  • Lei 8.213/91.
  • Lei 10.436/2002.

2. OS TESTES DE INTELIGÊNCIA SÃO INSTRUMENTOS PERTINENTES À AVALIAÇÃO DOS INDIVÍDUOS E, PORTANTO, PODEM SER UTILIZADOS POR:
  • clínicos.
  • professores.
  • assessores pedagógicos.
  • psicólogos.

3. OS PRECONCEITOS QUE TÊM PRODUZIDO A EXCLUSÃO PODERÃO SER DERRUBADOS, A PARTIR DA REVISÃO PROFUNDA:
  • dos currículos escolares.
  • da prática pedagógica.
  • do atendimento clínico dos alunos.
  • dos recursos educacionais.

4. Uma grande dificuldade apontada para o trabalho em escolas multisseriadas é
  • a falta de recursos para fins educacionais.
  • estabelecer um currículo e sua ação.
  • a falta de atendimento aos grupos diferentes.
  • estabelecer organicidade a questões pedagógicas

  • 1. A dúvida sobre o que é distúrbio de conduta permanece porque
          falta sistematização do comportamento ou conduta
          a sociedade renuncia ao aprofundamento da informação.
          a literatura acadêmica apresenta divergências.
          falta compreensão no uso do termo.

Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
Parte inferior do formulário
 1. O ALUNO SUPERDOTADO É CONSIDERADO:
um mito, em relação à sua aprendizagem.

3. O sistema de alfabetização de cegos utilizado atualmente foi adaptado por
Louis Braille.

4. OS PRECONCEITOS QUE TÊM PRODUZIDO A EXCLUSÃO PODERÃO SER DERRUBADOS, A PARTIR DA REVISÃO PROFUNDA:
dos currículos escolares.

 QUANTO AOS CÃES-GUIAS, É CORRETO AFIRMAR QUE:
podem frequentar todos os locais onde seu dono estiver.

 2. Se o professor não puder solucionar a dúvida do aluno com deficiência visual, o que deve fazer?
Recorrer ao professor especializado e à sala de recursos.

 3. Uma grande dificuldade apontada para o trabalho em escolas multisseriadas é 
a falta de recursos para fins educacionais.

 4. O intérprete de Libras na escola será
o mediador na comunicação entre surdo/ouvinte.

 2. O USO DA TERMINOLOGIA "NECESSIDADES EDUCATIVAS ESPECIAIS" ERRADICOU OS RÓTULOS ANTIGOS:                                    
excepcionais, subnormais, superdotados, entre outros, e ainda contribuiu para o processo de inclusão porque coloca o foco do problema:
nas respostas educacionais que eles demandam.

 3. Parte das limitações das pessoas com deficiência visual pode ser suprida através
do Sistema Braille e sintetizadores de voz para computador.

 4. O INTÉRPRETE DE LIBRAS PRECISA TER FLUÊNCIA EM:
Língua Portuguesa e Língua Brasileira de Sinais.
  
3. A POLÍTICA DE ACESSO É MUITO MAIS FÁCIL DE SER EXERCIDA DO QUE A POLÍTICA DE MANUTENÇÃO DAS CRIANÇAS NA ESCOLA. POR QUE ISSO ACONTECE?
Porque os alunos necessitam de tempo para serem alfabetizados.

4. Uma proposta que chegou à escola e tem provocado muitas discussões - os ciclos - poderia estar contribuindo para
encontrar caminhos para a educação continuada.

2. Quanto aos alunos com visão subnormal, pode-se afirmar que
podem aprender o Braille, porém usando mais ampliação de textos e a escrita em letras gigantes.

4. Para o trabalho com texto social, o professor
deve fazer perguntas sobre as ideias principais do texto.

2. A CONTEXTUALIZAÇÃO HISTÓRICA DA REALIDADE BRASILEIRA ACENTUA UM
DESCOMPASSO ENTRE:
educação formal e educação especial.

3. EDUCAR NÃO É SIMPLES NEM FÁCIL, PRINCIPALMENTE NO CONTEXTO LIGADO
ÀS ESCOLAS MULTISSERIADAS. PARA TANTO, O PROFISSIONAL NECESSITA:
encontrar alternativas de ação.
  
3. Como eram educados os alunos com deficiência visual nas escolas especiais?
Eram internados e isolados das demais pessoas, sendo educados através de métodos e sistemas especiais.

1. Quanto aos alunos com visão subnormal, pode-se afirmar que
o Braille, porém usando mais ampliação de textos e a escrita em letras gigantes.

2. CONFIGURAÇÃO DE MÃO EM LIBRAS É:
a forma que a mão assume para realizar os sinais.

3. O ATENDIMENTO DA ESCOLA ÀS CONDUTAS TÍPICAS DEVE OBSERVAR ALGUMAS CARACTERÍSTICAS FACILITADORAS DA INCLUSÃO DESSE ALUNO.
Marque a alternativa que indica ser o aspecto facilitador da inclusão.
Mapear as competências desejáveis.

4. A Educação Inclusiva é a garantia de acesso contínuo à escola por todos. A escola que está atenta para esse princípio necessita
buscar serviços de apoio pedagógico especializados

1- DEFINA SEGUNDO A LITERATURA,  “ EDUCAÇÃO INCLUSIVA”
QUANDO SÃO TRABALHADOS TEXTOS SOCIAIS COM CRIANÇAS SURDAS, ESTÁ SE OPORTUNIZANDO AO ALUNO UM AMBIENTE DE:

alfabetização.
letramento. Certa
modismo
discussão sem importância.

 2. Quanto aos alunos com visão subnormal, pode-se afirmar que:
precisam aprender o Braille, como condição para serem alfabetizados e educados.
podem aprender o Braille, porém usando mais ampliação de textos e a escrita em letras gigantes.( certa )
são incapazes de aprender o Braille, porque como podem enxergar não possuem tanta sensibilidade no tato.
não podem de maneira alguma aprender o Braille para não prejudicar ainda mais sua visão.

3. Estudos sobre a escolarização de alunos enquadrados como portadores de superdotação apontam para:
currículos elaborados a partir dos conhecimentos universais.
práticas consideradas descontextualizadas.
alternância de períodos de estudo.
dificuldades desses alunos em ter acesso ao nível superior. (certa)

 4. Um aluno com paralisia cerebral se desenvolve a partir de:
atividades comprometidas com a fala.
interação família-escola.(certa)
integração da família nas atividades da escola.
frequência à escola regular.

 ATUALMENTE, QUASE NÃO SE UTILIZAM AS DENOMINAÇÕES UTILIZADAS PELA LITERATURA ESPECIALIZADA EM EDUCAÇÃO ESPECIAL, PORQUE ELAS:
classificam pessoas e não comportamentos.

 2. QUANTO AOS CÃES-GUIAS, É CORRETO AFIRMAR QUE:
podem frequentar todos os locais onde seu dono estiver.

 3. O atendimento educacional especializado aos portadores de deficiência deverá ser feito preferencialmente nas
escolas.

 4. AS TRAJETÓRIAS ESCOLARES DOS ALUNOS CONSIDERADOS PORTADORES DE ALTAS HABILIDADES/SUPERDOTAÇÃO FORAM INFLUENCIADAS:
por uma lógica de desempenho escolar.

 Podemos apontar como uma opção metodológica eficiente para as turmas multisseriadas o uso de trabalhos
diversificados.(CERTA)

 2. O CAES É UM CENTRO DE ATENDIMENTO ESPECIALIZADO AO:
surdo.(CERTA)

 3. AO CUMPRIMENTAR UM DEFICIENTE VISUAL DEVO:
dar-lhe um aperto de mão.(CERTA)

4. O princípio da Educação Inclusiva exige intensificação na formação dos recursos humanos,
garantia de recursos financeiros e serviços de apoio pedagógicos especializados com qual finalidade?
Assegurar o desenvolvimento dos alunos.(CERTA)

 Podemos apontar como uma opção metodológica eficiente para as turmas multisseriadas o uso de trabalhos
diversificados.(CERTA)   

2. A Educação Inclusiva é a garantia de acesso contínuo à escola por todos. A escola que está atenta para esse princípio necessita 
buscar serviços de apoio pedagógico especializados.

 2. A dúvida sobre o que é distúrbio de conduta permanece porque 
a literatura acadêmica apresenta divergências.

3. O que os deficientes visuais consideram como videntes? 
Todos aqueles que enxergam de forma plena.

4. A CONTEXTUALIZAÇÃO HISTÓRICA DA REALIDADE BRASILEIRA ACENTUA UM DESCOMPASSO ENTRE:
educação formal e educação especial.
  
3. EDUCAR NÃO É SIMPLES NEM FÁCIL, PRINCIPALMENTE NO CONTEXTO LIGADO                                                                                                                    
ÀS ESCOLAS MULTISSERIADAS. PARA TANTO, O PROFISSIONAL NECESSITA:  
organizar grupos para atendimento especializado. 
encontrar alternativas de ação.

 3. QUAL O PRINCIPAL PAPEL DE UMA SALA DE RECURSOS?
Dar suporte ao aluno deficiente e ao professor da sala regular, complementando a aula através de meios e adaptações. (CERTA)

O conhecimento das diferentes necessidades educacionais facilita 
no momento do diagnóstico.CORRETA

 1. O que significa interlíngua?
O profundo conhecimento gramatical da língua natural e da segunda língua.CORRETA

3. O que deve fazer o professor no primeiro contato com o aluno deficiente visual? 
Conversar, primeiramente com o aluno, e depois com a turma para que saibam lidar com a novidade.CORRETA

4. A política de inclusão escolar é diferente da política de integração, implicando em remanejamento e reestruturação da dinâmica da escola.   Aponte o foco em que a política de integração se apoiava.
Na adaptação do aluno.CORRETA

3. A deficiência visual pode ser considerada como sendo 
uma privação sensorial.

4. PARA SE PRODUZIR UM TEXTO EM BRAILLE, QUAIS INSTRUMENTOS DEVO UTILIZAR? 
A reglete e a máquina ou impressora Braille.

1. Uma escola que oferece um contexto bilíngue para a criança surda tem como princípio o ensino da 
Língua Brasileira de Sinais e da Língua Portuguesa.

2. A pessoa cuja visão é subnormal 
deve utilizar sua visão no limite máximo que for possível.

3. Existe uma lei de ensino que explicita uma filosofia para a Educação Especial e, de acordo com seu conteúdo, pode-se afirmar que ela é 
contraditória, porque continua aceitando o ensino segregacionista, se o processo pedagógico assim o recomendar.

2. A Educação Inclusiva é a garantia de acesso contínuo à escola por todos. A escola que está atenta para esse princípio necessita 
buscar serviços de apoio pedagógico especializados.

 1. QUANDO SÃO TRABALHADOS TEXTOS SOCIAIS COM CRIANÇAS SURDAS, ESTÁ SE OPORTUNIZANDO AO ALUNO UM AMBIENTE DE:
letramento. certa

2. Quanto aos alunos com visão subnormal, pode-se afirmar que 
podem aprender o Braille, porém usando mais ampliação de textos e a escrita em letras gigantes.( certa )

3. Estudos sobre a escolarização de alunos enquadrados como portadores de.
dificuldades desses alunos em ter acesso ao nível superior. (certa)

4. Um aluno com paralisia cerebral se desenvolve a partir de
interação família-escola.(certa)

1. A dúvida sobre o que é distúrbio de conduta permanece porque 
a literatura acadêmica apresenta divergências

 ATUALMENTE, O BRAILLE TEM SIDO SUBSTITUÍDO POR:
computadores com softwares de voz e livros sonoros.

3. A INFLUÊNCIA DOS OUVINTES SOBRE OS SURDOS É DENOMINADA:
ouvintismo.

4. O ATENDIMENTO DA ESCOLA ÀS CONDUTAS TÍPICAS DEVE OBSERVAR ALGUMAS CARACTERÍS
TICAS FACILITADORAS DA INCLUSÃO DESSE ALUNO. 
Mapear as competências desejáveis                               

A dicotomia entre teoria e prática, que sempre aparece nos depoimentos dos professores a respeito da inclusão dos alunos portadores de necessidades educativas especiais, se traduzem em
percepções acertadas a respeito do processo de inclusão.

1. UMA DAS GRANDES DIFICULDADES DO TRABALHO EM TURMAS MULTISSERIADAS É: 
o despreparo do professor

2. O ATENDIMENTO DA ESCOLA ÀS CONDUTAS TÍPICAS DEVE OBSERVAR ALGUMAS CARACTERÍSTICAS FACILITADORAS DA INCLUSÃO DESSE ALUNO.
Mapear as competências desejáveis

3. O conhecimento das diferentes necessidades educacionais facilita
no momento do diagnóstico

Qual a Lei que reconhece a Língua Brasileira de Sinais (Libras) no país?
Lei 10.436/2002.

OS TESTES DE INTELIGÊNCIA SÃO INSTRUMENTOS PERTINENTES À AVALIAÇÃO DOS INDIVÍDUOS E, PORTANTO, PODEM SER UTILIZADOS POR:
psicólogos.

4. Uma grande dificuldade apontada para o trabalho em escolas multisseriadas é
a falta de recursos para fins educacionais.

 2. A pessoa cuja visão é subnormal
deve utilizar sua visão no limite máximo que for possível.

 3. Existe uma lei de ensino que explicita uma filosofia para a Educação Especial e, de acordo com seu conteúdo, pode-se afirmar que ela é
contraditória, porque continua aceitando o ensino segregacionista, se o processo pedagógico assim o recomendar.

4. OS PRECONCEITOS QUE TÊM PRODUZIDO A EXCLUSÃO PODERÃO SER DERRUBADOS, A PARTIR DA REVISÃO PROFUNDA:
da prática pedagógica.


QUAL É O PRINCIPAL ASPECTO DA CULTURA SURDA? 
Língua de sinais.
                                                               
Assinale o papel do professor ao trabalhar com esta criança. 
Orientador de atividade.

3. A deficiência visual pode ser considerada como sendo
uma privação sensorial.

4. PARA SE PRODUZIR UM TEXTO EM BRAILLE, QUAIS INSTRUMENTOS DEVO UTILIZAR?
A reglete e a máquina ou impressora Braille.

1. O conhecimento das diferentes necessidades educacionais facilita
no momento do diagnóstico.CORR

O que significa interlíngua? 
O profundo conhecimento gramatical da língua natural e da segunda língua.CORR

O que deve fazer o professor no primeiro contato com o aluno deficiente visual? 
Conversar, primeiramente com o aluno, e depois com a turma para que saibam lidar com a novidade.CORRETA

A política de inclusão escolar é diferente da política de integração, implicando em remanejamento e reestruturação da dinâmica da escola.
Na adaptação do aluno.COR

3. Valente coloca que os softwares educacionais podem ser divididos em grandes grupos:
os que promovem o ensino (com materiais prontos, fechados) e os que auxiliam na construção do conhecimento (exigindo participação/expressão ativa do aluno).

4. Ao elaborar um trabalho com pesquisa na internet, as informações acessadas 
são protegidas por direitos autorais, devendo ser referenciadas se utilizadas.

Para o trabalho com texto social, o professor 
deve fazer perguntas sobre as ideias principais do texto (CERTA).

2. Ao ingressar no sistema de ensino brasileiro, o aluno surdo é  obrigado a utilizar-se de qual língua? 
Língua portuguesa.(CERTA)

3. QUAL O PRINCIPAL PAPEL DE UMA SALA DE RECURSOS?
Dar suporte ao aluno deficiente e ao professor da sala regular, complementando a aula através de meios e adaptações. (CERTA)
.
4. Leia abaixo:  
A função da escola em buscar condições para que todos os alunos desenvolvam suas capacidades para o exercício da cidadania fez com que se definisse o termo "necessidades educacionais especiais", que
se originou em função de deficiências ou dificuldades de aprendizagem. (CERTA)

1. O ALUNO SUPERDOTADO É CONSIDERADO:
um mito, em relação à sua aprendizagem.

4. OS PRECONCEITOS QUE TÊM PRODUZIDO A EXCLUSÃO PODERÃO SER DERRUBADOS, A PARTIR DA REVISÃO PROFUNDA:
dos currículos escolares.

Os mitos criados em relação aos portadores de altas habilidades/superdotação têm contribuído para 
dificultar as estratégias de atendimento aos portadores de altas habilidades.

 2. O USO DA TERMINOLOGIA "NECESSIDADES EDUCATIVAS ESPECIAIS" ERRADICOU OS RÓTULOS ANTIGOS:
excepcionais, subnormais, superdotados, entre outros, e ainda contribuiu para o processo de inclusão porque coloca o foco do problema:
nas respostas educacionais que eles demandam.

Parte das limitações das pessoas com deficiência visual pode ser suprida através 
do Sistema Braille e sintetizadores de voz para computador.

1-um grau de ascensão social.
um grau superior de talento

Como eram educados os alunos com deficiência visual nas escolas especiais 
Eram internados e isolados das demais pessoas, sendo educados através de métodos e sistemas especiais.

4. Uma grande dificuldade apontada para o trabalho em escolas multisseriadas é
a falta de recursos para fins educacionais.

O Sistema Braille é o método criado para a escrita e a leitura de pessoas com
deficiência visual total.

A dúvida sobre o que é distúrbio de conduta permanece porque  
a literatura acadêmica apresenta divergências.

3. O que os deficientes visuais consideram como videntes?
Todos aqueles que enxergam de forma plena.

4. A CONTEXTUALIZAÇÃO HISTÓRICA DA REALIDADE BRASILEIRA ACENTUA UM DESCOMPASSO ENTRE: 
educação formal e educação especial.


1. A estrutura de Libras baseia-se em quais aspectos?
Fonológico, morfológico, sintático, semântico e expressão facial.

2. A CONTEXTUALIZAÇÃO HISTÓRICA DA REALIDADE BRASILEIRA ACENTUA UM
DESCOMPASSO ENTRE:
educação formal e educação especial.

4. Pode-se considerar que a proposta de Educação Inclusiva vem sendo desenvolvida de forma satisfatória cenário brasileiro? 
Não, o processo de inclusão ainda não se desenvolveu de modo eficiente.

1. O que os deficientes visuais consideram como videntes?
Todos aqueles que enxergam de forma plena.

2. A Educação Inclusiva é a garantia de acesso contínuo à escola por 
buscar serviços de apoio pedagógico especializados.

1. O ALUNO SUPERDOTADO É CONSIDERADO: 
um mito, em relação à sua aprendizagem.

3. Como eram educados os alunos com deficiência visual nas escolas especiais?
Eram internados e isolados das demais pessoas, sendo educados através de métodos e sistemas especiais.

 4. Uma grande dificuldade apontada para o trabalho em escolas multisseriadas é 
a falta de recursos para fins educacionais.

4. Leia abaixo:                                                                                                                       
A função da escola em buscar condições para que todos os alunos desenvolvam suas capacidades para o exercício da cidadania fez com que se definisse o termo "necessidades educacionais especiais", que se originou em função de deficiências ou dificuldades de 
aprendizagem. (CERTA)                                                                                                        

1. Para o trabalho com texto social, o professor 
deve fazer perguntas sobre as ideias principais do texto (CERTA).

2. Ao ingressar no sistema de ensino brasileiro, o aluno surdo é obrigado a utilizar-se de qual língua? 
Língua portuguesa.

1. QUANTO AOS CÃES-GUIAS, É CORRETO AFIRMAR QUE:
podem frequentar todos os locais onde seu dono estiver.

2. Se o professor não puder solucionar a dúvida do aluno com deficiência visual, o que deve fazer? 
Recorrer ao professor especializado e à sala de recursos.

3. Uma grande dificuldade apontada para o trabalho em escolas multisseriadas é 
a falta de recursos para fins educacionais.

4. O intérprete de Libras na escola será 
um grau superior de talento.

A estrutura de Libras baseia-se em quais aspectos? 
Fonológico, morfológico, sintático, semântico e expressão facial.

 2. A CONTEXTUALIZAÇÃO HISTÓRICA DA REALIDADE BRASILEIRA ACENTUA UM DESCOMPASSO ENTRE:  
educação formal e educação especial.


A tese sócio-histórica ou sociocultural, considerando as ideias inatistas de formação da inteligência, tinha como propósito
superar essas ideias.


3. A POLÍTICA DE ACESSO É MUITO MAIS FÁCIL DE SER EXERCIDA DO QUE A POLÍTICA DE MANUTENÇÃO DAS CRIANÇAS NA ESCOLA. POR QUE ISSO ACONTECE? 
Porque os alunos necessitam de tempo para serem alfabetizados.

4. Uma proposta que chegou à escola e tem provocado muitas discussões - os ciclos - poderia estar contribuindo para  
encontrar caminhos para a educação continuada.
  
1. Quanto aos alunos com visão subnormal, pode-se afirmar que
podem aprender o Braille, porém usando mais ampliação de textos e a escrita em letras gigantes.

2. CONFIGURAÇÃO DE MÃO EM LIBRAS É: 
a forma que a mão assume para realizar os sinais.


4. A Educação Inclusiva é a garantia de acesso contínuo à escola por todos. A escola que está atenta para esse princípio necessita 
buscar serviços de apoio pedagógico especializados

3. AO CUMPRIMENTAR UM DEFICIENTE VISUAL DEVO:
dar-lhe um aperto de mão.

4. O princípio da Educação Inclusiva exige intensificação na formação dos recursos humanos,
garantia de recursos financeiros e serviços de apoio pedagógicos especializados com qual finalidade?
Assegurar o desenvolvimento dos alunos.


2. OS TESTES DE INTELIGÊNCIA SÃO INSTRUMENTOS PERTINENTES À AVALIAÇÃO DOS INDIVÍDUOS E, PORTANTO, PODEM SER UTILIZADOS POR:
  • clínicos.
  • professores.
  • assessores pedagógicos.
  • psicólogos.

3. OS PRECONCEITOS QUE TÊM PRODUZIDO A EXCLUSÃO PODERÃO SER DERRUBADOS, A PARTIR DA REVISÃO PROFUNDA:
  • dos currículos escolares.
  • da prática pedagógica.
  • do atendimento clínico dos alunos.
  • dos recursos educacionais.

4. Uma grande dificuldade apontada para o trabalho em escolas multisseriadas é
  • a falta de recursos para fins educacionais.
  • estabelecer um currículo e sua ação.
  • a falta de atendimento aos grupos diferentes.
  • estabelecer organicidade a questões pedagógicas.

Parte superior do formulário
1. A dúvida sobre o que é distúrbio de conduta permanece porque
          falta sistematização do comportamento ou conduta.
          a sociedade renuncia ao aprofundamento da informação.
          a literatura acadêmica apresenta divergências. - correta
          falta compreensão no uso do termo.

Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
2. ATUALMENTE, O BRAILLE TEM SIDO SUBSTITUÍDO POR:
          computadores e livros impressos.
          livros impressos em tinta e livros sonoros.
          livros com letras ampliadas e softwares para computador.
          computadores com softwares de voz e livros sonoros.

Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
3. A INFLUÊNCIA DOS OUVINTES SOBRE OS SURDOS É DENOMINADA:
          oralismo.
          ouvintismo. - correta
          bilinguismo.
          comunicação total.

Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
4. Uma proposta que chegou à escola e tem provocado muitas discussões - os ciclos - poderia estar contribuindo para
encontrar caminhos para a educação continuada.

3. Como eram educados os alunos com deficiência visual nas escolas especiais?
Eram internados e isolados das demais pessoas, sendo educados
através de métodos e sistemas especiais.

4. Uma grande dificuldade apontada para o trabalho em escolas multisseriadas é
a falta de recursos para fins educacionais.

EDUCAÇÃO INCLUSIVA
1. Quanto aos alunos com visão subnormal, pode-se afirmar que
o Braille, porém usando mais ampliação de textos e a escrita em letras gigantes.

2. CONFIGURAÇÃO DE MÃO EM LIBRAS É:
a forma que a mão assume para realizar os sinais.

3. O ATENDIMENTO DA ESCOLA ÀS CONDUTAS TÍPICAS DEVE OBSERVAR ALGUMAS CARACTERÍSTICAS FACILITADORAS DA INCLUSÃO DESSE ALUNO.
Marque a alternativa que indica ser o aspecto facilitador da inclusão.
Mapear as competências desejáveis.

4. A Educação Inclusiva é a garantia de acesso contínuo à escola por todos. A escola que está atenta para esse princípio necessita
buscar serviços de apoio pedagógico especializados