Páginas

Minha foto
são paulo, zona leste, Brazil

segunda-feira, 6 de maio de 2013

Jogos, Brinquedos e Brincadeiras - Provas Online N2


Resultado final : 2 (minha N2)

JOGOS, BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS

1. São exemplos de jogos tradicionais:


  •  a pipa, a bola de gude, o jogo de pedrinhas e os blocos lógicos.
  •  a pipa, a bola de gude, os jogos eletrônicos e a boneca.
  •  a pipa, a bola de gude, o jogo de futebol de salão e o pião.
  •  a pipa, a bola de gude, o pião e as cantigas de roda.

2. Orgão reguladores como o Inmetro e o IQB realizam fiscalizações periódicas na indústria e no comércio, tomando por referência os seguintes itens:


  •  camuflagem torção e tração; pontas e projeções perigosas; ensaios de distração para retirada de componentes; pular cordas e elástico; ensaios para mordedores.
  •  rotulagem; toxicologia; ensaio de abuso razoavelmente previsível; ensaio de queda; objetos pequenos, pontas e projeções perigosas; ensaios de torção e tração para retirada de componentes; cordas e elástico; ensaios para mordedores.
  •  rotulagem; toxicologia; ensaio de abuso razoavelmente previsível; ensaio de queda; objetos pequenos, pontas e projeções perigosas; ensaios de distração para retirada de componentes; pular cordas e elástico; ensaios para batedores.
  •  rotulagem; toxicomania; ensaio de abuso razoavelmente previsível; ensaio de queda; objetos pequenos, pontas e projeções perigosas; ensaios de torção e tração para retirada de componentes; pular cordas e elástico; ensaios para batedores.

3. Leia abaixo:



  • O jogo, o brinquedo e a brincadeira nos acompanham durante toda vida, e quando nos tornamos profissionais da educação, passamos a utilizá-los como ferramentas para transmitir, estimular e desafiar nossos alunos na construção do conhecimento dentro e fora da escola, porém

  •  não devemos deixar as crianças brincarem na escola.
  •  não aproveitamos corretamente essas poderosas ferramentas por que não fomos preparados para utilizá-las.
  •  não desperdiçamos oportunidades de troca de conhecimento.
  •  não reconhecemos a importância do brincar.

4. Cabe aos educadores reconhecer que o conceito de criança é muito maior do que as experiências pessoais que possuímos, porque


  •  as crianças não têm experiência de vida suficiente para escolher brincadeiras
  •  as brincadeiras, se iniciadas na idade errada, podem prejudicar o desenvolvimento das crianças.
  •  é preciso considerar todas as crianças como cidadãos de direitos que vivem num determinado tempo e contexto sociocultural.
  •  as crianças não devem brincar sozinhas

Resultado final : 2
JOGOS, BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS
Parte superior do formulário
1. O JOGO É CAPAZ DE PROMOVER:

·          o livre-arbítrio.
·          a aprendizagem formal e informal.
·          a aprendizagem escolar.
·          somente a aprendizagem informal.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
2. É IMPORTANTE QUE NOSSO OLHAR SOBRE A DANÇA NA ESCOLA CONSIDERE:

·          as formas clássicas de dança.
·          somente o desempenho corporal dos alunos.
·          a plasticidade das coreografias.
·          a diversidade de propostas e ações que caracterizam o mundo contemporâneo.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
3. SÃO OBJETIVOS PEDAGÓGICOS DOS JOGOS E DAS BRINCADEIRAS:

·          conscientizar as crianças de que elas são o futuro da sociedade.
·          impor regras rígidas às crianças.
·          desenvolver a autonomia, a coordenação motora, a concentração e a criatividade.
·          trabalhar aspectos emocionais e difundir o gosto pela pesquisa.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
4. Qual das alternativas abaixo cita três jogos que trabalham com as competências artísticas?

·          Atividades de criação, atividades de artes visuais e atividades de desenho.
·          Atividades de artes plásticas, atividades teatrais e atividades musicais.
·          Atividades de artes visuais, atividades de dança e atividades musicais.
·          Atividades de artes gráficas, atividades teatrais e atividades de dança
Parte inferior do formulário
Resultado final : 1.5
JOGOS, BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS
Parte superior do formulário
1. A CRIATIVIDADE É A CAPACIDADE QUE TODO SER HUMANO TEM DE:
  •  gerar novas idéias ou ações, independentemente de sua classe social, mas dependentemente de seu meio.
  •  repetir padrões e comportamentos sociais, independentemente de sua classe social.
  •  criar obras artísticas de vanguarda, reconhecidas pela sociedade.
  •  respeitar e valorizar a expressão de seu grupo em qualquer circunstância.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
2. SEGUNDO PIAGET, A INTELIGÊNCIA HUMANA É: (as de verde são as corretas)
  •  a capacidade de copiar a realidade.
  •  a capacidade de responder a estímulos propostos.
  •  a capacidade de armazenar conteúdos e reproduzir padrões.
  •  um fato de assimilação que ocorre a partir das relações sujeito-objeto.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
3. Qual das alternativas abaixo cita três jogos que trabalham com as competências artísticas?
  •  Atividades de artes plásticas, atividades teatrais e atividades musicais.
  •  Atividades de artes visuais, atividades de dança e atividades musicais.
  •  Atividades de artes gráficas, atividades teatrais e atividades de dança.
  •  Atividades de criação, atividades de artes visuais e atividades de desenho.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
4. A INTERAÇÃO É UM FATOR FUNDAMENTAL PARA:
  •  o desenvolvimento físico da criança.
  •  a criação de vínculos, aprendizagem e integração das crianças.
  •  a garantia de uma educação de qualidade, sem preocupação com a criança.
  •  melhorar a memória dos alunos.
Parte inferior do formulário
Resultado final : 2
JOGOS, BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS
Parte superior do formulário
1. Leia abaixo:
·         Brougère identifica que o jogo contribui de maneira indireta para a educação na medida em que permite ao aluno relaxar e divertir-se, podendo assim ser mais eficiente e atencioso nos exercícios que lhe são determinados.
Ou seja,
·          as crianças precisam descansar para serem adultos trabalhadores.
·          os educadores procuram enganar a criança dando jogos.
·          as crianças só aprendem se jogarem.
·          como as crianças gostam de jogar pode-se utilizá-lo para motivar a aprendizagem.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
2. Leia abaixo:
·         Froebel foi criador do Kindergarten (Jardim de Infância), onde as crianças eram consideradas "plantinhas" que precisavam ser cuidadas pelas "jardineiras", denominação das professoras. O brincar livre e espontâneo em contato com a natureza, conjugado à utilização de materiais como bolas, cilindro e cubos denominados
como dons, além de possibilitarem atividades de manipulação, percepção sensorial, e linguagem, seriam os recursos necessários para a aquisição de conhecimento.
·          A afirmação acima está correta.
·          A afirmação acima está incorreta.
·          A afirmação acima refere-se aos jogos cooperativos.
·          A afirmação acima refere-se apenas às escolas montessorianas.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
3. Leia abaixo:
·         O jogo, o brinquedo e a brincadeira nos acompanham durante toda vida, e quando nos tornamos profissionais da educação, passamos a utilizá-los como ferramentas para transmitir, estimular e desafiar nossos alunos na construção do conhecimento dentro e fora da escola, porém
·          não desperdiçamos oportunidades de troca de conhecimento.
·          não reconhecemos a importância do brincar.
·          não aproveitamos corretamente essas poderosas ferramentas por que não fomos preparados para utilizá-las.
·          não devemos deixar as crianças brincarem na escola.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
4. Froebel, criador do Jardim de Infância, utilizava jogos em sua pedagogia porque acreditava que
·          os brinquedos possuíam a característica intencional de contribuir para a formação das qualidades morais, por meio do uso das histórias, mitos, lendas, contos de fadas e fábulas.
·          os brinquedos poderiam ajudar na aproximação entre pais e professores.
·          era importante inserir as brincadeiras simbólicas como forma de preparação para o trabalho.
·          os brinquedos educativos só podiam ser utilizados pelos adultos.
Parte inferior do formulário
Resultado final : 2
JOGOS, BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS
Parte superior do formulário
1. PODEMOS CITAR COMO DOIS FATORES FUNDAMENTAIS DOS JOGOS NA ESCOLA A:
  • competência e habilidade.
  • valorização e motivação.
  • organização e arbitrariedade.
  • destreza e autocrítica.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
2. Como trabalhar com a diversidade de músicas presentes em nossa realidade hoje?
  • Com canções da faixa etária da criança e as atuais que ouvem e se interessam.
  • Trabalhar apenas com músicas atuais que as crianças se interessam.
  • Trabalhar apenas com músicas referentes à faixa etária das crianças.
  • Trabalhar apenas com as canções antigas, de roda e de ninar.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
3. O principal aspecto abordado por Piaget sobre os jogos e as brincadeiras refere-se
  • à imaginação e criatividade.
  • às relações com as outras crianças com as quais convive.
  • às fases de desenvolvimento pelas quais as crianças passam.
  • às relações com o meio em que vive.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
4. OS PROCESSOS AVALIATIVOS ESTÃO PRESENTES:
  • somente na escola e universidades.
  • nos ambientes com grande desenvolvimento tecnológico.
  • nas empresas bem-sucedidas.
  • em cada indivíduo, na vida em sociedade, nos ambientes educacionais e corporativos.

Resultado final : 2

JOGOS, BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS

1. Orgão reguladores como o Inmetro e o IQB realizam fiscalizações periódicas na indústria e no comércio, tomando por referência os seguintes itens:

  •  rotulagem; toxicologia; ensaio de abuso razoavelmente previsível; ensaio de queda; objetos pequenos, pontas e projeções perigosas; ensaios de distração para retirada de componentes; pular cordas e elástico; ensaios para batedores.
  •  rotulagem; toxicomania; ensaio de abuso razoavelmente previsível; ensaio de queda; objetos pequenos, pontas e projeções perigosas; ensaios de torção e tração para retirada de componentes; pular cordas e elástico; ensaios para batedores.
  •  rotulagem; toxicologia; ensaio de abuso razoavelmente previsível; ensaio de queda; objetos pequenos, pontas e projeções perigosas; ensaios de torção e tração para retirada de componentes; cordas e elástico; ensaios para mordedores.
  •  camuflagem torção e tração; pontas e projeções perigosas; ensaios de distração para retirada de componentes; pular cordas e elástico; ensaios para mordedores.

2. São exemplos de jogos tradicionais:

  •  a pipa, a bola de gude, o jogo de pedrinhas e os blocos lógicos.
  •  a pipa, a bola de gude, o pião e as cantigas de roda.
  •  a pipa, a bola de gude, o jogo de futebol de salão e o pião.
  •  a pipa, a bola de gude, os jogos eletrônicos e a boneca.

3. De acordo com Friedmann (1992),

  • "os brinquedos podem ser elementos da natureza, objetos artesanais,
    industrializados, simples ou sofisticados, que aparecem nos mais diversos contextos. Tais objetos, transformados em brinquedos pelas crianças, ao mesmo tempo em que estimulam a brincadeira, desenvolvem a inteligência e refletem padrões sociais" (p. 70). Ou seja,
  •  a natureza deve ser potencializada, quando reciclamos os brinquedos.
  •  elementos da natureza ou objetos industrializados são transformados pelas paixões.
  •  ao escolherem e utilizarem os brinquedos, as crianças ficaram mais próximas da natureza e contra os brinquedos industrializados conforme os novos padrões sociais.
  •  ao brincarem com elementos da natureza ou com brinquedos industrializados, as crianças têm a capacidade de transformá-los de acordo com padrões do grupo social ao que pertencem.

4. Aprendemos que como educadores temos o dever de garantir o direito de a criança brincar e, para tanto, precisamos

  •  escolher objetos que os transformarão em ambientes educativos na medida em que forem adquiridos no exterior.
  •  promover interação entre o espaço, os materiais (objetos, brinquedos e jogos) e os pais, porque brincar é tarefa deles.
  •  organizar espaços, estimular continuamente a criança, sermos criativos, sensíveis, comunicativos e alegres para interagir e promover a ludicidade.
  •  reconhecer que as crianças não têm experiência de vida suficiente para escolher brincadeiras.
Resultado final : 2

1. Leia abaixo:

  • O jogo, o brinquedo e a brincadeira nos acompanham durante toda vida, e quando nos tornamos profissionais da educação, passamos a utilizá-los como ferramentas para transmitir, estimular e desafiar nossos alunos na construção do conhecimento dentro e fora da escola, porém
  •  não desperdiçamos oportunidades de troca de conhecimento.
  •  não aproveitamos corretamente essas poderosas ferramentas por que não fomos preparados para utilizá-las.
  •  não devemos deixar as crianças brincarem na escola.
  •  não reconhecemos a importância do brincar.

2. Segundo John Dewey, por meio da brincadeira de faz de conta, a criança imita a vida real, pais e adultos, o que por consequência

  •  contribui para a educação na medida em que os professores relaxam enquanto as crianças brincam.
  •  essas brincadeiras não devem ser levadas para o ambiente educacional para não atrapalhar o andamento da educação.
  •  pode ser livremente reproduzida em espaços públicos sem contribuir para a formalização de um currículo.
  •  nesse tipo de brincadeira, ela simplesmente reproduz o que há de melhor e pior no que observa. Ou seja, imita situações e valores do meio social em que está inserida.

3. No jogo tradicional, a atividade lúdica apresenta-se como manifestação cultural ligada à transmissão oral, folclore e cultura popular.

  • Assinale abaixo a alternativa que justifica a necessidade de utilizar tal modalidade de jogo na educação. 
  •  Os encontros intergeracionais só atrapalham a organização escolar. Todas as afirmações anteriores reforçam a necessidade de utilizar o jogo tradicional na educação.
  •  O jogo tradicional está fora do universo infantil, é preciso vinculá-lo ao reforço escolar.
  •  O jogo tradicional não deve ser anônimo, é preciso ter autoria.
  •  A utilização do jogo tradicional reforça a importância da cultura popular para a educação.

4. Leia abaixo:

  • Froebel foi criador do Kindergarten (Jardim de Infância), onde as crianças eram consideradas "plantinhas" que precisavam ser cuidadas pelas "jardineiras", denominação das professoras. O brincar livre e espontâneo em contato com a natureza, conjugado à utilização de materiais como bolas, cilindro e cubos denominados
    como dons, além de possibilitarem atividades de manipulação, percepção sensorial, e linguagem, seriam os recursos necessários para a aquisição de conhecimento.
  •  A afirmação acima está incorreta.
  •  A afirmação acima refere-se apenas às escolas montessorianas.
  •  A afirmação acima refere-se aos jogos cooperativos.
  •  A afirmação acima está correta.

Resultado final : 2

JOGOS, BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS

1. Cabe aos educadores reconhecer que o conceito de criança é muito maior do que as experiências pessoais que possuímos, porque

·          as crianças não devem brincar sozinhas.
·          as brincadeiras, se iniciadas na idade errada, podem prejudicar o desenvolvimento das crianças.
·          é preciso considerar todas as crianças como cidadãos de direitos que vivem num determinado tempo e contexto sociocultural.
·          as crianças não têm experiência de vida suficiente para escolher brincadeiras

2. Orgão reguladores como o Inmetro e o IQB realizam fiscalizações periódicas na indústria e no comércio, tomando por referência os seguintes itens:

·          camuflagem torção e tração; pontas e projeções perigosas; ensaios de distração para retirada de componentes; pular cordas e elástico; ensaios para mordedores.
·          rotulagem; toxicomania; ensaio de abuso razoavelmente previsível; ensaio de queda; objetos pequenos, pontas e projeções perigosas; ensaios de torção e tração para retirada de componentes; pular cordas e elástico; ensaios para batedores.
·          rotulagem; toxicologia; ensaio de abuso razoavelmente previsível; ensaio de queda; objetos pequenos, pontas e projeções perigosas; ensaios de torção e tração para retirada de componentes; cordas e elástico; ensaios para mordedores.
·          rotulagem; toxicologia; ensaio de abuso razoavelmente previsível; ensaio de queda; objetos pequenos, pontas e projeções perigosas; ensaios de distração para retirada de componentes; pular cordas e elástico; ensaios para batedores.

3. Para escolher brinquedos para as crianças devemos levar em consideração as afirmações a seguir.

·         I. Para os bebês, dê preferência a brinquedos que possam ser higienizados com facilidade, que não soltem fiapos ou pequenos pedaços, quando forem de tecido devem estar firmemente costurados e
que não sejam pontiagudos.
II. Quando um bebê já consegue sentar-se os melhores brinquedos são aqueles que possam ser empilhados ou encaixados uns dentro dos outros, de fácil manuseio como as argolas, caixas, potes etc.
III. Na idade escolar são indicados os jogos de regras, os super-heróis e personagens de tramas variadas, as experiências científicas, a moda (confeccionar roupinhas para vestir bonecas), as coleções e hobbies servem como instrumento para explorar o mundo, jogos tradicionais, eletrônicos e de tabuleiro, os esportes de salão e os brinquedos de armar, colaboram no aprendizado das normas sociais.
IV. Após os nove anos as crianças deixam de interessar-se por brinquedos mais elaborados como jogos de mágica e kits ligados à ciência, jogos de tabuleiros, de cartas, pebolim e bilhar, entre outros.
·          I, III e IV estão corretas.
·          I, II e III estão corretas.
·          I e IV estão corretas.
·          Apenas a IV está correta.

4. No jogo tradicional, a atividade lúdica apresenta-se como manifestação cultural ligada à transmissão oral, folclore e cultura popular.

Assinale abaixo a alternativa que justifica a necessidade de utilizar tal modalidade de jogo na educação.
·          Os encontros intergeracionais só atrapalham a organização escolar. Todas as afirmações anteriores reforçam a necessidade de utilizar o jogo tradicional na educação.
·          A utilização do jogo tradicional reforça a importância da cultura popular para a educação.
·          O jogo tradicional está fora do universo infantil, é preciso vinculá-lo ao reforço escolar.
·          O jogo tradicional não deve ser anônimo, é preciso ter autoria.
Resultado final : 2
JOGOS, BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS
Parte superior do formulário
1. ENTRE OS BENEFÍCIOS DOS JOGOS CRIATIVOS NA EDUCAÇÃO, DESTACAM-SE:
·          o incremento da abordagem dos conteúdos curriculares.
·          a compreensão, a aceitação dos diferentes padrões de comportamento e a autoconfiança.
·          o aprimoramento da performance do professor.
·          o desenvolvimento das habilidades físicas.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
2. DO PONTO DE VISTA EDUCACIONAL, O JOGO DEVE:
·          explorar a realidade.
·          oportunizar a participação ativa das crianças.
·          estimular a individualidade da criança.
·          promover a competição.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
3. UMA DAS DIFERENÇAS ENTRE UMA PESSOA CRIATIVA E UMA NÃO CRIATIVA É QUE A:
·          não criativa tem curiosidade, mas é preguiçosa.
·          criativa gera novas idéias, mas tem medo de colocá-las em prática.
·          criativa tem a curiosidade e a candura da descoberta.
·          não criativa imita padrões estabelecidos e não quer aprender.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
4. A que se deve a quantidade de brinquedos eletrônicos e computadorizados atualmente?
·          Às brincadeiras antigas terem sido deixadas de lado pelas crianças.
·          Ao crescente desenvolvimento da tecnologia e industrialização.
·          Ao fato de os pais não quererem que seus filhos brinquem mais na rua.
·          Ao fato das crianças verem propagandas na TV e cobiçar esses brinquedos

Resultado final : 2
Parte superior do formulário
1. UMA DAS PRINCIPAIS FUNÇÕES DO LAZER NO AMBIENTE ESCOLAR É:
·          promover a competição.
·          promover o descanso das crianças.
·          desenvolver a criatividade da criança.
·          apresentar conteúdos curriculares.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
2. DO PONTO DE VISTA EDUCACIONAL, O JOGO DEVE:
·          promover a competição.
·          estimular a individualidade da criança.
·          explorar a realidade.
·          oportunizar a participação ativa das crianças.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
3. O JOGO É CAPAZ DE PROMOVER:
·          a aprendizagem escolar.
·          o livre-arbítrio.
·          a aprendizagem formal e informal.
·          somente a aprendizagem informal.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
4. Qual das alternativas abaixo cita três jogos que trabalham com as competências artísticas?
·          Atividades de criação, atividades de artes visuais e atividades de desenho.
·          Atividades de artes visuais, atividades de dança e atividades musicais.
·          Atividades de artes plásticas, atividades teatrais e atividades musicais.
·          Atividades de artes gráficas, atividades teatrais e atividades de dança.
Resultado final : 2
JOGOS, BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS
Parte superior do formulário
1. A RECREAÇÃO ESCOLAR ENGLOBA:
  •  desporto competitivo.
  •  treinamento de força física.
  •  música e dança.
  •  atividades que promovam a alegria dos participantes.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
2. Para que a avaliação seja processual deve-se considerar quais aspectos dos alunos?
  •  A relação entre aprendizagem e nota.
  •  A comparação entre os alunos.
  •  O ritmo e o tempo de cada um para se apropriar do conhecimento.
  •  O trabalho com suas condutas morais.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
3. As brincadeiras antigas trabalham com qual principal aspecto não tão trabalhado pelas brincadeiras atuais?
  •  Os movimentos e a escrita.
  •  A fala e a escuta.
  •  A criatividade e a coordenação motora.
  •  A corrida.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
4. Qual a relação estabelecida entre recreação, lazer e atividade recreativa?
  •  Lazer é a prática da recreação, e esta, por sua vez, é uma atividade ligada à atividade recreativa.
  •  Atividade recreativa é a prática do lazer, e este, por sua vez, é uma atividade ligada à recreação.
  •  Recreação é a prática do lazer, e esta, por sua vez, é uma atividade ligada à atividade recreativa.
  •  Atividade recreativa é a prática da recreação, e esta, por sua vez, é uma atividade ligada ao lazer
Resultado final : 2
JOGOS, BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS
Parte superior do formulário
1. Desenvolvendo a sua criatividade, o aluno desenvolve quais outras habilidades?
  •  Senso crítico, imaginação e expressão.(CORRETA)
  •  Fala, escuta e ação.
  •  Arte, solidariedade e criação.
  •  Coleguismo, participação e interação.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
2. UMA DAS DIFERENÇAS ENTRE UMA PESSOA CRIATIVA E UMA NÃO CRIATIVA É QUE A:
  •  criativa tem a curiosidade e a candura da descoberta.(CORRETA)
  •  criativa gera novas idéias, mas tem medo de colocá-las em prática.
  •  não criativa tem curiosidade, mas é preguiçosa.
  •  não criativa imita padrões estabelecidos e não quer aprender.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
3. O trecho a seguir refere-se às características de qual fase de desenvolvimento proposta por Piaget?
  • "A criança pequena demonstra crescente pensamento simbólico pela ligação de seu mundo com palavras e imagens".
  •  Operações formais.
  •  Operações concretas.
  •  Sensório-motor.
  •  Pensamento pré-operacional.(CORRETA)
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
4. NA ESCOLA, A EXPRESSÃO DRAMÁTICA ACONTECE QUANDO:
  •  propomos atividades corporais com recursos audiovisuais modernos.
  •  fazemos um jogral com temática preestabelecida pelo professor.
  •  deixamos que o aluno invente suas histórias e as conte, representando-as à sua maneira.(CORRETA)
  •  formamos um grupo de alunos que “têm jeito para ser ator”.
Resultado final : 2
 JOGOS, BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS 
Parte superior do formulário
1. Qual o importante papel que o brincar desempenha na vida escolar das crianças?
  •  Por meio do brincar a criança discute com os colegas suas ideias.
  •  Por meio do brincar a criança aprende como se brinca.
  •  Por meio do brincar a criança vivencia o que aprende.
  •  Por meio do brincar a criança se relaciona com os brinquedos.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
2. O DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS DE APRENDIZAGEM REQUER QUE PROFESSORES E ALUNOS:
  •  tenham gosto pela pesquisa, inovação e trabalho.
  •  pratiquem atividades lúdicas.
  •  sejam pontuais e criativos.
  •  saibam respeitar o próximo.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
3. NA FASE DO PENSAMENTO PRÉ-OPERACIONAL, A CRIANÇA:
  •  é capaz de pensar logicamente.
  •  desenvolve o pensamento simbólico com a aquisição da linguagem.
  •  aprimora o seu senso estético.
  •  é capaz de abstrair e idealizar conceitos.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
4. Qual o papel do professor no trabalho com a expressão dramática com os alunos?
  •  Seu papel é apenas avaliar esse processo.
  •  Seu papel é brincar com as crianças.
  •  Seu papel é intervir para enriquecer e possibilitar outras estratégias.
  •  Seu papel é não participar para não intimidar a brincadeira das crianças
Resultado final : 2 
·         1. Segundo John Dewey, por meio da brincadeira de faz de conta, a criança imita a vida real, pais e adultos, o que por consequência
nesse tipo de brincadeira, ela simplesmente reproduz o que há de melhor e pior no que observa. Ou seja, imita situações e valores do meio social em que está inserida.
pode ser livremente reproduzida em espaços públicos sem contribuir para a formalização de um currículo.
contribui para a educação na medida em que os professores relaxam enquanto as crianças brincam.
essas brincadeiras não devem ser levadas para o ambiente educacional para não atrapalhar o andamento da educação.

·         2. No jogo tradicional, a atividade lúdica apresenta-se como manifestação cultural ligada à transmissão oral, folclore e cultura popular.
Assinale abaixo a alternativa que justifica a necessidade de utilizar tal modalidade de jogo na educação.
Os encontros intergeracionais só atrapalham a organização escolar. Todas as afirmações anteriores reforçam a necessidade de utilizar o jogo tradicional na educação.
A utilização do jogo tradicional reforça a importância da cultura popular para a educação.
           O jogo tradicional não deve ser anônimo, é preciso ter autoria.
O jogo tradicional está fora do universo infantil, é preciso vinculá-lo ao reforço escolar.

3. Froebel, criador do Jardim de Infância, utilizava jogos em sua pedagogia porque acreditava que.
os brinquedos possuíam a característica intencional de contribuir para a formação das qualidades morais, por meio do uso das histórias, mitos, lendas, contos de fadas e fábulas.
era importante inserir as brincadeiras simbólicas como forma de preparação para o trabalho.
os brinquedos poderiam ajudar na aproximação entre pais e professores.
os brinquedos educativos só podiam ser utilizados pelos adultos.

·         4. Cada criança é única. Os educadores precisam observá-las para melhor conhecê-las.
Esse conhecimento é construído no dia a dia, no toque, na troca de olhares, na escuta atenta do choro, da fala, do balbucio, do riso, das primeiras palavras, porém cada um desses acontecimentos pode ser mediado por um elo de ligação, um instrumento muito importante e presente desde a mais tenra idade: o brinquedo.
         A afirmação acima está correta.
         A afirmação acima está incorreta.
         A afirmação acima refere-se apenas às escolas montessorianas.
         A afirmação acima refere-se aos jogos cooperativos

1. SEGUNDO PIAGET, QUANDO A CRIANÇA BRINCA, ELA:
assimila o mundo sem compromisso com a realidade
2.  BRINCAR É UMA ATIVIDADE QUE:
estreita vínculos, explora a imaginação e desenvolve a criatividade.
 3. O TERMO ÓCIO CRIATIVO SIGNIFICA:
conjugar trabalho, estudo e jogo em prol da criatividade.
4. O principal aspecto abordado por Piaget sobre os jogos e as brincadeiras refere-
às fases de desenvolvimento pelas quais as crianças passam

Resultado final : 2
JOGOS, BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS
Parte superior do formulário
1. O principal aspecto abordado por Piaget sobre os jogos e as brincadeiras refere-se

·          às fases de desenvolvimento pelas quais as crianças passam.
·          às relações com as outras crianças com as quais convive.
·          à imaginação e criatividade.
·          às relações com o meio em que vive.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
2. É IMPORTANTE QUE NOSSO OLHAR SOBRE A DANÇA NA ESCOLA CONSIDERE:

·          a plasticidade das coreografias.
·          somente o desempenho corporal dos alunos.
·          a diversidade de propostas e ações que caracterizam o mundo contemporâneo.
·          as formas clássicas de dança.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
3. AO PROPORMOS ATIVIDADES MUSICAIS, PODEMOS ENFRENTAR O SEGUINTE DILEMA:
·         músicas de roda x músicas da mídia. Nessa circunstância, devemos:
·          deixar de lado as atividades musicais para evitar problemas.
·          usar somente as músicas que são sucesso.
·          usar somente as músicas de roda e afastar-se da realidade dos alunos.
·          usar o bom senso e permitir que os alunos auxiliem na escolha das músicas.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
4. NA FASE DO PENSAMENTO PRÉ-OPERACIONAL, A CRIANÇA:

·          é capaz de pensar logicamente.
·          é capaz de abstrair e idealizar conceitos.
·          aprimora o seu senso estético.
·          desenvolve o pensamento simbólico com a aquisição da linguagem
Resultado final : 2
JOGOS, BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS
Parte superior do formulário
1. Aprendemos que como educadores temos o dever de garantir o direito de a criança brincar e, para tanto, precisamos
  •  escolher objetos que os transformarão em ambientes educativos na medida em que forem adquiridos no exterior.
  •  promover interação entre o espaço, os materiais (objetos, brinquedos e jogos) e os pais, porque brincar é tarefa deles.
  •  reconhecer que as crianças não têm experiência de vida suficiente para escolher brincadeiras.
  •  organizar espaços, estimular continuamente a criança, sermos criativos, sensíveis, comunicativos e alegres para interagir e promover a ludicidade. CORRETA
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
2. O direito de brincar é entendido como direito à liberdade e foi contemplado na legislação brasileira por meio de qual documento legal?
  •  Estatuto da Criança e do Adolescente.CORRETA
  •  Lei de Diretrizes e Bases da Educação Brasileira.
  •  Lei Orgânica da Assistência Social.
  •  Código Civil.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
3. Em 1959,
·         a Organização das Nações Unidas (ONU) proclamou sua Declaração Universal dos Direitos da Criança, com significativo e profundo impacto nas atitudes de cada nação diante da infância. Nela a ONU reafirmava a importância de se garantir a universalidade, objetividade e igualdade na consideração de questões relativas aos direitos da criança. Podemos dizer em decorrência da declaração que

I. a criança passa a ser considerada, pela primeira vez na história, prioridade absoluta e sujeito de Direito, o que por si só é uma profunda revolução.
II. todas as crianças podem brincar onde e quando quiserem.
III. essa nova concepção de criança - um ser sujeito de direitos - implica a adoção de medidas legais e implementação de ações que garantam seu desenvolvimento pleno.
IV. os adultos são obrigados a brincar três vezes por semana para relembrar os tempos de infância.
  •  Apenas a IV está correta.
  •  III e IV estão corretas.
  •  I e III estão corretas. CORRETA
  •  I e II estão corretas.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
4. Para escolher brinquedos para as crianças devemos levar em consideração as afirmações a seguir.
  • I. Para os bebês, dê preferência a brinquedos que possam ser higienizados com facilidade, que não soltem fiapos ou pequenos pedaços, quando forem de tecido devem estar firmemente costurados e
    que não sejam pontiagudos.
    II. Quando um bebê já consegue sentar-se os melhores brinquedos são aqueles que possam ser empilhados ou encaixados uns dentro dos outros, de fácil manuseio como as argolas, caixas, potes etc.
    III. Na idade escolar são indicados os jogos de regras, os super-heróis e personagens de tramas variadas, as experiências científicas, a moda (confeccionar roupinhas para vestir bonecas), as coleções e hobbies servem como instrumento para explorar o mundo, jogos tradicionais, eletrônicos e de tabuleiro, os esportes de salão e os brinquedos de armar, colaboram no aprendizado das normas sociais.
    IV. Após os nove anos as crianças deixam de interessar-se por brinquedos mais elaborados como jogos de mágica e kits ligados à ciência, jogos de tabuleiros, de cartas, pebolim e bilhar, entre outros.
  •  I, II e III estão corretas. CORRETA
  •  I, III e IV estão corretas.
  •  I e IV estão corretas.
  •  Apenas a IV está correta
Resultado final : 2
JOGOS, BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS
Parte superior do formulário
1. Aprendemos que como educadores temos o dever de garantir o direito de a criança brincar e, para tanto, precisamos

  •  escolher objetos que os transformarão em ambientes educativos na medida em que forem adquiridos no exterior.
  •  organizar espaços, estimular continuamente a criança, sermos criativos, sensíveis, comunicativos e alegres para interagir e promover a ludicidade.
  •  promover interação entre o espaço, os materiais (objetos, brinquedos e jogos) e os pais, porque brincar é tarefa deles.
  •  reconhecer que as crianças não têm experiência de vida suficiente para escolher brincadeiras.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
2. Froebel, criador do Jardim de Infância, utilizava jogos em sua pedagogia porque acreditava que
  •  os brinquedos possuíam a característica intencional de contribuir para a formação das qualidades morais, por meio do uso das histórias, mitos, lendas, contos de fadas e fábulas.
  •  era importante inserir as brincadeiras simbólicas como forma de preparação para o trabalho.
  •  os brinquedos educativos só podiam ser utilizados pelos adultos.
  •  os brinquedos poderiam ajudar na aproximação entre pais e professores.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
3. O direito de brincar é entendido como direito à liberdade e foi contemplado na legislação brasileira por meio de qual documento legal?
  •  Lei de Diretrizes e Bases da Educação Brasileira.
  •  Estatuto da Criança e do Adolescente.
  •  Lei Orgânica da Assistência Social.
  •  Código Civil.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
4. Para o professor Gilles Brougère o conceito de jogo e o espaço que ocupa nas relações sociais estão diretamente ligados à cultura.
  • Para ele, por ser o jogo uma atividade de segundo grau, ou seja, aprendida por meio de inter-relações sociais é, ao mesmo tempo, um "mecanismo psicológico", que
    I. garante aos indivíduos a possibilidade de um certo afastamento da realidade para recriação dessa realidade.
    II. caracteriza a atividade lúdica como "estado de espírito" de quem está brincando, mais do que a atividade em si.
    III. independe diretamente da interpretação do contexto cultural onde a atividade lúdica está acontecendo.
    IV. compreende um conjunto de atividades, procedimentos, palavras, gestos e silêncios que permitem interpretações comuns, dentro de um determinado grupo social.
    Estão corretas
  •  I, II, III e IV.
  •  I, II e IV.
  •  I, III e IV.
  •  II, III e I
  •  
Resultado final : 2
JOGOS, BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS
Parte superior do formulário
1. Froebel, criador do Jardim de Infância, utilizava jogos em sua pedagogia porque acreditava que
  •  os brinquedos poderiam ajudar na aproximação entre pais e professores.
  •  os brinquedos possuíam a característica intencional de contribuir para a formação das qualidades morais, por meio do uso das histórias, mitos, lendas, contos de fadas e fábulas. CORRETA
  •  era importante inserir as brincadeiras simbólicas como forma de preparação para o trabalho.
  •  os brinquedos educativos só podiam ser utilizados pelos adultos.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
2. Aprendemos que como educadores temos o dever de garantir o direito de a criança brincar e, para tanto, precisamos
  •  promover interação entre o espaço, os materiais (objetos, brinquedos e jogos) e os pais, porque brincar é tarefa deles.
  •  reconhecer que as crianças não têm experiência de vida suficiente para escolher brincadeiras.
  •  organizar espaços, estimular continuamente a criança, sermos criativos, sensíveis, comunicativos e alegres para interagir e promover a ludicidade. CORRETA
  •  escolher objetos que os transformarão em ambientes educativos na medida em que forem adquiridos no exterior.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
3. Leia abaixo:
  • Brougère identifica que o jogo contribui de maneira indireta para a educação na medida em que permite ao aluno relaxar e divertir-se, podendo assim ser mais eficiente e atencioso nos exercícios que lhe são determinados.
    Ou seja,
  •  as crianças só aprendem se jogarem.
  •  os educadores procuram enganar a criança dando jogos.
  •  as crianças precisam descansar para serem adultos trabalhadores.
  •  como as crianças gostam de jogar pode-se utilizá-lo para motivar a aprendizagem. CORRETA
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
4. Leia abaixo:
  • Froebel foi criador do Kindergarten (Jardim de Infância), onde as crianças eram consideradas "plantinhas" que precisavam ser cuidadas pelas "jardineiras", denominação das professoras. O brincar livre e espontâneo em contato com a natureza, conjugado à utilização de materiais como bolas, cilindro e cubos denominados
    como dons, além de possibilitarem atividades de manipulação, percepção sensorial, e linguagem, seriam os recursos necessários para a aquisição de conhecimento.
  •  A afirmação acima está correta. CORRETA
  •  A afirmação acima refere-se aos jogos cooperativos.
  •  A afirmação acima está incorreta.
  •  A afirmação acima refere-se apenas às escolas montessorianas
Resultado final : 2
JOGOS, BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS
Parte superior do formulário
1. Assinale a alternativa que melhor descreve o conceito de criatividade.
  •  É o processo de discernimento de sua autoestima.
  •  É a capacidade de criar novas ideias.
  •  É a capacidade de articular teoria e prática.
  •  Criar estratégias para resolver situações críticas e desafiadoras.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
2. Qual das alternativas abaixo cita três jogos que trabalham com as competências artísticas?
  •  Atividades de artes plásticas, atividades teatrais e atividades musicais.
  •  Atividades de criação, atividades de artes visuais e atividades de desenho.
  •  Atividades de artes visuais, atividades de dança e atividades musicais.
  •  Atividades de artes gráficas, atividades teatrais e atividades de dança.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
3. NA FASE DO PENSAMENTO PRÉ-OPERACIONAL, A CRIANÇA:
  •  aprimora o seu senso estético.
  •  desenvolve o pensamento simbólico com a aquisição da linguagem.
  •  é capaz de pensar logicamente.
  •  é capaz de abstrair e idealizar conceitos.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
4. PARA PLANEJAR AS ATIVIDADES LÚDICAS E PROPÔ-LAS AOS ALUNOS, O PROFESSOR DEVE:
  •  transitar em diversas áreas do conhecimento.
  •  ingressar no universo infantil e considerar o interesse dos alunos.
  •  considerar somente seus objetivos educacionais.
  •  ter ampla formação acadêmica
Resultado final : 2
JOGOS, BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS

Parte superior do formulário
1. SEGUNDO PIAGET, QUANDO A CRIANÇA BRINCA, ELA:
 manipula a realidade.
 aprimora a linguagem.
 assimila suas idéias.
 assimila o mundo sem compromisso com a realidade.

Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
2. A RECREAÇÃO ESCOLAR ENGLOBA:

 atividades que promovam a alegria dos participantes.
 desporto competitivo.
 treinamento de força física.
 música e dança.

Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
3. NA SOCIEDADE ATUAL, AS CRIANÇAS TAMBÉM SÃO EDUCADAS:
 pelos colegas e amigos.
 pelos meios de comunicação e informação.
 pela família.
 pela convivência com os adultos.

Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
4. O DESENVOLVIMENTO DA CRIATIVIDADE GERA:
 aprimoramento do senso estético para a realização de trabalhos artísticos.
 a resolução lógica-padrão dos problemas cotidianos.
 novas idéias, melhoria da auto-imagem e auto-estima, e aprimoramento do senso crítico.
 apenas a melhoria das relações sociais
Resultado final : 2
JOGOS, BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS
Parte superior do formulário
1. É IMPORTANTE QUE NOSSO OLHAR SOBRE A DANÇA NA ESCOLA CONSIDERE:

·          a plasticidade das coreografias.
·          as formas clássicas de dança.
·          a diversidade de propostas e ações que caracterizam o mundo contemporâneo.
·          somente o desempenho corporal dos alunos.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
2. O JOGO É CAPAZ DE PROMOVER:

·          a aprendizagem escolar.
·          a aprendizagem formal e informal.
·          o livre-arbítrio.
·          somente a aprendizagem informal.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
3. EM QUALQUER PROCESSO DE AVALIAÇÃO, PRECISAMOS:

·          observar os alunos e avaliá-los individualmente, entendendo suas qualidades e limitações.
·          valorizar o nível de abstração dos alunos.
·          traçar padrões de performance a serem atingidos por todos.
·          considerar somente o erro e o acerto.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
4. UMA DAS PRINCIPAIS FUNÇÕES DO LAZER NO AMBIENTE ESCOLAR É:

·          promover a competição.
·          apresentar conteúdos curriculares.
·          desenvolver a criatividade da criança.
·          promover o descanso das crianças
Resultado final : 2
Parte superior do formulário
1. Segundo John Dewey, por meio da brincadeira de faz de conta, a criança imita a vida real, pais e adultos, o que por consequência
  •  essas brincadeiras não devem ser levadas para o ambiente educacional para não atrapalhar o andamento da educação.
  •  contribui para a educação na medida em que os professores relaxam enquanto as crianças brincam.
  •  pode ser livremente reproduzida em espaços públicos sem contribuir para a formalização de um currículo.
  •  nesse tipo de brincadeira, ela simplesmente reproduz o que há de melhor e pior no que observa. Ou seja, imita situações e valores do meio social em que está inserida.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
2. Cada criança é única. Os educadores precisam observá-las para melhor conhecê-las.
  • Esse conhecimento é construído no dia a dia, no toque, na troca de olhares, na escuta atenta do choro, da fala, do balbucio, do riso, das primeiras palavras, porém cada um desses acontecimentos pode ser mediado por um elo de ligação, um instrumento muito importante e presente desde a mais tenra idade: o brinquedo.
  •  A afirmação acima refere-se apenas às escolas montessorianas.
  •  A afirmação acima refere-se aos jogos cooperativos.
  •  A afirmação acima está correta.
  •  A afirmação acima está incorreta.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
3. São exemplos de jogos tradicionais:
  •  a pipa, a bola de gude, os jogos eletrônicos e a boneca.
  •  a pipa, a bola de gude, o jogo de futebol de salão e o pião.
  •  a pipa, a bola de gude, o jogo de pedrinhas e os blocos lógicos.
  •  a pipa, a bola de gude, o pião e as cantigas de roda.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
4. Leia abaixo:
  • O jogo, o brinquedo e a brincadeira nos acompanham durante toda vida, e quando nos tornamos profissionais da educação, passamos a utilizá-los como ferramentas para transmitir, estimular e desafiar nossos alunos na construção do conhecimento dentro e fora da escola, porém
  •  não aproveitamos corretamente essas poderosas ferramentas por que não fomos preparados para utilizá-las.
  •  não reconhecemos a importância do brincar.
  •  não devemos deixar as crianças brincarem na escola.
  •  não desperdiçamos oportunidades de troca de conhecimento
Resultado final : 2
JOGOS, BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS
Parte superior do formulário
1. Qual o importante papel que o brincar desempenha na vida escolar das crianças?

·          Por meio do brincar a criança discute com os colegas suas ideias.
·          Por meio do brincar a criança aprende como se brinca.
·          Por meio do brincar a criança vivencia o que aprende.
·          Por meio do brincar a criança se relaciona com os brinquedos.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
2. NA ESCOLA, A EXPRESSÃO DRAMÁTICA ACONTECE QUANDO:

·          deixamos que o aluno invente suas histórias e as conte, representando-as à sua maneira.
·          propomos atividades corporais com recursos audiovisuais modernos.
·          fazemos um jogral com temática preestabelecida pelo professor.
·          formamos um grupo de alunos que “têm jeito para ser ator”.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
3. SEGUNDO PIAGET, A INTELIGÊNCIA HUMANA É:

·          um fato de assimilação que ocorre a partir das relações sujeito-objeto.
·          a capacidade de armazenar conteúdos e reproduzir padrões.
·          a capacidade de copiar a realidade.
·          a capacidade de responder a estímulos propostos.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
4. O JOGO É UMA ATIVIDADE ESCOLAR QUE:

·          promove a diversão e o lazer.
·          desenvolve somente os aspectos psicomotores.
·          baseia-se nos aspectos cognitivos do sujeito.
·          potencializa a apreensão do conhecimento, relacionando vários aspectos do desenvolvimento humano
Resultado final : 2
JOGOS, BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS
1. Em 1959,
  • a Organização das Nações Unidas (ONU) proclamou sua Declaração Universal dos Direitos da Criança, com significativo e profundo impacto nas atitudes de cada nação diante da infância. Nela a ONU reafirmava a importância de se garantir a universalidade, objetividade e igualdade na consideração de questões relativas aos direitos da criança. Podemos dizer em decorrência da declaração que
    I. a criança passa a ser considerada, pela primeira vez na história, prioridade absoluta e sujeito de Direito, o que por si só é uma profunda revolução.
    II. todas as crianças podem brincar onde e quando quiserem.
    III. essa nova concepção de criança - um ser sujeito de direitos - implica a adoção de medidas legais e implementação de ações que garantam seu desenvolvimento pleno.
    IV. os adultos são obrigados a brincar três vezes por semana para relembrar os tempos de infância.
  •  I e III estão corretas.
  •  III e IV estão corretas.
  •  Apenas a IV está correta.
  •  I e II estão corretas.
2. Para escolher brinquedos para as crianças devemos levar em consideração as afirmações a seguir.
  • I. Para os bebês, dê preferência a brinquedos que possam ser higienizados com facilidade, que não soltem fiapos ou pequenos pedaços, quando forem de tecido devem estar firmemente costurados e
    que não sejam pontiagudos.
    II. Quando um bebê já consegue sentar-se os melhores brinquedos são aqueles que possam ser empilhados ou encaixados uns dentro dos outros, de fácil manuseio como as argolas, caixas, potes etc.
    III. Na idade escolar são indicados os jogos de regras, os super-heróis e personagens de tramas variadas, as experiências científicas, a moda (confeccionar roupinhas para vestir bonecas), as coleções e hobbies servem como instrumento para explorar o mundo, jogos tradicionais, eletrônicos e de tabuleiro, os esportes de salão e os brinquedos de armar, colaboram no aprendizado das normas sociais.
    IV. Após os nove anos as crianças deixam de interessar-se por brinquedos mais elaborados como jogos de mágica e kits ligados à ciência, jogos de tabuleiros, de cartas, pebolim e bilhar, entre outros.
     
  •  I e IV estão corretas.
  •  I, III e IV estão corretas.
  •  I, II e III estão corretas.
  •  Apenas a IV está correta.
3. A utilização do jogo na educação suscita algumas dúvidas entre os educadores, em especial se há diferença entre jogo e material pedagógico.
  • Para Kishimoto (1994), aceitar o uso de brinquedos e jogos dentro da sala de aula nem sempre aconteceu, esse uso depende diretamente do conceito e da visão que o profissional tem das crianças e da própria instituição.
  •  A afirmação acima refere-se apenas aos hospitais.
  •  A afirmação acima refere-se às universidades.
  •  A afirmação acima está correta.
  •  A afirmação acima está incorreta.
4. Cada criança é única. Os educadores precisam observá-las para melhor conhecê-las.
  • Esse conhecimento é construído no dia a dia, no toque, na troca de olhares, na escuta atenta do choro, da fala, do balbucio, do riso, das primeiras palavras, porém cada um desses acontecimentos pode ser mediado por um elo de ligação, um instrumento muito importante e presente desde a mais tenra idade: o brinquedo.
  •  A afirmação acima refere-se aos jogos cooperativos.
  •  A afirmação acima está incorreta.
  •  A afirmação acima está correta.
  •  A afirmação acima refere-se apenas às escolas montessorianas

Resultado final : 2

JOGOS, BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS

1. Leia abaixo:

O jogo, o brinquedo e a brincadeira nos acompanham durante toda vida, e quando nos tornamos profissionais da educação, passamos a utilizá-los como ferramentas para transmitir, estimular e desafiar nossos alunos na construção do conhecimento dentro e fora da escola, porém
R: não aproveitamos corretamente essas poderosas ferramentas por que não fomos preparados para utilizá-las.

2. Para escolher brinquedos para as crianças devemos levar em consideração as afirmações a seguir.

I. Para os bebês, dê preferência a brinquedos que possam ser higienizados com facilidade, que não soltem fiapos ou pequenos pedaços, quando forem de tecido devem estar firmemente costurados e
que não sejam pontiagudos.
II. Quando um bebê já consegue sentar-se os melhores brinquedos são aqueles que possam ser empilhados ou encaixados uns dentro dos outros, de fácil manuseio como as argolas, caixas, potes etc.
III. Na idade escolar são indicados os jogos de regras, os super-heróis e personagens de tramas variadas, as experiências científicas, a moda (confeccionar roupinhas para vestir bonecas), as coleções e hobbies servem como instrumento para explorar o mundo, jogos tradicionais, eletrônicos e de tabuleiro, os esportes de salão e os brinquedos de armar, colaboram no aprendizado das normas sociais.
IV. Após os nove anos as crianças deixam de interessar-se por brinquedos mais elaborados como jogos de mágica e kits ligados à ciência, jogos de tabuleiros, de cartas, pebolim e bilhar, entre outros.
R: I, II e III estão corretas.

3. Aprendemos que como educadores temos o dever de garantir o direito de a criança brincar e, para tanto, precisamos

R: organizar espaços, estimular continuamente a criança, sermos criativos, sensíveis, comunicativos e alegres para interagir e promover a ludicidade.

4. Para o professor Gilles Brougère o conceito de jogo e o espaço que ocupa nas relações sociais estão diretamente ligados à cultura.

Para ele, por ser o jogo uma atividade de segundo grau, ou seja, aprendida por meio de inter-relações sociais é, ao mesmo tempo, um "mecanismo psicológico", que
I. garante aos indivíduos a possibilidade de um certo afastamento da realidade para recriação dessa realidade.
II. caracteriza a atividade lúdica como "estado de espírito" de quem está brincando, mais do que a atividade em si.
III. independe diretamente da interpretação do contexto cultural onde a atividade lúdica está acontecendo.
IV. compreende um conjunto de atividades, procedimentos, palavras, gestos e silêncios que permitem interpretações comuns, dentro de um determinado grupo social.
Estão corretas
R: I, II e IV.

 

Prova concluída com sucesso!!!

Resultado final : 2

JOGOS, BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS

1. Aprendemos que como educadores temos o dever de garantir o direito de a criança brincar e, para tanto, precisamos

R: organizar espaços, estimular continuamente a criança, sermos criativos, sensíveis, comunicativos e alegres para interagir e promover a ludicidade.

2. Cada criança é única. Os educadores precisam observá-las para melhor conhecê-las.

Esse conhecimento é construído no dia a dia, no toque, na troca de olhares, na escuta atenta do choro, da fala, do balbucio, do riso, das primeiras palavras, porém cada um desses acontecimentos pode ser mediado por um elo de ligação, um instrumento muito importante e presente desde a mais tenra idade: o brinquedo.
R: A afirmação acima está correta.

3. A utilização do jogo na educação suscita algumas dúvidas entre os educadores, em especial se há diferença entre jogo e material pedagógico.

Para Kishimoto (1994), aceitar o uso de brinquedos e jogos dentro da sala de aula nem sempre aconteceu, esse uso depende diretamente do conceito e da visão que o profissional tem das crianças e da própria instituição.
R: A afirmação acima está correta.

4. Em 1959,

a Organização das Nações Unidas (ONU) proclamou sua Declaração Universal dos Direitos da Criança, com significativo e profundo impacto nas atitudes de cada nação diante da infância. Nela a ONU reafirmava a importância de se garantir a universalidade, objetividade e igualdade na consideração de questões relativas aos direitos da criança. Podemos dizer em decorrência da declaração que
I. a criança passa a ser considerada, pela primeira vez na história, prioridade absoluta e sujeito de Direito, o que por si só é uma profunda revolução.
II. todas as crianças podem brincar onde e quando quiserem.
III. essa nova concepção de criança - um ser sujeito de direitos - implica a adoção de medidas legais e implementação de ações que garantam seu desenvolvimento pleno.
IV. os adultos são obrigados a brincar três vezes por semana para relembrar os tempos de infância.
R: I e III estão corretas.Parte inferior do formulário
Parte inferior do formulário
Parte inferior do formulário
Parte inferior do formulário
Parte inferior do formulário