Páginas

Minha foto
são paulo, zona leste, Brazil

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Políticas Públicas em Educação - Provas OnLine - N2

Minha N2

Resultado final : 2

POLÍTICAS PÚBLICAS EM EDUCAÇÃO

1. Segue abaixo:



  • Muitas avaliações desfavoráveis ao Plano Nacional de Educação elaborado pelo governo federal são encontradas em livros, periódicos, sites e tantas outras fontes educacionais. Esse descontentamento tem entre suas causas

  •  a introdução de uma forma de gestão que não garantiria os direitos sociais.
  •  o atendimento às classes sociais mais favorecidas socialmente.
  •  a moda tecnocrática, com restrita audiência social e política.
  •  o esforço governamental em atender antigas reivindicações do magistério.

2. Leia abaixo:



  • A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei 9.394/96) afirma que a idade mínima de acesso aos exames supletivos de Ensino Médio deve ser

  •  18 anos.
  •  21 anos.
  •  25 anos.
  •  15 anos.

3. Leia o texto abaixo:



  • O texto apresentado pelo Congresso sofria a crítica de ser detalhista, porém a opção por uma Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional de caráter mais genérico oportunizaria ao governo o comando das formulações das leis em Educação, e conferia à LDB o papel de

  •  norteadora de propostas educacionais.
  •  instauradora da ordem pública.
  •  legitimadora das propostas governamentais.
  •  planejadora das normas curriculares.

4. Nos Parâmetros Curriculares Nacionais, o Estado é apresentado como responsável pela Educação em geral, assumindo o papel de


  •  controlador e descentralizador das políticas públicas.
  •  repassador e normatizador das propostas de ação coletiva.
  •  provedor e normatizador das propostas em Educação.
  •  financiador e controlador das ações pedagógicas.


Resultado final : 2
POLÍTICAS PÚBLICAS EM EDUCAÇÃO
Parte superior do formulário
1. A origem dos Parâmetros Curriculares Nacionais se encontra relacionada

·          às diretrizes estabelecidas para o ensino da pré-escola.
·          ao processo de integração da Educação Básica e do Ensino Superior.
·          ao processo de construção da reforma educativa.
·          aos instrumentos que possibilitam o desenvolvimento do Ensino Fundamental.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
2. O projeto do Senador Darcy Ribeiro, além de contribuir para o impasse nas discussões educacionais, cumpriu o papel de:

·          propor significativos avanços para a educação brasileira.
·          ancorar as políticas apresentadas pelo Executivo.
·          reconhecer o estágio de democracia instalado no Congresso.
·          facilitar o processo de votação da LDB discutida pelo professorado.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
3. Muitas manobras foram utilizadas durante o processo de discussão e votação da nova lei de ensino. Essas estratégias favoreciam ao governo federal para

·          escamotear sua intervenção centralizadora.
·          justificar a inconstitucionalidade do projeto de lei.
·          aproveitar o momento para buscar apoio do professorado.
·          angariar simpatias junto à sociedade brasileira.
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
4. No seu artigo 10.º, a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei 9.394/96) define que os estados devem oferecer, com prioridade

·          a Educação Infantil.
·          o Ensino Médio.
·          os anos finais do Ensino Fundamental.
·          os anos iniciais do Ensino Fundamental.


1. Observe:
A proposta de um modelo de competências ocupando lugar central nas políticas de educação profissional continua na pauta de discussões dos educadores. Em geral, as críticas, acentuam-se no contexto das mudanças para os novos paradigmas de produção capitalista, com esse modelo de competências, sendo visto como
 um modelo ideal de Projeto Político Pedagógico.
 um estímulo para todos os alunos trabalhadores.
 uma pedagogia adaptativa, servindo aos interesses do capital.
 um incentivo à avaliação do desempenho.

2. Leia o texto abaixo:
Combinando os dados da Avaliação Nacional do Rendimento Escolar e a taxa de aprovação da escola e do município, com o propósito de nortear as políticas educacionais do país, o indicador da qualidade educacional de cada cidade e de cada escola pública se chama
 Prova Brasil.
 Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).
 Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).
 Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb).

3. Leia o texto abaixo:
O Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) constituiu-se na primeira iniciativa governamental de avaliação institucional da Educação Básica, fornecendo subsídios para a melhoria da qualidade da educação no Brasil. Nesse sentido, há quem afirme que
 levantar informações sobre estilos de ensino dos professores.
 levantar informações sobre origem dos alunos e condições de estudo.
 propiciar uma base para tomada de decisões na administração educacional.
 avaliar o desempenho dos alunos das redes pública e particular.

4. Leia o texto abaixo:
Os Parâmetros Curriculares Nacionais foram apresentados aos professores como um referencial de qualidade para o Ensino Fundamental, assumindo, segundo o próprio documento, a função de
 garantir a coerência dos investimentos no sistema educacional.
 manter contato com a produção pedagógica atual.
 orientar a sociedade quanto aos princípios democráticos norteadores do trabalho escolar.
 recomendar a divulgação de trabalhos docentes premiados.

5. Vários eixos têm permeado as discussões sobre o Ensino Superior. No entanto, um deles assume a principal luta dos profissionais de ensino:
 a indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão.
 os critérios de avaliação das universidades.
 a busca permanente de recursos financeiros.
 a oferta de serviços de inequívoca relevância social.

6. A criação do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) em substituição ao Fundef, expandiu os recursos financeiros para
 o Ensino Médio e a Educação Infantil e a EJA.
 apenas a Educação Infantil.
 apenas o Ensino Médio.
 apenas o Ensino Fundamental.

7. Diante da modificação no quadro parlamentar, após a eleição de 1990, sabemos que os caminhos se tornaram mais difíceis. Essa situação expressou-se
 no envio do projeto de lei ao plenário da Câmara.
 no pedido de arquivamento do projeto de lei (LDB).
 por meio da quantidade de emendas recebidas.
 no resgate do sonho educacional.

8. As escolas públicas ou privadas que não privilegiam a qualidade e a formação do cidadão apresentam
 o pensar e fazer compatíveis com a unidade de prática e teoria.
 uma prática comprometida com o currículo de base comum nacional.
 uma prática que imprime a lei do Estado Mínimo.
 uma prática em consonância com a comunidade escolar.

9. Segue abaixo:
Muitas avaliações desfavoráveis ao Plano Nacional de Educação elaborado pelo governo federal são encontradas em livros, periódicos, sites e tantas outras fontes educacionais. Esse descontentamento tem entre suas causas
 o atendimento às classes sociais mais favorecidas socialmente.
 a introdução de uma forma de gestão que não garantiria os direitos sociais.
 a moda tecnocrática, com restrita audiência social e política.
 o esforço governamental em atender antigas reivindicações do magistério.


10 Leia o texto abaixo:
Entre as incumbências da União, de acordo com o artigo 9.° da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional,
encontra-se a elaboração da Política Nacional de Educação e das competências e diretrizes para a Educação Básica, e a apresentação dos Parâmetros Curriculares Nacionais pelo Conselho Nacional de Educação, que indica
 a tentativa de implantar um sistema jurídico único.
 o favorecimento das classes menos protegidas socialmente.
 o rompimento com o anunciado regime de cooperação. - RESPOSTA CORRETA
 a aceleração de propostas a serem discutidas.

11. A associação das inovações tecnológicas e da automação, aliada ao progresso das telecomunicações, exige
 cada vez mais empregados e menor qualificação profissional de cada um.
 cada vez menos empregados e menor qualificação profissional de cada um.
 cada vez mais empregados e maior e melhor qualificação profissional de cada um.
 cada vez menos empregados e maior e melhor qualificação profissional de cada um.

12. Leia o texto abaixo:
Pela primeira vez uma lei de educação busca redimensionar a importância da escola e de seus profissionais, cabendo aos sistemas de ensino o papel de coordenação, apoio e incentivo às escolas, abandonando práticas autoritárias e assegurando a gestão democrática. Nesse sentido, para manter a organização e a participação de todos os envolvidos no processo educacional, a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) determina, em um de seus artigos, que
 os recursos pedagógicos e materiais serão adquiridos pelas próprias escolas.
 o projeto pedagógico definirá as políticas e os princípios filosóficos das escolas.
 os diferentes setores da comunidade participarão da gestão da escola.
 os docentes deverão participar da elaboração do projeto pedagógico da escola.

13. Nos Parâmetros Curriculares Nacionais, o Estado é apresentado como responsável pela Educação em geral, assumindo o papel de
 - provedor e normatizador das propostas em Educação.
 - financiador e controlador das ações pedagógicas.
 - repassador e normatizador das propostas de ação coletiva.
 - controlador e descentralizador das políticas públicas.

14. Observe abaixo:
No cenário mundial, a difusão da crença no mercado, do estado mínimo, da exaltação da empresa privada e do darwinismo social, com a naturalização dos índices de desemprego, foi responsabilidade do
 - anarquismo.
 - comunismo
 - socialismo
 - neoliberalismo.

15. Leia o texto abaixo:
O Plano Nacional de Educação é uma lei prevista na Constituição da República Federativa do Brasil e referenciada na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, apresentando diretrizes e metas para os dez anos seguintes a fim de
 - cumprir acordo com o Banco Internacional de Desenvolvimento.
 - contribuir para consolidar as metas da Declaração de Salamanca.
 - acelerar a entrada do Brasil na comunidade internacional.
 - sintonizar-se com a Declaração Mundial sobre Educação para Todos.

16. Em 1930, a 14 de novembro, logo no início do governo do presidente Getúlio Dornelles Vargas foi criado o
 Ministério da Educação e Saúde.
 Ministério da Tecnologia.
 Ministério da Cultura.
 Ministério dos Desportes.

17. Leia o texto abaixo:
Somente envidando esforços para que a consciência de cidadania cresça entre a população, poderemos esperar
mudanças no quadro de desigualdades que constatamos no dia a dia em nosso país e que as estatísticas têm comprovado. Estaremos, assim, cumprindo o preceito contido no artigo 1.º de nossa Constituição, que determina os fundamentos da República Federativa do Brasil. Entre esses fundamentos destacam-se
 o pluralismo político e a diversidade cultural.
 a governabilidade e a liderança.
 a soberania e a democracia plena.
 a cidadania e a dignidade da pessoa humana.

18. Leia o texto abaixo:
A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), em seu artigo 9.º, define as incumbências da União e nos artigos subsequentes - 10 e 11 - as relativas aos estados e municípios. Fica claro que os municípios devem "organizar, manter e desenvolver os órgãos e instituições oficiais de seus sistemas de ensino, integrando-os às políticas e planos educacionais da União e dos estados". Portanto, de acordo com a lei, a elaboração da política nacional de educação e das competências e diretrizes para a Educação Básica são competência
 do Distrito Federal.
 dos municípios.
 dos estados.
 da União.

19. Observe abaixo:
Nos fins dos anos 1970 e durante a década de 1980 inicia-se a abertura democrática em nosso país, permitindo as primeiras manifestações públicas expressas em
 organizações do poder estatal.
 ações governamentais.
 manifestações congressuais.
 contestações sindicais.

20. Leia o texto abaixo:
O currículo do Ensino Médio deve destacar a educação tecnológica básica, a compreensão do significado da ciência, das letras e das artes; o processo histórico de transformação da sociedade e da cultura; a língua portuguesa como instrumento de comunicação, o acesso ao conhecimento e o exercício da cidadania. Essa é uma determinação
 dos Parâmetros Curriculares Nacionais.
 do Ministério da Educação.
 da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), em seu artigo 36.
 do Conselho Nacional de Educação.

21. A gestão democrática passa pela efetiva divisão do poder na sociedade.
Reconhecer esse pressuposto é entender que as decisões políticas acabam indicando o direito de grupos na condução das ações educacionais. Assinale o eixo que motiva o gerenciamento da educação.
 A possibilidade de tecer políticas para a construção de um projeto de nação.
 Estabelecer as normas de gerenciamento técnico da gestão democrática.
 Entender a escola como espaço de permanente embate político.
 Garantir a governabilidade das instâncias de deliberação educacional.

22. A Comissão de Educação da Câmara criou um grupo de trabalho, sob a coordenação do deputado Florestan Fernandes, que tinha a incumbência de
 negociar junto aos parlamentares a votação do projeto.
 escolher as propostas a serem acolhidas.
 propor o esboço de um projeto de lei.
 analisar e debater o material enviado à comissão.

23. Leia o texto abaixo:
Apesar do texto da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional sofrer duras críticas dos profissionais da educação, todos consideram que o momento da sua aprovação representou um marco histórico, pois houve
 a presença de entidades sindicais nas discussões.
 o estabelecimento de propostas consensuais.
 a participação de todos os envolvidos no processo educacional.
 o encaminhamento do projeto para votação no plenário da Câmara.

24. Leia o texto abaixo:
A Constituição de 1988 (art. 210) afirma a necessidade e a obrigação de o Estado fixar "conteúdos mínimos para o Ensino Fundamental, de maneira a assegurar formação básica comum e respeito aos valores culturais e artísticos, nacionais e regionais". Essa determinação deu origem
 aos Parâmetros Curriculares Nacionais.(CORRETA)
 às Diretrizes Curriculares Nacionais.
 aos Projetos Político Pedagógicos.
 à Base Comum Nacional.

25. Trabalhar com os dados históricos não só nos garante uma visão geral de fatos e acontecimentos também como nos permite
 estabelecer ações cotidianas de combate ao passado.
 ultrapassar os entraves entre as forças políticas que compõem a sociedade.
 desenvolver um projeto já referendado pela sociedade.
 compreender adequadamente o nosso presente.(CORRETA)

26. A Carta de Goiânia, elaborada em 1986, é considerada um marco histórico nas discussões da nova Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, porque
 apontava para as necessidades salariais.
 estabelecia parâmetros curriculares.
 continha propostas do professorado.(CORRETA)
 contava com o apoio do governo local.

27. Leia o texto abaixo:
O Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) foi criado como componente curricular obrigatório de todos os cursos de graduação e seu resultado vem registrado no histórico escolar dos alunos. É aplicado de três em três anos aos alunos ao final do primeiro e do último ano do curso. Assinale uma incoerência nos procedimentos do Enade.
 Tem uma função classificatória.
 É uma avaliação censitária.
 Tem aplicação amostral.
 Apresenta um teste de entrada.

28. Leia o texto abaixo:
O parágrafo 2.º, do artigo 208 da Constituição da República Federativa do Brasil (1988) determina que todos os jovens, adultos e idosos têm o direito público subjetivo ao Ensino Fundamental, desde que queiram se valer dele. O não cumprimento ou omissão desse preceito legal implica exclusão do aluno do sistema escolar público.
 evasão e repetência do aluno da rede escolar.
 crime de responsabilidade da autoridade competente.
 aumento do índice de analfabetismo na área rural.

29. A promulgação da Constituição Federal levou os diferentes profissionais a se organizarem porque era preciso
 elaborar propostas para a Lei de Diretrizes e Bases.
 definir as esferas educacionais a serem contempladas.
 elaborar propostas para as leis complementares.
 escolher os mecanismos para a sua representação.

30. Leia abaixo:
O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) difere das outras avaliações institucionais propostas pelo poder público, centrando-se na avaliação de desempenho por competências e habilidades. Nesse sentido, possibilita ao aluno, sobretudo,
 escolher sua carreira acadêmica para ter sucesso pessoal e profissional.
 transferir conhecimentos adquiridos na escola para resolver problemas de vida prática.
 demonstrar seus conhecimentos em várias áreas do conhecimento.
 demonstrar sua inteligência de múltiplas formas.

31. O projeto do Senador Darcy Ribeiro, além de contribuir para o impasse nas discussões educacionais, cumpriu o papel de:
 propor significativos avanços para a educação brasileira.
 reconhecer o estágio de democracia instalado no Congresso.
 facilitar o processo de votação da LDB discutida pelo professorado.
 ancorar as políticas apresentadas pelo Executivo.

32. QUAL É O BINÔMIO INSEPARÁVEL PARA A EXCELÊNCIA DO TRABALHO DA SUPERVISÃO OU COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA?
 Política e planejamento.
 Avaliação e orientação.
 Gestão e política.
 Planejamento e avaliação.

33. QUANDO UM PROFISSIONAL SE COLOCA A SERVIÇO DA GESTÃO ESCOLAR, apresenta mais dificuldades em ser um "dirigente", caracterizando-se mais como um administrador. Os verdadeiros dirigentes devem ser líderes que  mobilizam recursos:
 políticos, teóricos e metodológicos para reformular os caminhos da educação.
 financeiros, teóricos e pragmáticos para o crescimento da escola na sociedade.
 metodológicos, físicos e utópicos para reestruturação da educação no Brasil.
 humanos, políticos e ideológicos para uma transformação substantiva na educação.

34. A FORMAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO VEM GANHANDO ESPAÇO NA ATUALIDADE.
Uma das ações propostas para a melhoria da capacitação profissional de profissionais da educação foi:
 a revisão dos conteúdos e currículos.
 a capacitação de dirigentes.
 a reelaboração dos projetos pedagógicos.
 o afastamento de profissionais não-qualificados.

35. O QUE AS TRANSFORMAÇÕES SOFRIDAS PELO MUNDO ESTÃO EXIGINDO DOS GESTORES?
 Que repensem a função social, os limites e as possibilidades educacionais, redirecionando-as de acordo com as mudanças.
 Que se mantenham firmes e equilibrados em suas funções, sem qualquer tipo de mudança no desenvolvimento dos trabalhos pedagógicos.
 Que aceitem as transformações como um processo natural de desenvolvimento sem que este afete a organização escolar.
 Que quebrem paradigmas sociais e transformem o sujeito aprendente fazendo-o lutar contra as transformações.

36. QUAL É A QUESTÃO ESSENCIAL DA ESCOLA HOJE, NO QUE DIZ RESPEITO À FORMAÇÃO HUMANA?
 A qualidade da formação.
 As transformações sociais.
 As políticas administrativas.
 As relações interpessoais.

37. O sucesso do gestor na educação depende
 De saber lidar com o poder, impondo a sua vontade.
 Do empenho dos profissionais da educação na sua prática pedagógica.
 Apenas do seu saber teórico.
 De uma boa estrutura administrativa e física.

38. QUAIS SÃO OS CONTEÚDOS DO TRABALHO PROFISSIONAL DA SUPERVISÃO?
 Gestão, orientação a pais e docência.
 Política, planejamento, gestão e avaliação.
 Avaliação, política e docência.
 Orientação a pais e avaliação.

39. LEIA ABAIXO:
A Gestão Escolar democrática que se desenvolve e se realiza por meio da efetiva participação precisa basear- se numa definição abrangente do conceito de "nós". Para tanto, é necessário fortalecer alguns valores, que são:
 diminuir a participação nos movimentos sociais e na escola, não fomentar grupos silenciados que podem se rebelar, fortalecer as condutas sociais.
 aumentar a participação da escola na sociedade, frente aos movimentos sociais, manter-se fiel à atual política social, manter o mesmo padrão relacional com a sociedade e esperar dela a solução para os problemas do mundo.
 diminuir a participação da escola com a sociedade, abster-se de opiniões acerca de políticas sociais, manter o foco ao processo de aprendizagem sem se influenciar pelos problemas do mundo.
 aumentar a participação nos movimentos sociais e na escola, fortalecer indivíduos e grupos em geral silenciados, criar novas formas de articular o mundo real e os problemas sociais reais com a escola.

40. Observe
A modalidade de gestão mais aceita pelas pessoas envolvidas no processo educacional, consolidando-se nos Projetos Político-Pedagógicos por ter em sua base a tolerância, o respeito e a solidariedade é a gestão
 democrática.
 consultiva.
 autocrática.
 benevolente.

41. COMO OS GESTORES PODEM TRABALHAR A PARTICIPAÇÃO DA EQUIPE ESCOLAR NA ESCOLA?
 Estabelecendo que cada profissional elabore um Projeto Político Pedagógico, dentre os quais um será selecionado para representar a escola.
 Contando com o empenho de alguns setores da escola para que possam redigir o Projeto Político Pedagógico, sem muita discussão.
 Elaborando o Projeto Político Pedagógico sem contar com a participação de todos os setores.
 Trabalhando a concepção da escola, em conjunto com os professores, para então definirem o Projeto Político Pedagógico e o trabalho pedagógico de todos os profissionais.

42. QUAL É O PRINCÍPIO NORTEADOR DE UM PROJETO PEDAGÓGICO?
 Estabelecê-lo como manual, o qual deve ser seguido igualmente por todos os envolvidos no processo educacional.
 A administração e gestão escolar.
 A intencionalidade, algo desejado e necessário.
 Liberação de funcionamento da escola.

43. Leia o texto abaixo:
No século XIX, foi criado um modelo de explicação científica para as lutas políticas do proletariado, por meio da análise dialética da perspectiva social da classe dos trabalhadores. A partir da crítica à economia da época e ao socialismo utópico, foi elaborada uma teoria de formação, desenvolvimento e dissolução da sociedade capitalista, o materialismo histórico. Essa teoria foi proposta inicialmente por
 Herbert Marcuse.
 Karl Marx e Friedrich Engels.
 Antonio Gramsci.
 Louis Althusser.

44. Os quatro pilares da educação - aprender a conhecer, aprender a fazer, aprender a viver junto e aprender a ser - foram implementados
 pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).
 pelo Fundo das Nações Unidas para a Infência (Unicef).
 pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud).
 Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal).

45. O Projeto Político-Pedagógico, de acordo com a Lei 9.394/96, caracteriza-se por ser um documento
 que delineia a identidade da escola, limitando a sua atuação de forma a impossibilitar ações diversas das que determina.
 que visa instituir as diretrizes nacionais, estaduais e municipais de educação, regendo a atuação das instituições escolares em todo o âmbito nacional.
 elaborado exclusivamente pelo gestor, não cabendo a participação de nenhum membro do corpo escolar, estabelecendo as diretrizes de funcionamento da escola.
 que delineia a identidade da escola e a sua ação, sendo o seu instrumento mais importante, que deve ser elaborado coletivamente, transmitindo a realidade da prática educacional, visando à qualidade de ensino. (????)

46. Observe abaixo:
A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei 9.394/96), em seu artigo 39, afirma que "a educação profissional e tecnológica, no cumprimento dos objetivos da educação nacional, integra-se aos diferentes níveis e modalidades de educação e às dimensões do trabalho, da ciência e da tecnologia". No parágrafo 1.º desse mesmo artigo, está previsto que os cursos profissionalizantes poderão se organizar
 por eixos tecnológicos.
 por etapas de ensino.
 somente no ensino regular.
 por ciclos de aprendizagem.

47. Leia o texto abaixo:
A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), ao indicar a necessidade de a família, a escola e a comunidade atuarem juntas para promoverem ações de saúde e assistência, em articulação com os setores responsáveis, tem como objetivo
 atender reivindicação do professorado.
 promover atendimento clínico aos estudantes.
 melhorar a qualidade da educação pública.
 minimizar as questões de saúde da comunidade escolar.

48. Leia abaixo: 
Neise Deluiz acredita que há princípios que devem nortear a noção de competência em uma abordagem crítica, comprometida com as necessidades de transformação da nossa realidade social. Ela nos lembra, entre outros princípios, que 
 a construção de competências leva à autonomia e à emancipação de relações de trabalho, para a simples  compreensão do mundo e sua transformação. 
 a aprendizagem dos saberes disciplinares deve ser acompanhada da aprendizagem dos saberes gerados nas atividades de trabalho, articulando-se teoria e prática. 
 a formação deve pautar-se pela ótica do mercado e levar em conta a dinâmica e as contradições do mundo do trabalho. 
 a noção de competência é significativa, atribuindo-lhe um sentido que atende aos interesses dos trabalhadores. 

49. Leia o texto abaixo: 
A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) e o Projeto PLS 4/2006 aprovado no Senado explicitam, dentro de vários conteúdos, a questão da formação do professor, trazendo como novidade 
 a obrigatoriedade de constantes atualizações. 
 o teto salarial na carreira do magistério. 
 a obrigatoriedade de diploma no Ensino Superior.CORRETA 
 o fim dos Institutos de Ensino Superior. 

50. Sabemos que dois projetos políticos de educação circularam no seio da sociedade civil.
Na proposta construída pelo movimento social organizado, o Sistema Nacional de Educação apresentava como instância
máxima de deliberação o
 Conselho Nacional de Educação.
 Conselho Federal de Educação.
 Fórum Nacional de Educação.
 Ministério de Educação.

51. Observe abaixo:
A criação do Fórum Nacional de Educação em defesa da escola pública na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional surgiu com o seguinte objetivo:
 reunir as várias propostas divergentes.
 estabelecer quais as normas de convivência.
 buscar condições de intervenção no Congresso.
 reunir esforços para uma luta organizada. CORRETA

52. A origem dos Parâmetros Curriculares Nacionais se encontra relacionada
 aos instrumentos que possibilitam o desenvolvimento do Ensino Fundamental.
 ao processo de integração da Educação Básica e do Ensino Superior.
 às diretrizes estabelecidas para o ensino da pré-escola.
 ao processo de construção da reforma educativa. CORRETA

53. O Exame Nacional de Cursos (ENC) foi um exame aplicado até 2003 aos concluintes dos cursos de Ensino Superior, sendo bastante criticado pela sociedade por sua função classificatória. A partir de 2004, ele foi substituído pelo
Sinaes.
Paiub.
Saeb.
Enade. certa

54. Leia o texto abaixo: 
Entre os fatores que poderão atuar como condicionantes para que a situação atual de nossas escolas de Ensino Fundamental se reverta nos próximos anos, podemos citar
o crescimento político dos municípios, investindo em projetos de Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio.
a tomada de consciência pelos professores de que só depende deles a mudança político-social da educação brasileira.
a capacidade do governo federal de implementar ações que assegurem a formação dos professores em nível médio.
a organização de movimentos da sociedade para lutar por uma escola melhor e por professores mais bem formados e mais valorizados.

55. Leia abaixo:
O Programa de Alfabetização Solidária (PAS) teve início, em caráter piloto, atingindo os municípios mais pobres, sobretudo na Região Nordeste, que concentravam maiores índices de analfabetismo. Sua implantação se deu no governo de
Fernando Henrique Cardoso.
Fernando Collor de Mello.
Luiz Inácio Lula da Silva.
Itamar Franco.

56. Leia o texto abaixo:
Como diz a professora Bertha Valle "não basta o texto da lei, há de se partir para uma ação político-social, a fim de sairmos das boas intenções para concretizarmos as ações". Para isso, será necessário
 contribuição sistemática das entidades nacionais.
 mobilização da sociedade civil.
 visitas sistemáticas ao Congresso Nacional.
 paralisações e greves constantes.

57. A repetência, a evasão, a qualidadedo trabalho docente e outros fatores têm sido apontados, em diferentes estudos, como responsáveis
 pela situação degradante do ensino em todos os níveis.
 pela desvalorização salarial dos professores.
 pela falta de recursos pedagógicos nas salas de aula.
 pelas políticas de educação mal implementadas.

58. No seu artigo 10.º, a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei 9.394/96) define que os estados devem oferecer, com prioridade
 a Educação Infantil.
 os anos iniciais do Ensino Fundamental.
 os anos finais do Ensino Fundamental.
 o Ensino Médio.

59. O cerne do pensamento de Paulo Freire está em dois pontos: a conscientização e a educação como prática da liberdade. Ele desejava educar o povo para a participação consciente e crítica na realidade política do país. Dizia que a alfabetização, como leitura do mundo, realiza-se a partir da reflexão dos alunos sobre sua capacidade de pensar acerca de suas vivências, seu próprio trabalho, sobre a transformação da realidade. Sua metodologia de ensino se desenvolvia
 paralelamente às realidades culturais da comunidade.
 por meio do diálogo do educador com os educandos.CERTA
 com base nas experiências pessoais dos alunos.
 por meio de leituras em grupo lideradas pelo professor.

60. A omissão sobre o quantitativo de alunos por classe deixa de resolver um sério problema que vem sendo apontado em todas as pesquisas educacionais. Esse problema é
 O descontrole das funções pedagógicas.
 A Diminuição no atendimento especial.
 O prejuízo nos resultados finais.
 O não atendimento à comunidade.

61. A avaliação institucional tornou-se um tema atual de grande relevância, não só no Brasil como no cenário internacional.
Trata-se de um procedimento que tem como objetivo precípuo a avaliação de
desempenho escolar.
políticas públicas.
gestão.
currículos.

62. Leia o texto abaixo:
Em 1996, a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) trouxe mudanças para o Ensino Médio (assim como as Diretrizes Curriculares Nacionais, em 1998), que passou a ter características legais definidas na lei. Uma delas foi a carga horária dessa etapa de ensino, que no mínimo deverá ter
 1 200 horas.
 2 400 horas.
 800 horas.
 3 200 horas.

63. A Prova Brasil foi criada para complementar a avaliação feita pelo Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb). Ambas avaliam os alunos das escolas públicas de 4.ª e 8.ª séries do Ensino Fundamental e são realizadas em conjunto desde 2007. A principal vantagem da Prova Brasil em relação às provas do Saeb está relacionada ao
 fato de ser realizada de forma amostral.
 foco na resolução de problemas.
 maior alcance dos resultados dos testes.(CORRETA)
 foco na leitura em Língua Portuguesa.

64. Leia o texto abaixo:
O texto apresentado pelo Congresso sofria a crítica de ser detalhista, porém a opção por uma Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional de caráter mais genérico oportunizaria ao governo o comando das formulações das leis em Educação, e conferia à LDB o papel de
 planejadora das normas curriculares.
 norteadora de propostas educacionais.
 legitimadora das propostas governamentais.
 instauradora da ordem pública.

65. Segue abaixo:
As áreas de conhecimento Linguagens, Códigos e suas tecnologias, Ciências da Natureza, Matemática e suas tecnologias, Ciências Humanas e suas tecnologias são definidas pelas Diretrizes Curriculares Nacionais para
 o Ensino Superior.
 a Educação Infantil.
 o Ensino Médio.
 o Ensino Fundamental.

66. Na perspectiva do movimento social organizado, o "aprender a aprender" exige
 capacidade constante de pensar a realidade.

67. Muitas manobras foram utilizadas durante o processo de discussão e votação da nova lei de ensino. Essas estratégias favoreciam ao governo federal para
 angariar simpatias junto à sociedade brasileira.
 escamotear sua intervenção centralizadora.
 justificar a inconstitucionalidade do projeto de lei.
 aproveitar o momento para buscar apoio do professorado.

68. Leia o texto abaixo:
Os diagnósticos apresentados por diferentes atores da sociedade registram os grandes "deficits" e expressam a condição subalterna da educação na sociedade brasileira, sendo que tais "deficits" se ampliaram na década de 1990 a partir de grandes reformas, muitas delas patrocinadas por
 organismos internacionais.
 dirigentes interessados nas necessidades do capital.
 agências bancárias nacionais.
 sujeitos com interesses no controle social.

69. A aprovação de lei que garanta ao professorado um piso salarial aponta para a compreensão de que essa proposta
 melhora a origem formativa deficitária.
 é qualidade das condições de trabalho.
 resgata a valorização do profissional.
 redefine a qualidade profissional.

70. O mercado comum do sul (mercosul) reúne países
 africanos de linguas portuguesas
 do cone Sul da  america latina
 da união Europeia,
 da America do  Norte

71. Muito se tem escrito e estudado no Brasil e no mundo sobre Paulo Freire.
Ele pretendia educar o povo para a participação consciente e crítica na realidade política do país. Mostrava como lutar contra as "explorações opressoras e enganadoras", como ser um cidadão pleno. O cerne de seu pensamento está em dois pontos:
 o acesso à escola e a democratização do ensino público.
 o financiamento das pesquisas e a formação dos professores.
 a alfabetização dos jovens e a recuperação dos adultos.
 a conscientização e a educação como prática da liberdade.

72. A segunda metade da década de 1980 foi marcada economicamente por uma inflação nunca antes experimentada no Brasil.
Nessa época, instalou-se a Assembleia Nacional Constituinte para elaborar a Constituição da República Federativa do Brasil, que foi promulgada pelo Congresso Nacional e sancionada em 5 de outubro de 1988 pelo então presidente da República,
 Itamar Franco.
 Fernando Henrique Cardoso.
 Fernando Collor de Mello.
 José Sarney.

73. A proposta dos profissionais que pensam uma Base Comum Nacional difere da proposta da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional porque
 tenta recuperar o conceito de "currículo" como estratégia de controle do ensino nos diferentes estados.
 parte de princípios gerais e estabelece alguns eixos a serem alcançados pela escola.
 concebe que o principal eixo se fundamenta em um currículo mínimo ou elenco de disciplinas.
 estabelece uma concepção básica quanto à formação e define um corpo de conhecimentos fundamentais.

74. Leia abaixo:
O Movimento da Escola Nova, liderado pelos reformadores da época, com o objetivo de influir na implantação de novas políticas de educação, levou à criação, em 1924, da
 Academia Brasileira de Letras.
 Confederação Brasileira de Desportes.
 Associação Brasileira de Educação.
 Associação Brasileira de Imprensa.

75. Leia o texto abaixo:
As condições dos recursos pedagógicos das escolas brasileiras são preocupantes, pois a maioria dos nossos estudantes frequenta escolas que dispõem de recursos pedagógicos básicos para seu funcionamento, mas esses recursos são utilizados pela maioria dos professores e alunos. Essas informações têm sido comprovadas pelas pesquisas do
 Provão.
 Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade).
 Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).
 Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb).

76. Leia abaixo:
A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei 9.394/96) afirma que a idade mínima de acesso aos exames supletivos de Ensino Médio deve ser
 21 anos.
 15 anos.
 18 anos.
 25 anos.

77. Leia o texto abaixo:
Uma das estratégias utilizadas pelo Fórum Nacional de Educação em Defesa da Escola Pública para que o projeto para a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) pudesse ser votado na Câmara foi
a organização de conciliações políticas.
a alteração do compromisso sindical.
o clamor aos líderes partidários.
a organização de novas discussões.

78. Há concordância entre o professorado de que a nova Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB 9.394/96) não agradou a categoria. Uma das causas do descontentamento se encontra justificada
 nas mudanças de opinião por ocasião das votações.
 na retirada de pontos considerados fundamentais.
 nas interpretações equivocadas de artigos.
 na renovação dos parlamentares após a eleição de 1990.

79. Observe abaixo:
A construção de um outro projeto educativo, que articule a educação aos demais processos de desenvolvimento e consolidação de relações sociais verdadeiramente democrática cabe
 à mobilização da comunidade escolar.
 às estratégias intervencionistas dos governos.
 aos trabalhadores da educação.
 aos sindicatos de professores.

QUESTÃO QUE RESTOU DÚVIDA QUANTO À RESPOSTA CERTA:
05/03/2012 – Istael Gussi Respondeu (Nota 2.0)
11/03/2012 – Luiza Respondeu (Nota 1.5)
(eu fico com a resposta do Istael)

80. Leia o texto abaixo:
 A história nos informa que o projeto para a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB) se encontrava na ordem do dia desde o mês de novembro de 1992. Entre as causas que motivaram o atraso no processo de votação, podemos citar:
 a falta de estrutura no Congresso Nacional.
 a inserção de muitas emendas apresentadas ao projeto.
 a quantidade de detalhamento nos artigos do projeto. (Luiza)
 o descontentamento com as propostas da lei.(CORRETA) (Istael)